7

Geralmente sessões são usadas para manter dados de um determinado usuário após ele ter logado na aplicação WEB, e é a aplicação WEB que fica responsável pelo controle e gerenciamento desses dados armazenados na sessão. Ela pode usar isso para identificar o usuário que esta logado no sistema e outros fins.

Mas quando eu li a respeito do protocolo OAuth, eu não compreendi muito bem como que uma aplicação WEB (client-oauth) que permite que um usuário faça login usando sua conta do Google, consegue gerenciar a sessão e manter ela ativa e identificar o usuário logado ou saber quando o usuário esta logado.

Em tese, não seria o próprio Google (serve-oauth) que deveria gerenciar a sessão ao invés da aplicação WEB que usou o OAuth para autentificar o usuário?

Resumindo

  1. Como uma aplicação WEB que usa OAuth para autentificação, consegue gerenciar a sessão e identificar o usuário que está logado, ou saber se ele está logado?
  2. Quais tipos de dados uma aplicação WEB que usa OAuth para autentificação recebe como resposta do servidor OAuth quando o usuário é autenticado?
3

Existem várias maneiras. Antes, vamos às perguntas:

Em tese, não seria o próprio Google (serve-oauth) que deveria gerenciar a sessão ao invés da aplicação WEB que usou o OAuth para autentificar o usuário?

Não. Google é responsável pela autenticação do usuário e pela verificação da validade das requisições de informações do usuário feitas pelas aplicações web.

Como uma aplicação WEB que usa OAuth para autentificação, consegue gerenciar a sessão e identificar o usuário que está logado, ou saber se ele está logado?

Ela mesma gerenciaria as sessões; o provedor OAuth só valida acessos à informação de seus usuários registrados.

Quais tipos de dados uma aplicação WEB que usa OAuth para autentificação recebe como resposta do servidor OAuth quando o usuário é autenticado?

Existem vários formatos, mas em geral o fluxo é desenhado para segregar camadas - via web o usuário se valida, e a aplicação recebe um token que deve ser re-validado diretamente pelo servidor - e só aí o back-end da aplicação obterá os dados do usuário que está se logando.

Acho que o fluxo pode ser melhor visualizado se os passos forem listados em sequência:

  • A sua aplicação web é registrada junto ao provedor OAuth. Este irá gerar uma chave secreta, que você utilizará no futuro:inserir a descrição da imagem aqui
  • Usuário se conecta à sua aplicação web. Sem sessão ativa, você oferece uma página contendo uma lista de provedores OAuth que o usário pode utilizar. O usuário seleciona, por exemplo, Google.
  • O browser é redirecionado para o provedor OAuth2 do Google, junto com uma URL de retorno válida (previamente cadastrada - na imagem acima, http://localhost foi utilizada).
  • Usuário se autentica.
  • Google redireciona de volta, junto com um token de requisição.
  • O seu servidor recebe uma requisição do browser que contém o token de requisição - algo como http://localhost/?token=1234567.
  • O servidor estabelece uma conexão direta para o back-end OAuth do Google, passando tanto o token recebido quanto sua chave secreta (por exemplo, https://oauth.google.com/validate/?token=1234567&secret-key=abcdefgh.)
  • O provedor Oauth valida se token, chave secreta e URL de origem são válidos. Caso positivo, um payload é retornado contendo os dados do usuário (JSON: {'email': 'teste@gmail.com'}, por exemplo.)
  • Sua aplicação cria sua própria sessão, baseada nas informações retornadas pelo backend Oauth2 do Google.

Dois pontos importantes:

  • Sua aplicação web nunca recebe as credenciais (email + password) diretamente - estas são validadas nos servidores do Google.
  • Seu front-end nunca recebe a chave-secreta, já que esta deve ser utilizada apenas pelo back-end.
  • Fiz uma implementação aqui, usando uma lib para logar no google, mas ele dá um erro por causa da minha URL de redirecionamento q está apontando para uma pagina no localhost, url: http://localhost/oauth2-exemplo-google/restrito.php. A descrição do erro eh redirect_uri_mismatch. Como eu posso testar em localhost? – gato 12/06/17 às 21:37
  • @gato //localhost é um endereço válido. Talvez o protocolo esteja diferente (https ao invés de http, por exemplo.) – OnoSendai 13/06/17 às 21:59
  • Eu estava apontando para a pagina errada :P. E tive q trocar oauth2-exemplo-google/restrito.php por oauth2-exemplo-google/restrito/, e funcionou. – gato 13/06/17 às 22:26

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.