1

Estou começando na programação, tenho certa dificuldade em ler códigos até mesmo os meus depois de um tempo.

fui da uma pesquisada sobre legibilidade e me deparei com o termo "gambiarra". isso me levantou uma questão.

o que exatamente define uma gambiarra e como evitar criar uma?

códigos como esse no qual eu estava escrevendo e acabei me perdendo podem ser considerados gambiarras?

class Skeleton:
def __init__(self, names_list, delimiters=",. /*"):
    self.deimiters = [char for char in delimiters]
    self.__items = {}

    for name in names_list:
        replaced_name = name
        for delimiter_char in self.deimiters:
            replaced_name = replaced_name.replace(delimiter_char, " ")
        tokens = replaced_name.split()
        for i in range(len(tokens)):
            key = " ".join(tokens[:i + 1])
            if key in self.__items:
                item = self.__items[key]
                if name not in item["shapes"]:
                    item["shapes"].append(name)
            else:
                self.__items[key] = {}
                item = self.__items[key]
                item["shapes"] = []
                item["shapes"].append(name)
6
  • Algo em específico?
    – Maniero
    9/06/17 às 14:23
  • 4
    Gambiarra == solução inadequada (de difícil manutenção ou de alto custo) que resolve o problema em curto prazo.
    – rray
    9/06/17 às 14:23
  • 3
    Na minha opinião o conceito de gambiarra é muito relativo, gambiarra não tem a ver legibilidade, vc pode fazer uma gambiarra altamente legivel, eheheh! Gambiarra é qdo vc escolhe um caminho, mesmo que duvidoso ou arriscado, somente pq vai te dar um resultado mais rápido e vai resolver o problema no prazo imediato. Por ex. vc faz um "webscraping" em um site, mesmo tendo uma API disponível, só pq considera que trabalhar com a API vai demandar mais tempo e trabalho.
    – Sidon
    9/06/17 às 14:40
  • Mas as vezes vc é quase que obrigado a fazer a gambiarra, considere que vc não esteja encontrando a API que atenda o que vc precisa. Posso citar como exemplo o caso no nosso colega Gabriel.
    – Sidon
    9/06/17 às 14:43
  • 1
    Humm, então seria uma solução não tão eficiente ou extensível quanto deveria ser mas que é rápida de escrever.. 9/06/17 às 14:49
1

Gambiarra pode ter várias interpretações, mas nunca é a melhor solução definitiva. Pode ser algo provisório, mas não permanente.

Se tratando de Python, acho que a filosofia dele é um ótimo ponto de partida para entender o que talvez seja uma gambiarra e como fazer um ótimo código:

Belo é melhor que feio.
Explícito é melhor que implícito.
Simples é melhor que complexo.
Complexo é melhor que complicado.
Plano é melhor que aninhado.
Esparso é melhor que denso.
Legibilidade conta.
Casos especiais não são especiais o suficiente para violar as regras.
Embora praticidade vença pureza.
Erros não devem passar silenciosamente.
A não ser que sejam explicitamente silenciados.
Em caso de ambiguidade, resista à tentação de adivinhar.
Deve haver um - e somente um - jeito óbvio de fazer.
Embora tal jeito não seja tão óbvio no à primeira vista a não ser que você seja holandês.
Agora é melhor que nunca.
Embora nunca é frequentemente melhor que exatamente agora.
Se a implementação é difícil de explicar, a ideia é ruim.
Se a implementação é fácil de explicar, talvez a ideia seja boa.
Espaços de nomes são uma ideia estupenda - vamos fazer mais deles!

1

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.