1

Eu tenho um problema e estou a procura da melhor maneira de resolver.

Eu tenho valores de Min e Max que vem de um banco de dados: Ex:

 id      Min    Max
 1        5     10
 2       20     25
 3       60     90 
 4       91     99

Caso for inserir um novo Min e Max ele não deve se sobrepor sobre um range que já foi definido ex: de 11-19 é permitido, de 24-50 não pq isso entraria no range do 20-25.

Alguma ideia de como resolver algo deste gênero?

  • 1
    Java e javascript? Não é problema resolvido com uma query? – user28595 4/06/17 às 21:33
  • Poderia reformular sua pergunta? – Luiz Lanza 4/06/17 às 21:38
  • Bem vindo ao Stack Overflow, Ricardo! Por favor inclua o seu código na pergunta para que a comunidade possa te ajudar melhor! Faça o tour para entender melhor como o site funciona, e veja aqui como melhorar suas perguntas! – Daniel 4/06/17 às 22:10
  • Olá Ricardo! Queres fazer isso no servidor com SLQ? ou no browser? esses novos range vêm de onde? – Sergio 5/06/17 às 3:00
3

Vamos dividir seu problema em partes:

  1. Evitar inserir um valor caso alguma condição aconteça
  2. Identificar existência de interseção em intervalos de números reais

Assim, podemos tratar de maneira independente cada ponto de maneira independente.

Inserção condicionada

Uma inserção condicionada é um insert com uma cláusula condicional; eu já vi insert-select sendo usado para esse fim, condicionando a inserção à cláusula where, join ou coisas similares do select ou de uma CTE. Retirando essas alternativas, não conheço outro jeito de fazer uma inserção condicionada usando apenas DML. Como você não especificou SGBD, não vou aqui usar nenhuma trigger ou procedure para essa inserção.

Uma inserção com condicional é semelhante à inserção com valores mas, no lugar de especificar uma tupla com valores a serem inseridos, o retorno de uma consulta será inserido.

Por exemplo, imagine um relatório que depende de uma consulta muito pesada. Para não executar a consulta várias vezes, armazene seu resultado em uma tabela:

INSERT INTO relatorio_bacana (mes_inicio, mes_fim, total)
SELECT
    '03' AS mes_inicio,
    '04' AS mes_fim,
    sum(d.vr) AS total
FROM
    dados d
WHERE
    '03' <= d.mes AND
    d.mes < '04'

De grosso modo, isso é uma inserção com seleção. Note que foi colocada uma condicional na seleção: a coluna `mes precisa estar entre os meses de início e de fim. Note que é possível diminuir a verbosidade de termos constantes inseridos: não precisamos escrever duas vezes o mês de início, nem tampouco duas vezes o mês de fim; podemos escrever cada um apenas uma vez, usando uma CTE.

WITH q AS (
    SELECT
        '03' AS mes_inicio,
        '04' AS mes_fim
)
INSERT INTO relatorio_bacana (mes_inicio, mes_fim, total)
SELECT
    q.mes_inicio AS mes_inicio,
    q.mes_fim AS mes_fim,
    sum(d.vr) AS total
FROM
    dados d, q
WHERE
    q.mes_inicio <= d.mes AND
    d.mes < q.mes_fim

Detecção de interseção entre intervalos

Existem 7 relações possível entre dois intervalos:

  1. Idênticos:

    <--->
    <--->
    
  2. O primeiro contém o segundo de maneira própria:

    <----------->
         <----->
    
  3. O primeiro está contido no segundo de maneira própria:

          <--->
    <---------->
    
  4. Interseção no começo do primeiro:

          <----->
    <------->
    
  5. Interseção no final do primeiro:

    <------>
          <------->
    
  6. Sem interseção, estritamente menor:

     <--->
                   <----->
    
  7. Sem interseção, estritamente maior:

                      <--->
    <--->
    

Como estamos trabalhando com intervalos fechados (foi esse o meu entendimento da pergunta), basta apenas que uma das extremidades coincida para que haja caso de pertinência (menor com menor/maior com maior) ou interseção parcial (menor com maior/maior com menor). Caso se misturasse a abertura das extremidades, aí precisaria de maior cuidado.

Seja m o valor menor do intervalo e M o valor maior do intervalo. Seja m1 e M1 relativos ao primeiro intervalo, e analogamente m2 e M2 para o segundo.

Se m1 está em (m2,M2) temos então um caso de pertinência própria (3) ou de interseção no começo do intervalo (4). Como não nos interessa saber qual o tipo de relação há entre os dois intervalos, isso basta.

Se m2 está em (m1,M1) temos então um caso de pertinência própria (2) ou interseção no final do intervalo (5).

A consideração com intervalos fechados garante os casos extremos de interseções e de igualdade dos intervalos. Portanto, temos que, para haver alguma forma de interseção (casos 1 ao 5 das 7 relações possíveis), a seguinte relação precisa ser satisfeita:

/* m1 dentro de [m2,M2] para casos 1,3,4 */
(m2 <= m1 E m1 <= M2)

    OU

/* m2 dentro de [m1,M1] para casos 1,2,5 */
(m1 <= m2 E m2 <= M1)

Em sql, caso a tabela seja chamada de tabela:

SELECT
    t1.id,
    t2.id
FROM
    tabela t1,
    tabela t2
WHERE
    (t2.min <= t1.min AND t1.min <= t2.max)
         OR
    (t1.min <= t2.min AND t2.min <= t1.max)

Assim, para cada interseção existente na tabela tabela, serão impressos os ids das linhas que geraram essa interseção.

Juntando tudo

Queremos inserir uma nova linha apenas se ela não tiver interseção com outra previamente existente (considerando o id auto gerado):

WITH novos_dados AS (
    SELECT
        11 AS min,
        19 AS max
)
INSERT INTO tabela (min, max)
SELECT
     n.min,
     n.max
 FROM
     novos_dados n
 WHERE NOT EXISTS (
      SELECT
          1
      FROM
           tabela t
      WHERE
          (t.min <= n.min AND n.min <= t.max)
               OR
          (n.min <= t.min AND t.min <= n.max)
 )

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.