2

Eu tenho o costume de criar métodos dessa maneira no Ruby:

class MinhaClasse

  def metodo
    # meu método
  end

end

Mas às vezes encontramos por aí a criação direta de um bloco de código na classe:

class MinhaClasse

  bloco do
    # meu bloco
  end

end

Pra que serve isso? Qual a diferença disso e da criação de um método? Quando e por que deve ser usado?

3
class MinhaClasse
  def metodo
    # meu método
  end
end

O que está acontecendo aqui é bem simple: Você está criando um método de instancia na classe MinhaClasse. Nada fora do usual.

class MinhaClasse
  outro_metodo
end

Já quando você escreve isso, está chamando o método outro_metodo no objeto self do contexto. No caso, o self dentro do escopo da classe é a própria classe. Isso é equivalente a fazer MinhaClasse.outro_metodo.

Esse método poderia ter sido definido assim:

def MinhaClasse.outro_metodo
  # código
end

Ou assim, de forma equivalente:

class MinhaClasse
  def self.outro_metodo
    # código
  end
end

Claro, como qualquer outra invocação de método, você pode passar um bloco, e a implementação pode fazer o que quiser com o bloco, inclusive definir um método de instancia usando o bloco passado como a implementação dele. Algo assim:

class MinhaClasse
  def self.criar_metodo(&bloco)
    define_method(:metodo, &bloco)
  end

  criar_metodo do
    puts "oi!"
  end
end

obj = MinhaClasse.new
obj.metodo #=> "oi!"

Aqui usei o define_method, que é um método da classe Class para definir métodos a partir de um bloco. Pode-se até argumentar que def metodo(a, b) ... end seja um mero açúcar sintático para define_method(:metodo) do |a, b| ... end.

Quanto ao uso, metaprogramação! Isso permite que você crie sintaxes com comportamento "especial", e faça a linguagem se comportar como você quiser. Por exemplo:

class MyButton < Button
  on :click do
    puts "Me clicou!"
  end
end

Que poderia ser implementado como:

def Button.on(event, &handler)
  @@callbacks ||= {}
  @@callbacks[event] ||= []
  @@callbacks[event] << handler
end

Ou mesmo:

def Button.on(event, &handler)
  define_method("on_" + event, &handler)
end
  • Boa explicação. Sanou minhas dúvidas. Obrigado! – user7261 11/06/14 às 16:05

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy