1

Tenho dois conjuntos de dados formados da seguinte maneira:

A= {id1: 0.3, id2: 0.1, id3: 0.3 ... idn: 0.2}

B= {id1: 0.01, id2: 0.04, id3: 0.75 ... idn: 0.9}

Utilizei a função ggplot do R para plotar os valores de densidades no mesmo gráfico, ficando assim:

inserir a descrição da imagem aqui

Gostaria de saber quais sãos os id's que estão nos picos de cada densidade. Por exemplo, quais são os id's que estão no pico (em vermelho) de cada densidade? inserir a descrição da imagem aqui

Gostaria de saber se os id's são diferentes ou iguais nos picos, ou seja, nos valores de alta densidade.

  • Que linguagem: Python ou R? – Woss 26/05/17 às 21:19
  • Estou usando R, mas a solução de como fazer isso pode ser em R ou Python. – Fillipe 26/05/17 às 21:22
3

Você pode pegar os dados do gráfico gerado pelo ggplot2 ao pedir o print explicitamente.

Por exemplo, vamos gerar um histograma:

rm(list = ls())
library(ggplot2)
set.seed(10)
df <- data.frame(x = rnorm(10000))
grafico <- ggplot(df, aes(x = x)) + geom_density()
grafico

inserir a descrição da imagem aqui

Para pegar os dados do gráfico e assim saber qual o valor máximo peça o print explicitamente, salve os dados e veja o valor máximo da densidade:

dados_grafico <- print(grafico)$data[[1]]
dados_grafico[which.max(dados_grafico$density), c("x","density")]
             x   density
238 -0.1253751 0.3963933

Neste caso o máximo ocorre em x = -0.1253751 com densidade de 0.3963933.

  • Muito bom Carlos! A partir disso, como eu encontraria os id's? No caso, quem é id com densidade 0.3963933? Nesse seu conjunto de dados, não tem os id's para cada valor, mas considerando o meu, como funcionaria isso? – Fillipe 29/05/17 às 14:10
  • @Fillipe a densidade não vai ser de um id específico ainda mais com dados contínuos. O máximo que você pode ver são os id's que estão próximos de x = -0.1253, por exemplo. – Carlos Cinelli 29/05/17 às 19:42
  • Hmmm entendi! Como eu faço p ver os id's que estão próximos de x = -0.1253? Se eu fizer o histograma (sem densidade) eu consigo achar exatamente os valores de picos e seus id's, já que não são contínuos? – Fillipe 30/05/17 às 0:57
  • @Fillipe você pode pegar no data.frame os id's estão próximos de x = -0.1253 por uma pequena diferença. É mais ou menos a mesma ideia do histograma, para fazer o histograma você tem que definir intervalos da variável para calcular as frequências. – Carlos Cinelli 31/05/17 às 6:40
  • acha que se eu pegasse a frequência de cada valor e pegasse os que tem maiores frequência, daria a certo também ? – Fillipe 31/05/17 às 21:14

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.