2

Tenho uma planilha com 5000 linhas que precisa ser dividida em planilhas com 790 linhas no maximo. Como posso fazer isso??

  • Essas são planilhas de dados pura? Se for, posso sugerir converter para CSV e tratar com bash/shell script numa resposta. – Jefferson Quesado 26/05/17 às 2:31
  • 1
    São planilhas com dados de importacoes, nada muito fora do padrão. Queria alguma solução em python se possivel – Bene 26/05/17 às 2:37
  • Ok, eu posso fornecer a ideia geral e a implementação em bash; estou com uma preguiça honesta de usar Python nesse momento, mas a transformação deve ser muito fácil – Jefferson Quesado 26/05/17 às 2:40
  • 1
    Ok....como seria em bash? – Bene 26/05/17 às 2:41
  • 1
    Cara, obrigado pelo help e pelo bash tmb, ele vai ficar como alternativa ao python com certeza. – Bene 26/05/17 às 10:07
3

Tente usar a função readlines para manipulação de arquivos:

file = open('entrada.txt', 'r')
lines = file.readlines()
nfile = 0 # Numero para organizar os arquivos a serem criados, sera incrementado no loop for.
inicio = 0 # Inicio do trecho a ser escrito
fim = 0 # Fim do trecho
nlines = 790 # numero de linhas por arquivo 
rangeloop = len(lines)//nlines # numero de iterações a serem executadas no loop for
if len(lines) % nlines > 0: # Caso a conta nao dê exata, faz uma iteração a mais para escrever o que sobrou
    rangeloop += 1
for x in range(rangeloop):
    nfile += 1 
    fim += nlines
    arq = open("arq"+str(nfile)+".txt", 'w')
    arq.write(''.join(lines[inicio:fim]))
    inicio = fim
    arq.close()

Deu certo aqui, tente ai e me diga, qualquer duvida pode perguntar, está bem mal escrito porque fiz bem rapido.

  • 1
    O resultado será varios arquivos .txt com 790 linhas em cada, com exceção do ultimo que pode ter menos que 790 – Gabriel Belini 26/05/17 às 3:37
  • 1
    Não sei como são seus conhecimentos em Python, mas isso é um código bem mal formado, o correto seria vc fazer algumas alterações para permitir o usuário definir nome do arquivo de entrada, nome dos arquivos de saída, organizar aquelas declarações de variáveis, etc... Caso não saiba muito de Python, isso é muito simples, basta pesquisar no google que encontrará a resposta sem dificuldade. – Gabriel Belini 26/05/17 às 3:41
  • 1
    Opa.....vou testar sim, qq coisa te falo. Obrigado!!! – Bene 26/05/17 às 3:41
  • 1
    Era por isso que eu não queria responder em Python. Sabia que tinha um import antigravity que fazia isso, só não sabia qual – Jefferson Quesado 26/05/17 às 3:50
  • 1
    @gabrielbelini, eu dei a dica de sintaxe do seu código para Python. Por algum motivo, o highlght identificou a divisão inteira como comentário, o que me deixou confuso ao ler sua resposta a primeira vez – Jefferson Quesado 26/05/17 às 3:56
2

Observação: essa pergunta tem como objetivo uma resposta em Python, mas creio que essa resposta em bash possa trazer novos ares e, também, serve como curiosidade

Para fazer um tratamento textual adequado em bash, estou assumindo que a planilha foi exportada no para o formato CSV, onde cada linha da planilha termina com um \n no arquivo CSV.

A ideia é jogar um conjunto de linhas em arquivos distintos. Começando a contar da linha 0, o arquivo terminará na linha 4999. Assim, as linhas 0-789 ficaraim no primeiro arquivo, 790-1579 ficariam no segundo arquivo e assim por diante. Para identificar de qual arquivo a linha n pertence, basta fazer a divisão inteira e somar 1: (n / 790) + 1.

Então, vamos lá. Iremos ler do arquivo planilhao.csv e jogar nos arquivos planilhinha-I.csv, onde I é o índice do arquivo. Como dito anteriormente, a linha n entra no arquivo com índice I = (n / 790) + 1. Dadas as direções gerais da estratégia a ser seguida, vamos à construção do script.

A primeira parte da estratégia é identificar, para cada linha, qual seu número. O seguinte script faz essa leitura/atribuição de número:

# o número da linha é um inteiro
declare -i line_no=0

while read LINHA; do
    # esse echo aqui é só para demonstrar a associação entre a linha lida e o line_no
    echo "linha $line_no, conteúdo ($LINHA)"

    # incremento o número da linha
    line_no+=1
done

Para demonstrar o cálculo de I, considerando n_lines a quantidade de linhas máxima por arquivo:

# o número da linha é um inteiro
declare -i line_no=0

# número máximo de linhas por arquivo
n_lines=790

while read LINHA; do
    # cálculo do índice do arquivo
    index=$(( (line_no / n_lines) + 1 ))

    # esse echo aqui é só para demonstrar a associação entre o line_no e o index
    echo "linha $line_no, arquivo índice $index, conteúdo ($LINHA)"

    # incremento o número da linha
    line_no+=1
done

Então, sabendo o índice em que vai cada linha, podemos jogar a linha para o arquivo adequado:

# o número da linha é um inteiro
declare -i line_no=0

# número máximo de linhas por arquivo
n_lines=790

# prefixo do nome do arquivo
file_prefix=planilhinha

while read LINHA; do
    # cálculo do índice do arquivo
    index=$(( (line_no / n_lines) + 1 ))

    # nome do arquivo
    file_name="${file_prefix}-${index}.csv"

    # anexa a linha ao arqvuio 
    echo "$LINHA" >> "$file_name"

    # incremento o número da linha
    line_no+=1
done

Então, pronto. Coloque esse script num arquivo (separador_planilha.sh por exemplo) e envie para ele o arquivo que você deseja separar. O comando ficaria assim:

./separador_planilha.sh < planilhao.csv

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.