1

realloc realoca "negativamente" a memória? Quer dizer, se o tamanho original de um vetor for maior do que o valor passado na realocação, o vetor será reduzido?

Por exemplo, se eu faço isso:

char *exemplo = calloc(256, sizeof(char)); 
strcpy(exemplo, "Teste"); 
exemplo = realloc(exemplo, 3 * sizeof(char)); 
printf("%s\n", exemplo);

Por que continua imprimindo "Teste"? É como se o espaço alocado ainda permanecesse...

1
  • Nota: por definição sizeof (char) é 1. – pmg 22/05/17 às 8:12

2 Respostas 2

4

Em C o espaço que você reserva para os dasdos e como você efetivametne usa esses dados são duas coisas separadas.

COmo o sizeof(char) é sempre 1, você de fato, ao chamar o realloc deixou apenas 3 bytes reservados para o seu texto de exemplo - como você esperava.

Só que a função "printf" não sabe disso - ao buscar uma string para impressão, como o código de controle "%s" ela vai imprimir toda a string de destino até encontrar um caractére \x00. Se não houver nenhum antes do final da área alocada para a astrign pdem acotnecer uma de duas coisas: o seu programa termina com um segmentatin fault, ou, o pritnf consome dados de uma área de uma área em que podem estar sendo usados para outras coisas dentro do seu programa. Por concidencia, os bytes que você liberou com o realloc continuaram dentro de um segmento usado no seu programa e esses dados não foram usados por mais nada - então seu printf funcionou.

Mas a grande lição para se ter em memte é: em C não existe nenhum mecanismo automático que vai "parar" o acesso a memória e restringi-lo a areas que você alocou (seja com malloc, seja reservando as dimensões na declaração de variável) - você é responsável por saber que todas as funções chamadas pelo seu programa estão acessando areas de memória permitidas.

Se quiser verfificação automática de tamanhos de vetores, e etc, só vai encontrar isso em linguagens de mais algo nível - Java, Go, Pythn, RUby, etc... Em C, e C++ é você e a CPU.

1
  • Muito obrigado, vocês são demais! – MGM 22/05/17 às 13:36
3

Ao reduzires o espaço reservado para exemplo para 3 bytes, o conteúdo desses 3 bytes é 'T', 'e', 's' (nota especialmente a ausência de '\0'), ou seja, esse conteúdo deixou de der uma string.
Ao passares essa não string para printf() qualquer coisa pode acontecer: é Comportamento Não Definido.

Um exemplo desse comportamento é o programa fazer o que tu esperas ... excepto às sextas-feira de lua nova.

Experimenta

exemplo = realloc(exemplo, 3);
exemplo[2] = 0; // fazer uma string
printf("%s\n", exemplo);

ou

exemplo = realloc(exemplo, 3);
printf("%.3s\n", exemplo); // imprimir 3 caracteres excepto se houver um '\0' antes

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.