3

Deu-me um erro ao carregar dados do mysql.

Row size too large (> 8126). Changing some columns to TEXT or BLOB or using ROW_FORMAT=DYNAMIC or ROW_FORMAT=COMPRESSED may help. In current row format, BLOB prefix of 768 bytes is stored inline.

Alguém sabe que tipo de erro é este?

Voltou-me a dar o mesmo erro. Mas agora a solução que me deram não funciona. Tenho varios campos text, date, LongBlob.

Ocorre depois de executar este codigo:

$sqlupdate3 = "Update tb_detalhe_trabalhador SET
   Nome3='$Nome3',Funcao3='$Funcao3',
   MedicaValidade3='$MedicaValidade3',
   MedicaAnexo3='$MedicaAnexo3',
   EPISValidade3='$EPISValidade3',
   ProjectistaNumero3='$ProjectistaNumero3',
   ProjectistaValidade3='$ProjectistaValidade3',
   GasNumero3='$GasNumero3',
   GasValidade3='$GasValidade3',
   RedesNumero3='$RedesNumero3',
   RedesValidade3='$RedesValidade3',
   SoldadorNumero3='$SoldadorNumero3',
   SoldadorValidade3='$SoldadorValidade3',
   MecanicoNumero3='$MecanicoNumero3',
   MecanicoValidade3='$MecanicoValidade3',
   ClasSoldadorNumero3='$ClasSoldadorNumero3', 
   ClasSoldadorValidade3='$ClasSoldadorValidade3'
where id=$id ";

mysql_query($sqlupdate3) or die(mysql_error());

A minha Tabela tem muitos dados. Tá a ver esse update? Tem mais 10 vezes esse codigo. Dados tipo text, LongBlob, Date

  • Pois e agora necessito de ter a BD a funcionar correctamente s: QUal a forma de conseguir corrigir este problema por agora? – ChrisAdler 26/06/14 às 18:31
  • O ponto mais crítico, além do foco o contexto, é que precisa normalizar a base de dados.. Veja a resposta do @Zuul e as demais também. E sobre o foco da sua questão, a própria mensagem de erro do MySQL já sugere correções... – Daniel Omine 1/07/14 às 8:08
9
+100

As respostas já existentes endereçam correctamente o problema, mas eu penso que quando falamos em exceder os limites de uma linha na base-de-dados, estamos a lidar com o design da tabela em si.

O erro indica basicamente que a quantidade de dados é demasiado elevada para caber numa linha com a tua configuração actual. Ao invés de alterares toda a configuração que além de trabalhoso vai gerar problemas de performance no futuro, sugiro redesenhar a(s) tabela(s) para dividir a informação numa forma mais eficiente.


Exemplo

A tua estrutura actual indica-me que estás a guardar na tabela "tb_detalhe_trabalhador" todos os dados:

$sqlupdate3 = "
Update tb_detalhe_trabalhador SET
   Nome3 = '$Nome3',
   Funcao3 = '$Funcao3',
   MedicaValidade3 = '$MedicaValidade3',
   MedicaAnexo3 = '$MedicaAnexo3',
   EPISValidade3 = '$EPISValidade3',
   ProjectistaNumero3 = '$ProjectistaNumero3',
   ProjectistaValidade3 = '$ProjectistaValidade3',
   GasNumero3 = '$GasNumero3',
   GasValidade3 = '$GasValidade3',
   RedesNumero3 = '$RedesNumero3',
   RedesValidade3 = '$RedesValidade3',
   SoldadorNumero3 = '$SoldadorNumero3',
   SoldadorValidade3 = '$SoldadorValidade3',
   MecanicoNumero3 = '$MecanicoNumero3',
   MecanicoValidade3 = '$MecanicoValidade3',
   ClasSoldadorNumero3 = '$ClasSoldadorNumero3', 
   ClasSoldadorValidade3 = '$ClasSoldadorValidade3'
where id=$id ";

Os dados podem ser organizados (agrupados) em tabelas distintas, contribuindo assim para uma redução dos dados por linha:

Tabela tb_detalhe_trabalhador

CREATE TABLE IF NOT EXISTS `tb_detalhe_trabalhador` (
  `trabalhador_id` int(13) NOT NULL AUTO_INCREMENT COMMENT 'ID do trabalhador',
  `nome` varchar(255) NOT NULL COMMENT 'Nome do trabalhador',
  `funcao` varchar(255) NOT NULL COMMENT 'Função do trabalhador',
  PRIMARY KEY (`trabalhador_id`)
) ENGINE=MyISAM DEFAULT CHARSET=utf8 COMMENT='Detalhes dos trabalhadores' AUTO_INCREMENT=1 ;

Nesta tabela ficam guardados apenas os dados referentes ao trabalhador que são distintos, ou seja, que se relacionam entre si mas não se combinam com outros existentes.

Tabela tb_detalhe_trabalhador_medica

CREATE TABLE IF NOT EXISTS `tb_detalhe_trabalhador_medica` (
  `id` int(13) NOT NULL AUTO_INCREMENT COMMENT 'Id interno',
  `trabalhador_id` int(13) NOT NULL COMMENT 'O "trabalhador_id" da tabela "tb_detalhe_trabalhador"',
  `validade` date NOT NULL DEFAULT '0000-00-00' COMMENT 'Data de validade',
  `anexo` longblob NOT NULL COMMENT 'Documento',
  PRIMARY KEY (`id`)
) ENGINE=MyISAM DEFAULT CHARSET=utf8 COMMENT='Detalhes do trabalhador para médica' AUTO_INCREMENT=1 ;

Nesta tabela ficam unicamente guardados os dados referentes a médica do trabalhador.

A relação entre as tabelas é criada pelo campo trabalhador_id.

Nota:
O esquema indicado vai-se repetindo por cada grupo de dados que tens, ou seja, terias uma tabela para os dados de Soldador , de Redes, etc...

Desta forma não enfrentas problemas com os limites da linha na tua tabela e ficas com a informação mais "arrumadinha".


Inserção de Dados

Trabalhando com mais que uma tabela para guardar os dados, tens que inserir os mesmos de outra maneira, segue um exemplo:

  1. Inserir os dados da tabela principal

    $sql = "
    INSERT INTO tb_detalhe_trabalhador (nome, funcao) 
    VALUES ($Nome3, $Funcao3)";
    
    mysql_query($sql);
    
    $idTrabalhador = mysql_insert_id(); /* recolher ID que acabou de ser criado para
                                           utilizar ao inserir nas tabelas secundárias
                                           e assim criar a relação entre elas */
    
  2. Inserir os dados nas tabelas secundárias

    $sql = "
    INSERT INTO tb_detalhe_trabalhador_medica (id, trabalhador_id, `validade`, `anexo`)
    VALUES ($idTrabalhador, $MedicaValidade3, $MedicaAnexo3)";
    
    mysql_query($sql);
    

Verificações

Para que a inserção seja controlada, podes ir verificando o estado das coisas à medida que a mysql_query() vai sendo executada:

/* Preparar Dados
 */
$sqlTrabalhador = "
INSERT INTO tb_detalhe_trabalhador (nome, funcao) 
VALUES ($Nome3, $Funcao3)";

/* Inserir
 */
if (mysql_query($sqlTrabalhador)) {

  // recolhe ID do trabalhador
  $idTrabalhador = mysql_insert_id();

  /* Preparar Dados
   */
  $sqlTrabalhadorMedica = "
  INSERT INTO tb_detalhe_trabalhador_medica (id, trabalhador_id, `validade`, `anexo`)
  VALUES ($idTrabalhador, $MedicaValidade3, $MedicaAnexo3)";

  if (mysql_query($sqlTrabalhadorMedica)) {
    // restantes inserções para as outras tabelas continuam aqui...
  }
  else {
    echo "Ocorreu um erro ao inserir os dados para Médica";
  }
}
else {
  echo "Ocorreu um erro ao inserir os detalhes do trabalhador";
}
4

Referência: https://stackoverflow.com/questions/15585602/change-limit-for-mysql-row-size-too-large

Referência 2: http://docs.oracle.com/cd/E17952_01/refman-5.5-en/innodb-compression-usage.html


Você pode querer dar uma olhada neste artigo que explica muito sobre tamanhos de linhas MySQL. É importante notar que, mesmo se você usar campos TEXT ou BLOB, o tamanho da linha pode ainda ser menor 8K (limite para InnoDB), porque ele armazena os primeiros 768 bytes de cada linha de campo na página.

A maneira mais simples de corrigir isso é usar o formato de arquivo Barracuda com InnoDB. Isso basicamente se livra do problema por completo, apenas armazenar o ponteiro de 20 bytes para os dados de texto em vez de armazenar os abetos 768 bytes.

1 - Adicionando seguinte ao my.cnf arquivo com [mysqld] seção.

innodb_file_per_table
innodb_file_format = Barracuda

2 - ALTER na tabela para usar ROW_FORMAT=COMPRESSED.

ALTER TABLE nome_tabela
    ENGINE=InnoDB
    ROW_FORMAT=COMPRESSED 
    KEY_BLOCK_SIZE=8;
  • Não há forma de alterar apenas os 768 bytes? – ChrisAdler 9/06/14 às 17:08
  • Acrescentando mais bytes? – ChrisAdler 9/06/14 às 17:17
  • @user3253195, conheço apenas esta forma. Add mais um link da documentação com uma explicação legal sobre o assunto. – LeoFelipe 9/06/14 às 17:29
  • Obrigado, assim numa forma rapida como posso alterar a minha tabela? Alterar o my.cnf e o 2 não entendi – ChrisAdler 9/06/14 às 17:33
  • Sim exatamente como descrevi. Altere o my.cnf e também altere a sua tabela como no segundo passo é descrito. – LeoFelipe 9/06/14 às 18:04
4

As possíveis respostas para sua dúvida são bastante complexas e técnicas porque elas variam pelo próprio formato de arquivo InnoDB. Hoje em dia existem dois formatos chamados Antelope e Barracuda.

O arquivo central de tabelamento (ibdata1) é sempre no formato Antelope. Se você usar o modo file-per-table você pode criar arquivos individuais que podem usar o formato Barracuda simplesmente por setar innodb_file_format=Barracuda no arquivo my.cnf:

[mysqld]
innodb_file_per_table
innodb_file_format = Barracuda

Os pontos básicos principais de isso ocorrer são:

  • Uma página de 16KB de informações armazenadas em InnoDB deve conter no mínimo duas linhas de informações. Adicionalmente, cada página tem um cabeçalho e um rodapé contendo checksums, números de sequências de log e etc. Aqui é onde você obtém seu limite de um bit menor que 8KB por linha.

  • Dados de tipos de tamanhos fixos, como INTEGER, DATE, FLOAT e CHAR, são armazenados nesta página de dados primária e acrescidos ao tamanho limite.

  • Dados de tipos de tamanhos variáveis, como VARCHAR, TEXT e BLOB, são armazenados nas páginas de sobrecarga, então eles não contam totalmente para o limite total máximo da linha.

No formato Antelope até 768 bytes de cada coluna são armazenados na página de dados primária além de serem armazenados na página de sobrecarga.

O formato Barracuda suporta um formato dinâmico de linhas o que permite a ele armazenar somente um ponteiro de 20-bytes na página de dados primária.

  • Dados de tipos de tamanho variáveis são, também, prefixados por 1 ou mais bytes para codificar seus comprimentos. E o formato de linhas do InnoDB também possui um array dos offsets de campos. A estrutura interna é mais ou menos documentada no wiki deles.

O formato Barracuda também suporta o ROW_FORMAT=COMPRESSED para aumentar ainda mais a eficiência para armazenamento de informações de sobrecarga.

Minhas sugestão é na direção de você checar a modelagem do seu banco ou pelo menos dessa tabela pois dificilmente se excede o limite máximo das linhas se tabela estiver bem modeladas. Esse problema é um forte indício de que você esteja violando a condição dos grupos de repetição da Primeira Forma Normal.

Um workaround seria proceder com a alteração do my.cnf conforme acima e alterar a estrutura da tabela passando a usar o ROW_FORMAT=COMPRESSED:

ALTER TABLE tabela
    ENGINE=InnoDB
    ROW_FORMAT=COMPRESSED 
    KEY_BLOCK_SIZE=8;

Resposta Original de Bill Karwin no Database Administrators da Stack Exchange.

Tradução, adaptação e complemento: Bruno Augusto (quem será ele?)

  • Uma possivel solução será dividir a tabela actual em 2 ou 3 ? – ChrisAdler 26/06/14 às 17:46
  • 2
    Dividir em tantas quantas forem necessárias para normalização. Sem conhecer sua aplicação eu poderia dizer que você precisaria de uma tabela para os dados dos trabalhadores, outra para os... dados de validade? (não sei o que isso representa) e uma terceira para relacionar ambas as tabelas. – Bruno Augusto 26/06/14 às 17:55
  • mas se criar 16 tabelas para cada trabalhador ja ajudava.. Não consigo é relacionar as mesma – ChrisAdler 26/06/14 às 17:59
  • Uma explicação rápida e grosseira: As tabelas de trabalhadores e de "validade" t~em (ou teriam) um ID primário, certo? Essa terceira tabela teria no mínimo duas colunas, uma para se relacionar com o ID primário de cada tabela. Na hora de selecionar os ados, você faria uma JOIN. – Bruno Augusto 26/06/14 às 18:04
  • 1
    +1 para a menção à remodelagem. A implementação atual tende a atingir uma limitação física da plataforma. Remodelagem e normalização irão garantir funcionamento, estabilidade e escalabilidade. – OnoSendai 26/06/14 às 19:38
0

No meu caso, o que fiz para resolver este problema foi alterar a tabela assim:

Set oRSw = abredb.Execute("ALTER TABLE nome_tabela ENGINE=MyISAM ;")
Set oRSw = nothing
  • 2
    Podes explicar porque de que maneira esta resposta ajuda/resolve o que foi perguntado? – Sergio 16/01/16 às 14:52
0

I could update change my engine from MyISAM to InnoDB with this approach.

SET SESSION innodb_strict_mode=0;  
ALTER TABLE `tblHostQualityVisit` ENGINE = 'InnoDB';
SET SESSION innodb_strict_mode=1;  

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.