3

No código abaixo, liberar memória de B libera também de A?

int* A = new int[4]; 
int *B = A; 
delete[] B;
2

Sim, pois ambos os ponteiros apontam para a mesma região de memória..

Tenha em mente que o ponteiro apenas indica onde seus dados estão, apagar B não apaga A, apaga o conteúdo também apontado por A.

Após a alocação: inserir a descrição da imagem aqui Após a liberação da memória: inserir a descrição da imagem aqui

Observe também que A continua apontado para a região de memória, enquanto B após o delete aponta para uma região explicitamente inválida.

  • 4
    "Observe também que A continua apontado para a região de memória, enquanto B após o delete aponta para uma região explicitamente inválida." ??? A e B continuam iguais a apontando para a mesma região de memória, uma potencialmente inválida. – Guilherme Bernal 9/06/14 às 15:36
  • 1
    Obrigado pelo esclarecimento pessoal. – Giovani Raci Paganini 9/06/14 às 16:03
  • @GuilhermeBernal testei no Visual Studio e sugiro que faça isso também... a construção assembly gera a instrução mov dword ptr[B], 8123h que modifica o ponteiro B após a limpeza da memória call operator delete (0124108Ch) – Leonardo Bosquett 9/06/14 às 16:49
  • 3
    @LeonardoBosquett Errado. O que acontece é que se, após deletar a memória, você tentar ler denovo pelo mesmo ponteiro, pode obter uma leitura válida de um valor desconhecido por que a memória foi reutilizada. O que o visual studio faz, exclusivamente no modo de debug, é setar o ponteiro para um valor que indubitavelmente causará o crash (0x00008123). Assim você é avisado se fizer algo errado, em vez de ter um programa que aparentemente funciona. No entanto ele não nota a relação entre o B e o A e só seta o B. Isso é um extra do VS, não um comportamento correto do C++. Não se limite ao VS – Guilherme Bernal 9/06/14 às 18:15

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.