6

Qual a diferença e o impacto que cada uma dessas 3 declarações de vetor trazem para meu código?

int n; 
cin >> n;
int* arr = new int[n];

int n; 
cin >> n;
int arr[n];

int n;
cin >> n;
vector <int> arr(n);

2 Respostas 2

7

Os dois primeiros estão criando um array bruto, aquele que era usado em C. Em código idiomático C++ não se costuma usar esse tipo de array a não ser pra conversar com código C ou quem gosta de misturar duas linguagens diferentes.

Na prática, o primeiro está alocando memória no heap (new) e enquanto que o segundo está alocando memória no stack. Entenda a diferença em O que são e onde estão o "stack" e "heap"?.

O terceiro usa uma estrutura de dados típica do C++. Ela permite aumentar ou diminuir o números de elementos depois dela ter sido criada, e conta com métodos que facilitam não só estas operações como uma série de algoritmos e utilidades disponíveis na própria classe vector ou outros componentes da biblioteca padrão ou de terceiros que usem os protocolos adotados pelas estruturas comuns da biblioteca do C++. Deveria ser o preferido sempre que possível, até que se mostre necessário usar algo diferente.

Só a segunda funciona em C.

Pode ver mais em Diferença entre std::list, std::vector e std::array.

  • Não sei se é correto fazer essas afirmações sobre o heap e stack já que o padrão do C++ não garante isso. Olha as respostas deste outro tópico: stackoverflow.com/questions/6159968/… – Vinícius Ferreira 6/05/17 às 19:44
  • Estou dando uma resposta prática o que acontece na realidade em todos os compiladores hoje, no passado e é o que acontecerá no futuro a não ser que haja uma revolução que nunca ninguém cogitou, oque certamente trará um estardalhaço tão grande que que quase tudo o que foi dito antes será invalidado. Estou apenas considerando a remota hipótese. Na sua resposta também tem termos inadequados, mas nem por isso ela está errada ou confunde as pessoas para todos efeitos. Tem situação para dar resposta baseada na especificação, tem situação para explicar em linhas gerais. – Maniero 6/05/17 às 20:13
  • Lá nos comentários apontados estão falando o quanto é pedante se apegar a isso em algo tão simples. A diferença é que a resposta que você copiou não apareceu ninguém pedante para reclamar. – Maniero 6/05/17 às 20:13
  • Só deixando claro que não quis desmerecer sua resposta. Justamente por isso que eu disse que nem sabia se era correto fazer essas afirmações (em outras palavras, se é que a vale a pena se atentar à essas míseros detalhes). Perguntei mesmo por não ser um membro experiente e, assim, qualquer ensinamento é válido. – Vinícius Ferreira 6/05/17 às 21:24
  • Além de que a resposta não foi uma cópia pura e burra. Foi feita uma adaptação enxuta e dado os devidos créditos. – Vinícius Ferreira 6/05/17 às 21:39
5

Primeiramente, as informações fornecidas aqui foram retiradas desta resposta (em inglês) sobre o uso de arrays em C++. Vale a pena checar para informações mais completas.

Array Automática

int arr[n];

As arrays automáticas (arrays que normalmente ficam no stack) são criadas cada vez que o fluxo de controle passa pela linha de código onde ela foi definida. Ela é automaticamente desalocada quando o fluxo de controle alcança o fim do escopo onde ela foi criada.

Nota-se que a variável criada armazena o endereço para o primeiro elemento da array.

Edit: colocando a representação em ASCII.

                 +---+---+---+---+---+---+---+---+
                 |   |   |   |   |   |   |   |   |  
                 +---+---+---+---+---+---+---+---+
                   ^
                   |
                  arr

Array Dinâmica

int* arr = new int[n];

Array dinâmico não possuí nome, sendo assim, o único modo de acessa-lo é através do ponteiro. Em C++ eles são criados usando a sintaxe new T[size] (onde T é o tipo do array) que vai alocar o espaço necessário na memória e retornar um ponteiro para o primeiro elemento. Também pode ser chamado de array anônimo.

Eis uma representação em ASCII que descreve o funcionamento na memória, em tempo de execução, de um array dinâmico com 8 elementos.

                 +---+---+---+---+---+---+---+---+
(array anônima)  |   |   |   |   |   |   |   |   |  (new int[8])
                 +---+---+---+---+---+---+---+---+
                   ^
                   |
                   |
                 +-|-+
       int* arr  | | |                       
                 +---+

É importante ressaltar que após terminar de usar um array anônimo, ele deve ser desalocada para devolver a memória para o sistema operacional, caso contrário vai acontecer um vazamento de memória (memory leak).

delete[] arr;

Vector

A classe vector, que vem por padrão no C++ (veja STL), é uma alternativa à representação de array primitivo (como as duas anteriores). Ela vem com algumas funções extras, além de ser dinamicamente alocado, o que permite acrescentar ou remover elementos mesmo após ser declarada.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.