11

É comum ver, em códigos que usam jQuery, referências à seletores usando o $(). Só que já encontrei códigos usando jQuery() para fazer queries de seleção.

Qual a diferença entre eles? Posso usar qualquer um dos dois ou tem casos específicos para uso de cada um?

11

O jQuery atende por ambos os nomes.

Existem diversas bibliotecas que também utilizam o cifrão ($) como nome de alguma função principal, o que pode dar conflito com o jQuery. Chamar o jQuery pela função jQuery() deixa explícito que você se refere a essa biblioteca e não a outra como MooTools, por exemplo. O jQuery possui mecanismos para evitar conflito de nomes nesses casos, vide a resposta do Lucas Costa.

Na prática, você só precisa se preocupar com isso quando tiver que trabalhar com alguma biblioteca que também utilize o cifrão. Isso faz parte do dia-a-dia de muitos desenvolvedores, mas é provável que não seja o caso da maioria de nós.

7

$() é um alias para jQuery(). Muitas bibliotecas javascript usam $ como função ou nomes de variáveis assim como o jQuery faz.

Veja a referência de jQuery.noConflict()

7

Só completando a resposta do Lucas e do Renan, para ficar mais claro, basta verificar no código fonte da biblioteca:

define( [
    "../core"
], function( jQuery, noGlobal ) {

"use strict";

var

    // Map over jQuery in case of overwrite
    _jQuery = window.jQuery,

    // Map over the $ in case of overwrite
    _$ = window.$;

jQuery.noConflict = function( deep ) {
    if ( window.$ === jQuery ) {
        window.$ = _$;
    }

    if ( deep && window.jQuery === jQuery ) {
        window.jQuery = _jQuery;
    }

    return jQuery;
};

// Expose jQuery and $ identifiers, even in AMD
// (#7102#comment:10, https://github.com/jquery/jquery/pull/557)
// and CommonJS for browser emulators (#13566)
if ( !noGlobal ) {
    window.jQuery = window.$ = jQuery;
}

} );

Trecho de código retirado do arquivo /src/exports/global.js do repositório oficial do jQuery.

Este arquivo implementa a lógica de exportação das variáveis para o contexto global. Na maioria dos casos, para aplicações simples, o trecho de código que prevalecerá será:

window.jQuery = window.$ = jQuery;

Demonstrando a resposta do Lucas, em que $ é definido como alias para jQuery. O trecho de código anterior a esta linha tem como objetivo evitar o conflito com outras bibliotecas - perceba as variáveis _jQuery e _$.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.