5

Meu Visual Studio 2015 quando uso para debugar um projeto WEB C# MVC está com o seguinte consumo de RAM:

Consumo de RAM do Visual Studio 2015

Este consumo está normal? Meu computador fica muito lento quando tenho que testar alguma modificação em uma página.

  • 2
    Não tá normal mesmo, tá muito baixo. Fique feliz! Eu abri um projeto pra debuggar e tá em 1200MB. – LINQ 5/04/17 às 12:12
  • Se o seu está baixo o meu está com anemia, rodo com 75MB de RAM kkk – CypherPotato 8/04/17 às 5:09
  • No meu caso o que costumar travar qualquer aplicação é a leitura de disco chegar a 100%, então seu problema pode ser algum software que já esteja consumindo o disco (I/O) e o debugger do MSVC também consome o que ocasiona isto. – Guilherme Nascimento 18/04/17 às 3:59
14

Só isso? Eu diria que é pouco. Visual Studio, como todos os IDEs poderosos são devoradores de memória, provavelmente não há aplicação desktop que use tanta memória. Para usar bem recomendo 16GB de RAM e um bom SSD.

Em alguns casos extensões podem estar causando excesso de consumo. O Resharper é ótimo, mas devora recursos se estiver tudo ligado.

Claro que o problema pode ser outro. A pergunta não dá indicações claras que o VS é o problema. Um antivírus pode estar causando impacto em tudo o que o VS faz. É comum isto ocorrer. Pode haver outro problema em outro componente que só aparece quando o VS está ativo. Se eu abrir um monte de coisa mesmo com o VS usando pouca memória poderá começar fazer swap como louco.

  • Obrigado. Irei providenciar mais um pente de memória. – WitnessTruth 5/04/17 às 12:34
  • 16GB é demasiado para a maior parte dos projectos. A nao ser claro que trabalhe com várias instancias do visual studio abertas (mais de 3). É comum pensar que uma máquina de desenvolvimento consome muitos recursos, mas a verdade é que normalmente nao consome (Consumia muitos recursos sim há 30 anos atrás, mas isso era porque os recursos eram mais escassos). É claro se o projecto for megalomono (google) se calhar os 16GB sao necessários – Bruno Costa 14/04/17 às 9:55
  • Há 30 anos atrás só se rodava um software de cada vez, o sistema operacional ocupa alguns poucos KB e só o compilador era usado e os projetos eram minúsculos em comparação a hoje. O problema não é só o VS, é tudo o que roda junto, se ele rodasse sozinho na máquina e nada mais não precisaria disso tudo, mas ninguém roda só ele, nem é possível. – Maniero 14/04/17 às 10:41
3

Apenas para complementar o @bigown, pode ficar tranquilo, o seu ainda está baixo. Abri um projeto pequeno qualquer aqui e coloquei pra rodar (não estou debugando), e já passa dos 300 MB

inserir a descrição da imagem aqui

2

Milhares (talvez milhões) de desenvolvedores utilizam o Visual Studio todos os dias profissionalmente. Lentidão não é uma reclamação comum.

Se a depuração está lenta para você, as causas mais prováveis são:

  • Sua máquina é obsoleta. Infelizmente nem sempre temos os recursos físicos que gostaríamos.

  • O código da sua página é lento. 270 Megabytes de consumo de memória, em 2017, é pouco. Até o navegador que você utiliza para acessar o Stack Overflow deve consumir mais do que isso. Lentidão nem sempre é falta de memória - pode ser também um ou mais algoritmos precisando de otimizações. Ou pode ser que o que a página precisa fazer seja algo que realmente demore mesmo.

  • Sua página acessa um recurso para o qual a latência é alta. Isso pode acontecer se você acessar uma base de dados em outra máquina e o ping for alto.

  • O computador está ocupado com outras coisas. Veja a aba "Performance"/"Desempenho" do gerenciador de tarefas. Se o disco estiver em 100%, essa é a real causa da lentidão. Dica: se na aba detalhes você encontrar um programa de "telemetria" da Microsoft, feche. Nos últimos dois anos isso tem sido uma dor de cabeça pra muita gente, pois deixa seu disco no 100% por horas.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.