3

Como funciona as funções any e all em Python e quais são as diferenças entre elas?

Por acaso elas são funções equivalentes à Array.prototype.some e Array.prototype.every do Javascript?

5

Não sei o suficiente dos fundamentos de Javascript - mas superficialmente sim.

O "any" e "all" em Python são funções que recebem uma sequência ou um iterador e verificam a condição de verdade para cada elemento: assim que o primeiro elemento for verdadeiro, any retorna True - se não, percorre a sequência até o final e retorna False.

all faz o contrário - retorna False no primeiro elemento com valor falso (em Python, qualquer sequência ou mapping vazio, None, valor numérico 0, ou uma classe que implemente um método __bool__ customizado que retorne False) - e retorna True apenas se todos os elementos tem valor verdadeiro.

Podem ser usados diretamente com uma lista, iterável ou dicionário (no caso de dicionários, são avaliadas as chaves), mas o mais usual é que sejam usados com uma "generator expression" - isso é, uma expressão com um for inline que efetue alguma operação para cada elemento de uma sequência.

all(chr.isdigit() for chr in "313213882") por exemplo vai retornar True

A expressão que precede o for é equivalente ao corpo de uma função de callback, obrigatória em linguagens que não tem a construção sintática dos generator expressions. Em Python, se uma expressão com operadores começar a ficar complicada, basta fazer uma chamada de função no mesmo ponto (o exemplo dado chama um método). Pode-se definir uma função de callback com lambda ali, mas ela seria redundante - e teria o overhead da função ser recriada para cada elemento da sequência:

all((lambda chr: chr.isdigit())(chr) for chr in "313213882") - forma errada! :-)

Aproveitando para clarificar a diferença entre "generator expression" e "list comprehension":

São parecidos - "list comprehension" é quando usamos o mesmo tipo expressão entre colchetes ([e ]) - ai o for é executado imediatamente, e o resultado final é uma lista. Também existem os "set comprehension", que usam a mesma sintaxe e "dict comprehension" - quase a mesma sintaxe, mas tem que ter duas expressões separadas por ":" - uma para a chave, outra para o valor do dicionário.

Quando se limita a expressão com parenteses, ou, dependendo do uso, nem se limita ela (por exemplo, numa atribuição de variável) - o termo correto é "generator expression" - por que o resultado final é um "generator": um objeto que implementa o protocolo de iterável do Python, e que vai gerar um único elemento a cada vez que for iterado - isso é, for chamado seu método interno __next__, seja explicitamente, com a função next, ou implicitamente, num for.

Por exemplo, na chamada ao any e all, não precisamos de parenteses extras ou colchetes: essas funções recebem um iterável e o consomem (não necessariamente todo ele) - são generators. Usar os colchetes na chamada (e por tanto, uma list comprehension) vai dar o mesmo resultado final, mas o Python vai gerar todos os elementos da lista (e portanto, "resolver" a expressão entre colchetes) e chamar a função: all([chr.isdigit() for chr in "313213882"]). Não faça isso - além de potencialmente rodar a expressção pra elementos desnecessários, você está alocando a memória para tdos os elementos da sequência de uma vez, quando provavelmente só precisaria de um por vez.

  • Generator Expression? Eu pensei que o nome fosse List comphreension – Wallace Maxters 29/03/17 às 15:21
  • Aproveitei para clarificar a diferneça enre list-comprehension e generator-expressions. – jsbueno 30/03/17 às 15:16

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.