18

Tentei fazer dessa maneira:

else if (vCodUG === undefined)

e deu erro de:

Uncaught ReferenceError: vCodUG is not defined

erro no console

31

Ao invés de comparar valores

vCogUG == undefined

utilize o operador typeof:

typeof vCogUG === "undefined"

Exemplo:

if (typeof vCogUG === "undefined") {
    alert("vCogUG é undefined");  // Será mostrado
} else {
    alert("O valor de vCogUG é " + vCogUG); // Não será mostrado
}

var vCogUG = 3;

if (typeof vCogUG === "undefined") {
    alert("vCogUG é undefined"); // Não será mostrado
} else {
    alert("O valor de vCogUG é " + vCogUG); // Será mostrado
}
  • 2
    Deve-se utilizar o operador ===, pois é garantido que typeof sempre irá retornar uma string, tornando o código mais rápido. – Vinícius Gobbo A. de Oliveira 5/08/15 às 2:27
14

Use o operador typeof:

if (typeof nomeVar != 'undefined') {}
  • 5
    +1 por linkar pra documentação ;) – brasofilo 5/06/14 às 14:39
  • 2
    Deve-se utilizar o operador !==, pois é garantido que typeof sempre irá retornar uma string, tornando o código mais rápido. – Vinícius Gobbo A. de Oliveira 5/08/15 às 2:27
12

As respostas do LeoFilipe e do brandizzi estão corretas.

Existe no entanto uma alternativa que você pode utilizar para uma verificação similar:

var vCogUG;
vCogUG === undefined;

Se a variável vCogUG já existir e for acessível no escopo, ela não será sobrescrita. Caso contrário, terás uma variável com valor indefinido. Em ambos os casos, podes comparar da maneira como estava a fazer em seu código. Eu prefiro esta forma, pois assim comparamos o valor da variável com undefined, ao invés de comparar seu tipo com a string literal "undefined".

edição: O Gibson chamou a atenção para o fato de que, dependendo do contexto, você vai sim sobrescrever a variável. Isso ocorre com closures (veja o comentário dele). Se estiver dentro de um closure ou de uma função auto-invocada, é melhor recorrer ao typeof mesmo.

  • Essa é uma excelente maneira! Para mim, toda comparação com undefined deveria ser assim. O único problema é que nem sempre a variável foi declarada. O que força a usar os outros métodos. Aparentemente há muitos programadores JavaScript que gostam de uma emoçãozinha: "a variável existe? Não existe? Cenas para o próximo capítulo!" :P – brandizzi 5/06/14 às 18:25
  • Se a variável não foi declarada, você a declara logo acima daonde for verificar se está indefinida - É isso que proponho aqui ;) Experimente no console: var foo = 1; var foo; foo === undefined; – Renan 5/06/14 às 18:29
  • 4
    O problema dessa técnica é se a variável for herdada de um contexto léxico mais amplo (ex.: um closure). Exemplo no jsFiddle. Nesse caso ela sobrescreve sim a variável do contexto externo, e você acaba com um resultado diferente do teste via typeof (exemplo). – mgibsonbr 6/06/14 às 2:39
  • @mgibsonbr eu não sabia disso. Valeu! – Renan 6/06/14 às 15:13

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.