1

Gostaria de saber o motivo que os navegadores leem a mesma página (HTML, CSS e scripts) e o resultado apresentado é diferente em alguns casos.

2

Dentro do navegador, a parte responsável por ler e interpretar HTML e CSS é chamada de motor de renderização ou mecanismo de renderização (em inglês rendering engine), e existem vários mecanismos diferentes no mercado, por este motivo a página é apresentada diferentemente.

Pode-se dizer que o motor de renderização é um dos principais componentes do navegador, e alguns motores de renderização ficaram famosos e começaram a ser usados por mais de um navegador.

Por exemplo, o WebKit é utilizado pelo Safari (da Apple), e era utilizado pelo Opera e pelo Google Chrome até recentemente, quando foi trocado pelo Blink.

Há ainda os Interpretadores de JavaScript, cujo objetivo é interpretar e executar os códigos JavaScript da página, e que também são reutilizados por mais de um navegador, como o V8 do Google e o SpiderMonkey e o Rhino da Mozilla.

1

O facto de grande parte browsers adoptarem mecanismos de renderização diferentes, faz com que este se torne num dos principais motivos para que isto aconteça, vejamos por exemplo:

  • Nalguns navegadores por exemplo, as fontes de texto usadas, não são as mesmas, e as vezes isso pode até variar consoante o SO, no entanto quando não se especifica uma fonte, aí cabe ao navegador decidir.
  • Alguns navegadores levam mais tempo a implementar certos recursos, em comparação a outros.
  • As especificações são ambíguas, e podem ser interpretadas de diferentes formas pelos respectivos fornecedores desses navegadores - algo que tem reduzido graças ao HTML5.
  • Uso de diferentes recursos por parte dos codificadores web, exemplos pode-se ver o -webkit-* quando se usa o CSS.
  • Bugs

Ainda falando de motores, de todos os browsers actualmente existentes, creio que actualmente nenhum usa o mesmo motor, quer seja para o layout como para a execução de scripts.

Fora isso existem vários outros problemas que são de pura responsabilidade do codificador, ou quase isso:

  • Nem toda a gente que programa, segue as especificações da linguagem, isso aplica-se inclusive ao HTML - simples declarações como <!doctype *> ou ainda o shiv que chega mais como arranjo e por aí.
  • Uso de recursos instáveis dependendo do ambiente - aplicar estilos com js em vez de css.

E ainda vários outros dentre estes. Mas creio que o maior problema mesmo, está relacionado a estruturação do código HTML - semântica, esboço, etc - e do próprio CSS - propriedades -, fora isso, o resto é de menos penso eu.

Referências

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.