2

Como construir uma função que avalie se uma linha qualquer da matriz mat é igual ao vetor vec ambos no código abaixo:

set.seed(000)
mat <- matrix(rnorm(20),4,5)
vec <- c(1.3297993, -0.9285670,  0.7635935, -0.2992151,  0.4356833)
mat[3,]
vec
mat==vec

Além disso, como determinar se pelo menos um valor de vec está em mat?

Obs: Entendo que mat==vec deve ser igual TRUE, ou seja, mat-vec==0 se mat-vec<tol, onde tol = 1e-5.

0
1

A função all.equal dá o resultado que tu deseja. Eu não utilizei o mat do teu exemplo porque meu computador, mesmo com a semente ajustada, gera números aleatórios diferentes do teu. Por isso, criei uma nova matriz com valores bem determinados.

mat  <- matrix(1:50, ncol=5)
vec1 <- c(1, 2, 3, 4, 5)
vec2 <- c(1, 11, 21, 31, 41)
vec3 <- c(5, 15, 25, 35, 45)

which(apply(mat, 1, function(x) all.equal(x, vec1)) == "TRUE")
integer(0)
which(apply(mat, 1, function(x) all.equal(x, vec2)) == "TRUE")
[1] 1
which(apply(mat, 1, function(x) all.equal(x, vec3)) == "TRUE")
[1] 5

O que a função all.equal faz é comparar dois objetos no R para ver se eles são razoavelmente iguais. O bom desta função é que ela tem um argumento chamado tolerance (que eu utilizo abaixo) para resolver justamente o problema de tolerância que pode aparecer nas tuas simulações.

Utilizando o apply, eu consigo aplicar a função all.equal a todas as linhas da matriz, sem necessitar de um loop.

Segue abaixo uma sugestão de função para reproduzir este resultado:

linha <- function(matriz, vetor){
  aux <- which(apply(matriz, 1, function(matriz) all.equal(matriz, vetor, tolerance=1e-5)) == "TRUE")

  if (length(aux) > 0){
    resposta <- aux
  } else {
    resposta <- "nao existe"
  }

  return(resposta)
}

linha(mat, vec1)
[1] "nao existe"
linha(mat, vec2)
[1] 1
linha(mat, vec3)
[1] 5

Para descobrir se ao menos um elemento do vetor está na matriz, utilize um código similar a este acima, mas sem a função all.equal:

which(apply(mat, 1, function(x) x == vec1))
[1] 1
which(apply(mat, 1, function(x) x == vec2))
[1] 1 2 3 4 5
which(apply(mat, 1, function(x) x == vec3))
[1] 21 22 23 24 25

Assim tu vai saber exatamente quais as posições de mat que possuem elementos de vec.

1

Coma função abaixo você pode comparar ou as linhas ou colunas de uma matriz com um vetor, respeitado um nível de tolerância numérica. Se fun = all você compara todos os elementos do vetor. Se fun = any você verifica se ao menos um elemento do vetor é igual (respeitada a ordem):

search_vec <- function(mat, vec, dim = 1, tol = 1e-7, fun = all)
  which(apply(mat, dim, function(x) fun(abs(x - vec) < tol)))

Aplicando ao seu caso, procuramos o vetor vec nas linhas da matriz mat, comparando todos elementos. A função retorna linha 3 como resposta:

search_vec(mat, vec)
[1] 3

Um outro caso, suponha que alteremos o primeiro valor de vec. Se você buscar por todos os elementos iguais a resposta será vazia.

vec[1] <- 10
search_vec(mat, vec)
integer(0)

Mas se você pedir fun = any, a função verifica se ao menos um elemento é igual, e a resposta será linha 3:

search_vec(mat, vec, fun = any)
[1] 3

Outra situação, suponha que queiramos saber que linha contém -0.799009249. Nesse caso você também pode usar fun = any e a resposta é linha 4:

search_vec(mat, -0.799009249, fun = any)
[1] 4

Se você quiser buscar colunas, mude para dim = 2.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.