39

Sempre tenho visto em alguns frameworks que trabalham com REST ou com envio de dados em formato JSON numa requisição o uso da expressão payload.

  • O que significa esse nome em requisições HTTP?

  • O que é especificamente um payload? É um corpo de uma requisição em formato JSON?

Um exemplo do termo sendo usado pelo Google Chrome:

Exemplo 1:

Imagem do  Google Chrome indicando o nome Payload

Exemplo 2:

  • Payload em termos de hacking é um script que é injetado em um sistema através de alguma falha e depois é executado como uma espécie de administração remota. Só que acho que o termo que você procura é em outro contexto. – Antonio Alexandre 7/03/17 às 16:54
  • O nome formal e mais utilizado no contexto HTTP não é payload mas sim "body", em português "corpo". "Payload" por sua vez é bastante utilizado em message queueing. – Caffé 7/03/17 às 17:07
  • @Caffé não sei se é bem isso não, hein. Veja essa pergunta no SOEN – Wallace Maxters 7/03/17 às 17:09
  • 2
    @WallaceMaxters Esta resposta no SOEN linka a RFC ainda não aprovada. A especificação corrente é esta: w3.org/Protocols/rfc2616/rfc2616-sec5.html. A nova RFC chama "tudo" de payload, dividindo entre "payload header fieds" e "payload body"; o que é bacana porque os campos do cabeçalho também podem conter informação relevante de aplicação e não apenas dados de transporte. – Caffé 7/03/17 às 17:14
  • Sobre a segunda pergunta: sim, em HTTP o payload body pode ser um JSON, o que é bastante comum nas APIs REST atualmente. Mas também pode ser um XML, um dicionário chave-valor dos campos de um formulário HTML, o próprio HTML de uma página, ou qualquer outra coisa. Veja que o "payload header fields", por sua vez, embora também chamado de "payload" na futura RFC, não pode conter JSON, ou não deveria sob pena de causar uma bela bagunça no header e fugir do padrão e da proposta do header. – Caffé 7/03/17 às 17:31
38
+50

Seria o dado que realmente interessa sem metadados, sem o cabeçalho de transmissão ou outras informações acessórias usadas apenas como infraestrutura para transmitir o que importa. Então ele é o corpo da informação, é o que é útil de tudo o que está sendo transmitido.

A tradução literal "carga que paga" poderia ser chamada de "conteúdo que vale a pena".

O significado pode ser diferente em outros contextos, mesmo da computação.

Exemplo de pacote TCP (não achei um bom de HTTP, mas a ideia é parecida). O Data (verdinho) é o payload:

Pacote TCP

Em outra pergunta tem um diagrama mostrando as várias camadas de comunicação e todas possuem cabeçalhos que vão sendo adicionados em cada camada e a parte de "dados", que é o tal do payload. Se o payload for muito pequeno o overhead dos cabeçalhos de todas camadas se torna um fardo. Você pode ter algum controle sobre o tamanho do payload em camada alta, mas nas mais baixas o controle vai ficando menor, payloads muito grandes tendem ser fatiados antes de serem transmitidos.

O payload não tem formato de texto ou binário. O fato de ser JSON é apenas circunstancial. Em HTTP ele até é um texto por imposição do protocolo, mas pode ser o THML, CSS, JS, texto bruto, binário codificado em base64, etc.

14

Em termos gerais, o payload ("carga", em português) é o conteúdo enviado por um meio de transporte, ou carrier. Alguns exemplos:

  • O conteúdo HTML é o payload enviado via protocolo HTTP;
  • O conteúdo JSON é o payload enviado via protocolo HTTP a partir do endpoint REST*;
  • O conteúdo XML é o payload enviado via protocolo HTTP a partir do endpoint SOAP*.

Em algumas terminologias o carrier é também chamado de envelope.

*Apenas para fins de exemplo. Endpoints REST e SOAP podem gerar payloads em outros formatos.

  • 2
    Sob o ponto de vista do HTTP, o HTML (ou qualquer outra sequência de bytes transportada) seria o payload. Entretanto, sob o ponto de vista da aplicação como um todo, a estrutura do HTML, do JSON e do XML seriam carriers, enquanto que a carga transportada seriam os dados que estão representados e estruturados neste HTML, JSON ou XML. – Victor Stafusa 7/03/17 às 21:25
  • @VictorStafusa sim, exatamente - é uma questão do ponto de vista da camada consumidora. – OnoSendai 7/03/17 às 21:56
0

Payload em termos de protocolo é nada mais nada menos que seu conteúdo. Por exemplo o Payload de um protocolo IP pode ser o TCP. Ou seja, a grosso modo é aquilo que representa o dado a ser transportado pelo protocolo. Acontece o mesmo com o HTTP e o Json. E o payload apresentado dentro deste contexto é o que vai ser transportado no Json da request.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.