24

Estava lendo uma pouco sobre algoritmos e de repente citou o darwinismo, teoria evolucionista que explica o processo de evolução das espécies, referenciando algoritmos genéticos. Aí surgiram as seguintes questões:

O que são algoritmos genéticos? Qual relação existe com darwinismo?

19

Darwinismo

Começando a resposta com a frase clássica de Charles Darwin, que pode ser encontrada em seu livro "A Origem das Espécies" (1859):

Quanto melhor um indivíduo se adaptar ao seu meio ambiente, maior será sua chance de sobreviver e gerar descendentes.

Quando ouvimos falar em Darwinismo, já associamos logo a evolução, seleção natural, entre outras. A característica que mais distingue o darwinismo de todas as outras teorias é que a evolução é vista como uma função da mudança da população e não da mudança do indivíduo e é ai que entra o algoritmo genético, pois como o seu desenvolvimento, biólogos, físicos, matemáticos e cientista podem descrever processos evolucionários semelhantes à evolução da vida.

Pensando nas condições que um processo darwinista requer:

  • Reprodução: os agentes devem ser capazes de produzir cópias de si próprios e essas cópias devem ter igualmente a capacidade de se reproduzirem;
  • Hereditariedade: As cópias devem herdar as características dos originais;
  • Variação: Ocasionalmente, as cópias têm que ser imperfeitas (diversidade no interior da população);
  • Seleção Natural: Os indivíduos são selecionados pelo ambiente. A seleção natural destrói, e não cria. O problema da existência de um objetivo não surge da eliminação dos inaptos, e sim da origem dos aptos.

Em qualquer sistema onde ocorram essas características deverá ocorrer evolução.

Tendo essas conceitos em mente, podemos falar um pouco sobre o algoritmo genético em si.

Algoritmo genético

Definição:

Um algoritmo genético (AG) é uma técnica de busca utilizada na ciência da computação para achar soluções aproximadas em problemas de otimização e busca, fundamentado principalmente pelo americano John Henry Holland. Algoritmos genéticos são uma classe particular de algoritmos evolutivos que usam técnicas inspiradas pela biologia evolutiva como hereditariedade, mutação, seleção natural e recombinação (ou crossing over).

Fonte: Wikipédia

E o que isso quer dizer?

Pense nas "leis da natureza", os indivíduos de uma mesma população competem entre si, buscando principalmente a sobrevivência, seja na busca por alimentos ou reprodução. Os indivíduos mais aptos terão um maior número de descendentes. Os algoritmos genéticos simulam esses processos de sobrevivência e reprodução das populações.

Os algoritmos genéticos são métodos de otimização e busca, que foram inspirados nos mecanismos de evolução de populações de seres vivos. Eles seguem o princípio de seleção natural e sobrevivência do mais apto.

Otimização é a busca da melhor solução para um dado problema, consistindo em tentar várias soluções e utilizar a informação obtida neste processo de forma a encontrar soluções cada vez melhores.

Os algoritmos genéticos diferem dos métodos tradicionais de busca e otimização, principalmente em quatro aspectos:

  1. Trabalham com uma codificação do conjunto de parâmetros e não com os próprios parâmetros.

  2. Trabalham com uma população e não com um único ponto.

  3. Utilizam informações de custo ou recompensa e não derivadas ou outro conhecimento auxiliar.

  4. Utilizam regras de transição probabilísticas e não determinísticas.

função AlgoritmoGenético(população, função-objetivo) saídas: indivíduo
  entradas: população→ uma lista de indivíduos
            função-objetivo→ uma função que recebe um indivíduo e retorna um número real.
  repetir
     lista de pais := seleção(população, função-objetivo)
     população := reprodução(lista de pais)
  enquanto nenhuma condição de parada for atingida
  retorna o melhor indivíduo da população de acordo com a função-objetivo

Código do Wikipédia.

Algoritmos genéticos são muito eficientes para busca de soluções ótimas, ou aproximadamente ótimas em uma grande variedade de problemas, pois não impõem muitas das limitações encontradas nos métodos de busca tradicionais.

Funcionamento

Em 1975, HOLLAND, decompôs o funcionamento dos algoritmos genéticos nas seguintes etapas: inicialização, avaliação, seleção, cruzamento, mutação, atualização e finalização.

Basicamente, o que um algoritmo genético faz é criar uma população de possíveis respostas para o problema a ser tratado (inicialização) para depois submetê-la ao processo de evolução, constituído pelas seguintes etapas:

  • Avaliação: avalia-se a aptidão das soluções (indivíduos da população), é feita uma análise para que se estabeleça quão bem elas respondem ao problema proposto.

  • Seleção: indivíduos são selecionados para a reprodução. A probabilidade de uma dada solução i ser selecionada é proporcional à sua aptidão. Pode ser utilizado o método da roleta, elitismo, etc..

  • Cruzamento: características das soluções escolhidas são recombinadas, gerando novos indivíduos.

  • Mutação: características dos indivíduos resultantes do processo de reprodução são alteradas, acrescentando assim variedade à população.

  • Atualização: os indivíduos criados nesta geração são inseridos na população.

  • Finalização: verifica se as condições de encerramento da evolução foram atingidas, retornando para a etapa de avaliação em caso negativo e encerrando a execução em caso positivo.

inserir a descrição da imagem aqui

Por se tratar de uma técnica bastante difundida e geralmente oferecer bons resultados, os algoritmos genéticos são usados para solucionar diversos tipos de problemas, entre eles: Sistemas de classificação, escalonamento e grade horária.


Referências:

  • 3
    Muito boa resposta. :) Convém complementar que quando o artigo da Wikipedia diz que é uma técnica de "busca", significa que essencialmente os AG fazem uma espécie de busca em grafo similar à Hill Climbing (pág. 8): partem de um estado inicial (a população inicial dada) e geram os novos estados do grafo a partir do cruzamento, até chegar ao estado buscado. A mutação ajuda a evitar os máximos locais de forma similar aos "restarts" aleatórios no Hill Climbing. – Luiz Vieira 23/02/17 às 3:27
  • 1
    @LuizVieira, obrigada pelo complemento, muito bom =) – Taisbevalle 23/02/17 às 12:20
0

Um algoritmo genético (AG) é uma técnica de busca utilizada para achar soluções aproximadas em problemas de otimização e busca. (usam técnicas inspiradas pela biologia evolutiva como hereditariedade, mutação, seleção natural e recombinação)

Estes métodos estão sendo utilizados, cada vez mais, pela comunidade de inteligência artificial para obter modelos de inteligência computacional (Barreto 1997).

Já o Darwinismo é um conjunto de conceitos relacionados às ideias de Transmutação de espécies, seleção natural ou da evolução. Acredito que a relação entre AG e Darwinismo é que os AG's tomam como base os fundamentos do darwinismo para resolver problemas. (Evolução, teorias de seleção natural, etc)

Pelo que sei hoje em dia muita gente usa AG's para algoritmos de controle de bactérias, moléculas,...

  • 4
    Olá. Legal você participar e colaborar com o site, mas sua resposta tem alguns problemas. Parece que você está justapondo textos de diversas fontes sem citá-las. – bfavaretto 19/10/17 às 18:47
  • Obrigado por avisar, vou editar aqui. – YODA 19/10/17 às 18:51

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.