1

Em um trecho de código me foi sugerido o uso desses três membros afim de verificar se as propriedades de um objeto são Nullable.

p.PropertyType.IsGenericType && p.PropertyType.GetGenericTypeDefinition ( ) == typeof( Nullable<> ) ? Nullable.GetUnderlyingType ( p.PropertyType ) : p.PropertyType

Eu não consegui encontrar uma explicação satisfatória sobre esses membros, IsGenericType, GetGenericTypeDefinition e Nullable.GetUnderlyingType, não entendi muito bem o que eles retornam. A documentação não foi suficiente para meu entendimento.

Pergunta onde foi sugerida.

3

Tem informações sobre reflexão aqui no site.

Os tipos em código rodando no .NET possuem metadados diversos sobre sua composição emitidos pelo compilador.

Você consegue acessar essas dados partindo do método GetType() ou operador typeof que retornará um objeto Type.

Uma das propriedades deste objeto é IsGenericType que como o próprio nome indica é um booleano dizendo se o tipo que você está verificando é genérico ou não. Se ele não for genérico é óbvio que ele não é um tipo anulável já que todo tipo anulável precisa estar contido dentro do objeto Nullable e encerra devido ao short-circuit.

Se ele for genérico passa para a próxima onde ele verifica especificamente se o método GetGenericTypeDefinition() retorna o mesmo tipo que o Nullable, indicando que o tipo é anulável.

Se não for um tipo anulável então você pode pegar o tipo deste objeto que ele é o que deseja.

Mas se o tipo é anulável você deve pegar o tipo que está dentro do objeto Nullable. Isto é feito com o método GetUnderlyingType(). Podemos traduzir o underlying como "por baixo dos panos". Então o que será pego é o tipo genérico do Nullable.

Bem simplificadamente o tipo Nullable é algo assim:

struct Nullable<T> when T : struct {
    bool HasValue; //determina se esse objeto é nulo ou não
    T value; //é o objeto que lhe interessa de fato
    //tem mais um monte de coisa aqui, inclusive o método GetUnderlyingType()
}

O que você deseja colocar no DataTable é esse value aí. Você tem que configurar o DataTable com o tipo dele e não com o tipo Nullable.

using static System.Console;
using System.Collections.Generic;
using System;

public class Program {
    public static void Main() {
        WriteLine(typeof(Nullable).Name);
        WriteLine(typeof(Nullable<>).Name);
        int? nInt = 0;
        decimal? nDecimal = 0M;
        List<int> lInt = new List<int>();
        int xInt = 1;
        string xString = "";
        decimal xDecimal = 2M;
        Dictionary<string, int> dStingInt = new Dictionary<string, int>();
        PrintObject<int?>(nInt);
        PrintObject<decimal?>(nDecimal);
        PrintObject<List<int>>(lInt);
        PrintObject<int>(xInt);
        PrintObject<string>(xString);
        PrintObject<decimal>(xDecimal);
        PrintObject<Dictionary<string, int>>(dStingInt);
    }
    private static void PrintObject<T>(T obj) {
        var type = typeof(T); 
        var generic = type.IsGenericType;
        var nullable = generic && type.GetGenericTypeDefinition() == typeof(Nullable<>);
        WriteLine($"{type.Name} - {type.IsGenericType} - {(generic ? type.GetGenericTypeDefinition().Name : (""))} - {(nullable ? Nullable.GetUnderlyingType(type).Name : (""))} - {type.Name}\n");
    }
}

Veja funcionando no .NET Fiddle. E no Coding Ground. Também coloquei no GitHub para referência futura.

  • Deixa eu aplicar algumas situações para tentar entender melhor. IsGenericType retorna true se o tipo que ele está analizando for algo como int?, decimal?, List<int>, etc. E retorna false case o tipo seja int, string, decimal, etc. Já GetGenericTypeDefinition retorna o tipo genérico "base" usado para criar o tipo final, ou seja, para Dictionary<string, int> ele retorna Dictionary<TKey,TValue>. Comparando com C++, eu dou o tipo genérico e ele me devolve o template. Seria isso? – Matheus Saraiva 19/02/17 às 13:24
  • Qual a diferença entre typeof(Nullable) e typeof(Nullable<>). Encontrei alguns exemplos que usam a primeira forma. – Matheus Saraiva 19/02/17 às 13:25
  • 1
    A primeira está correta. A segunda está quase correta, na verdade o nome sofre um mangling e internamente o nome é diferente do que você conhece. C++ não tem mecanismo prontos que faça isto, então não dá para comparar. Note que tudo isto são apenas informações simples. Sem usar <> pega o tipo sem considerar a genericidade, e com <> pega o tipo genérico, como pode ser observado no que eu fiz na resposta. – Maniero 19/02/17 às 14:35
  • Entendido. Na verdade quando eu citei C++, eu apenas quis exemplificar como seria se C++ tivesse algo parecido. – Matheus Saraiva 20/02/17 às 12:31

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.