0

Preciso chamar via CreateProcess() ou outra função do windows um processo e vincular a um processo já existente, é possível?

obrigado!

  • Especifique melhor o que está querendo, tente por um exemplo. – Maniero 14/02/17 às 14:37
  • Um programa x está executando no windows, quero via outro programa, identificar esse processo (essa parte já fiz) e criar um outro processo (chamar outro programa) vinculado como sub-processo ao programa que eu identifiquei anteriormente. No linux usa-se o comando Fork() para atribuir um subprocesso a um processo já rodando. Gostaria de fazer algo semelhante no windows. – Rafael Colvara 15/02/17 às 14:10
  • O que consegui foi criar um sub-processo do programa que estou executando, mas nao consegui criar um subprocesso de um outro programa (processo). – Rafael Colvara 15/02/17 às 14:11
  • Como se faz isso no Linux? Que eu saiba, fork() só cria processos filhos do processo que o invoca, nunca de um terceiro processo. Como é que um terceiro processo, que não sabe que ganhou um filho, seria capaz de coletá-lo quando terminar (via waitpid() e aliados)? – Wtrmute 15/02/17 às 17:52
  • é verdade @Wtrmute o fork() cria somente filho dele mesmo. Mas minha indagação é justamente essa, é possivel criar um processo e vincular a um terceiro? – Rafael Colvara 16/02/17 às 10:44
0

Infelizmente, não. A CreateProcess() (bem como a fork() em Unix) criam processos ligados ao processo que os criou (por exemplo, é a ele que eles reportam status de saída, é dele que eles herdam as variáveis de ambiente, etc.). Um terceiro processo não saberia que teve um filho criado por outrem para receber o status de saída ou coisa que o valha.

Se você precisa criar um processo que se comunique com outro, já existente, o Windows tem várias opções de Comunicação Interprocessual (IPC, na sigla em inglês) que você pode tentar usar. Mas o processo preexistente tem que dar suporte a esses métodos de comunicação.

Em ultimíssimo caso, DebugActiveProcess() e aliados (principalmente WriteProcessMemory() podem te permitir (sob certas circunstâncias) a injetar informação num processo ativo, mas o modo de determinar o mapeamento de variáveis para endereços de memória é extremamente não-trivial. Adicionar código, então, para fazer com que o processo depurado execute CreateProcess() ele próprio e gere o processo físico exige um conhecimento de linguagem de máquina bastante profundo, e pode no final das contas não atender o seu verdadeiro requisito, seja ele qual for.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.