26

Ela deve redirecionar para outra página? Depois de quanto tempo?

Deve ter um índice? Uma caixa e busca livre? Ou já fazer a busca sugerindo páginas baseado no que foi digitado?

Ela deve demonstrar que é um erro? Deve mostrar o 404? Ou é melhor algo mais limpo e parecer algo normal e que apenas precisa fazer outra coisa?

A página deve manter o design do site ou ter algo neutro? Deve ser bem limpa ou com o máximo de informação possível? Deve aproveitar para mais alguma coisa? Publicidade?

O erro pode ser do site ou do usuário que digitou algo errado, ou mesmo de quem colocou um link errado para ele, então pode ser de terceiros. Esse é um caso concreto para pedir desculpas ou não?

Enfim, o que tem que ser observado na página 404?

Este pergunta já foi feita no User Experience. Eu queria uma resposta mais adequada para nossa cultura. Note que as respostas lá foram bem objetivas. Faça o mesmo aqui. Só responda se souber fundamentar, mesmo que seja pela sua experiência, mas precisa do fundamento.

  • Alguma das resposta resolveu o que estava em dúvida? Precisa que algo mais seja melhorado? Acha que é possível aceitar alguma delas agora? Seu feedback é muito importante para a comunidade. – UzumakiArtanis 1/11/17 às 15:33
  • @Stormwind ainda vou ver o que fazer, talvez eu coloque recompensa, mas no feriado é complicado. – Maniero 1/11/17 às 15:35
  • Sem problemas. Se precisar de mais informações basta editar a pergunta e/ou comentar os pontos a serem melhorados. – UzumakiArtanis 1/11/17 às 15:39
18
+50

Talvez infelizmente, o erro é clássico. O Wikipedia o define assim:

a resposta HTTP que indica que o cliente se comunicou com o servidor, mas o servidor não pode encontrar o que lhe foi requisitado

seja por um link compartilhado errado por terceiros ou um link em sua própria página que não exista mais.

A página deve redirecionar para outra página?

A página requisitada não existe mais ou mesmo nunca existiu. Não há sentido em redirecionar o utilizador para alguma outra página. Ele acessou a página X porque quer consumir o conteúdo que procurava em X, não em Y ou até XY.

O que você pode fazer é dar opções de conteúdos similares, como abordo mais para frente, em "A página deve ter um campo de busca?".

Como apontado pelo @Anderson, se por ventura você sabe qual é a página que seu cliente queria ir - isso acontecerá caso a página tenha sido movida, retorno HTTP 301 - redirecione sem mostrar a página de erro, que é mais conveniente. Pense como um bloco catch, você trata o erro e em algumas situações não deixa isso claro para o utilizador. Isso acontece com os aviões a todo o tempo durante seu voo, módulos e sub-módulos param de funcionar e outros assumem.

"Tratar o erro é melhor que mostrá-lo" é uma das 10 heurísticas da usabilidade. Recomendo a leitura de "Preventing User Errors: Avoiding Unconscious Slips" de Page Laubheimer, especialista em UX da Nielsen Norman Group, uma consultoria estadunidense de UI e experiência do usuário.

A página deve ter um campo de busca?

Esse ponto foca em dar uma alternativa para quem acessa. Se um restaurante não tem mais o camarão ao molho alfredo que você costuma pedir, que resposta é mais amigável?

  1. Não temos mais esse prato.
  2. Não temos mais esse prato, mas o que acha do camarão ao molho branco?

Como consumidor, eu prefiro ter uma opção similar, vou com a dois.

Disponha um link para a página inicial ou um campo de busca. Ou os dois! Que for que seja, uma página que informa um erro mas não dá qualquer tentativa de solução ou escape fere a experiência do usuário.

Se você consegue saber a intenção do usuário, como no caso do camarão, e tiver o campo de busca, preencha o campo com algo relevante à intenção. Por vezes é inútil o usuário acessar https://www.maniero.com.br/qwe8jas0 (a página correta era /qwe8jas1) e você preencher o campo de busca com qwe8jas0.

Nesse caso, seria interessante repensar sua estrutura de links para algo mais amigável, como https://www.maniero.com.br/blog/csharp/tratando-erros e preencher a busca com tratando erros talvez.

Além de preencher a busca pode adicionar links como:

  • Procurando algum blog?
  • Procurando conteúdo de C#?

Já que você reconhece que seu site possui /blog e /blog/csharp.

É claro, tudo isso se for possível. Às vezes ele seguiu um link totalmente ininteligível ou um link encurtado como https://ux.stackexchange.com/q/84856/106770.

Pode utilizar dos subdomínios também. Se eu estou em office.microsoft.com e acesso uma página que não exista, um link aparece dizendo "procurando produtos do Office?". Veja em ação.

A página deve demonstrar que é um erro?

Sim, a página deve demonstrar que é um erro. Mas dependendo do seu público ela não precisa ser tão clara a ponto de mostrar o código 404. Veja alguns exemplos:

  • Não é possível encontrar a página solicitada. A página que você está procurando não está disponível no mercado para a sua região ou não existe mais. (retirado da loja do MS Office)
  • A página que você está procurando não foi encontrada. [campo de busca]. Ou veja o mapa do site. (retirado da apple.com/br)
  • Procurando alguma coisa? Desculpe, mas a página que você digitou não existe no nosso site. Acesse a Página Inicial da Amazon.com.br (retirado da Amazon)
  • Oops! Parece que perdemos a sua página. Desculpe, nós não conseguimos achar a página que você estava procurando. Por que não faz uma busca rápida para ser se nós podemos achar a informação que você estava procurando? [campo de busca]. [mapa do site em forma de mapa de metrô]. (retirado de hallaminternet.com)

Jakob Nielsen, autor de diversos livros de usabilidade e UX, definiu, em 1990, heurísticas para o design de interfaces, em Heuristic evaluation of user interfaces (não clique no link se não quiser fazer o download do artigo pelo Google Scholar). Ele defende a clareza do andamento e status em que a aplicação se encontra.

Em 1995, para reforçar as heurísticas definidas por ele, Nielsen publica:

as mensagens de erros devem ser expressadas em linguagem simples (sem códigos) e precisa para indicar o problema, e construtivamente sugerir uma solução.

Em contra partida, ao trabalhar com um público técnico, como desenvolvedores, o código de erro pode ajudar a indicar o problema e também levar o mesmo à um certo caminho. Um bom exemplo é a MSDN, portal de desenvolvimento da Microsoft, que utiliza nas suas páginas 404 o erro explícito.

A página deve manter o design do site ou ter algo neutro?

Mantenha o seu padrão. A discrepância entre o site da Amazon e a página de erro deixa isso claro. Se não fosse pelo logotipo eu diria que estava em outro site.

Deixe claro que algo aconteceu e a página não foi encontrada, dê alternativas e só. Dê uma pausa nos anúncios e deixe que o usuário encontrar seu caminho ali.

Esse é um caso concreto para pedir desculpas ou não?

O cliente já está frustrado pois talvez não conseguirá mais achar o conteúdo que estava interessado ou algo semelhante. Dependendo do seu público sua página pode ser até um pouco mais humorística. Se for mais formal, peça desculpas ou lamente o ocorrido ("infelizmente"). Seja direto e forneça uma maneira de contatar o desenvolvedor para que haja uma possível solução.

E como deve ser minha página?

  1. Consistente. Mantenha seu padrão de layout.
  2. Clara. Seja claro com o usuário do que está acontecendo, sem incluir códigos de erro ou dados técnicos explicitamente se eles não adicionam nada ao seu público.
  3. Alternativa. Não seja genérico, trate o problema dando opções de conteúdo similar ao que usuário requeriu por meio de links e um campo de busca.
  4. Mínima. Aproveite o espaço para o que importa, apresente o que é relevante e corte a superfluidade.
  5. Facilmente visualizável. Evite o scroll, deixe seu conteúdo ser visualizado com desígnio e praticidade.

Veja um fragmento de uma página 404 do StackOverflow em Português.

Ela dá muitas opções, forma de contato com desenvolvedores, é limpa e direta. Como trabalha com um público técnico, deixa claro o código HTTP 404 (não está na imagem pois iria ficar muito grande)

  • 2
    Ao meu entender, a resposta pareceu um pouco contraditória em alguns pontos - ou só não muito claros. Acredito que o redirecionamento de página só seja interessante quando o servidor responder com 301 Moved Permanently, mas não com 404. No geral, acho que se for possível inferir sobre o que o usuário tentou acessar o ideal realmente seria apenas sugerir os possíveis links, visto que só teríamos a certeza absoluta na resposta HTTP 301. – Anderson Carlos Woss 11/10/17 às 12:43
  • 1
    Feita a edição. Obrigado. @AndersonCarlosWoss – Vinicius Brasil 11/10/17 às 21:19
8

Primeiro, acredito que seja interessante definir o que é e para que serve uma mensagem de erro.

De acordo com os dicionários confiáveis da língua portuguesa, Priberam, Michaelis e Aulete um erro, sintetizadamente, seria:

Aquilo que resulta de uma má compreensão ou de análise deficiente de um fato ou de um assunto. Engano, incorreção ou inexatidão. Conceituação imprecisa de uma ideia ou interpretação falha de um assunto, de um tema; inexatidão. Falta de correção, de exatidão, de perfeição etc.; Falha; Defeito; Imperfeição.

Sobre propósito de uma mensagem de erro, a seguinte definição cabe bem:

A finalidade de uma mensagem de erro é ajudar o usuário que encontrou o erro, a aprender como evitar o comportamento que causou o problema. O programa encontrou uma situação que não pode manipular e precisa dizer ao usuário, de modo que o usuário (ou outra pessoa) entenda e possa evitar a situação que o programa não pode manipular. [...] Mensagem de erro genéricas que dizem: "ocorreu um erro inesperado" é totalmente inútil nesse objetivo. Dá ao usuário nenhuma sugestão sobre o que pode ser alterado para evitar o problema, ou até mesmo corrigir esse problema.

Entendendo essa definição, é possível estabelecer três pontos importantes para uma boa mensagem de erro:

  • Informar qual é o problema.
  • Fazer você se sentir como se houvesse algo que você pudesse fazer sobre isso.
  • Falar como um humano e ser uma extensão consistente da personalidade do resto da aplicação.

Fazer um redirecionamento para outra página?

Ela deve redirecionar para outra página? Depois de quanto tempo?

Em linhas gerais, não é recomendado que redirecione o usuário para outra página, principalmente se for para uma página fora do seu domínio. O principal motivo é que você nunca sabe ao certo para onde o usuário realmente quer ir.

Se o usuário estiver tentando acessar uma URL antiga que foi movida, é bom redirecioná-los para a URL antiga e informar que houve uma mudança de endereço, e então dar a opção de seguir o link para a nova página. Mas você realmente deveria estar usando um redirecionamento 3xx em vez de um 404.

Os códigos de erro HTTP, nunca devem ser trocados e/ou mal utilizados. Imagine se você for fazer manutenção em uma página que está retornando erro 500 (Erro de Servidor Interno), enquanto na verdade, o erro real é o 403 (Acesso Negado). A menos que você seja vidente, e peço desculpas se for, como você vai descobrir de onde veio o erro e como vai corrigí-lo?

Deixa uma caixa de busca?

Deve ter um índice? Uma caixa e busca livre? Ou já fazer a busca sugerindo páginas baseado no que foi digitado?

Depende de que tipo de aplicação e o público alvo está sendo tratado. Em casos mais comuns, é interessante você deixar uma caixa para pesquisa livre. Sobretudo se você já tem uma barra de navegação fixa com uma caixa de pesquisa (como no caso do Stack Overflow) que irá mostrar mais links sugerindo outros locais, é desnecessário fazer ambos.

Nesses casos, adotar uma página mostrando tópicos relacionados é vantajoso. Pode não ser a alternativa mais amigável em questões de UX (alguns concordam, outros discordam), mas como no caso do Stack Overflow que mantém a barra de navegação constantemente em todas páginas, a opção de sugestões de páginas é algo a se considerar.

Mostrar o erro explicitamente?

Ela deve demonstrar que é um erro? Deve mostrar o 404? Ou é melhor algo mais limpo e parecer algo normal e que apenas precisa fazer outra coisa?

É proveitoso mostrar o número 404, pelos seguintes motivos:

  • Ele é um shorthand para o erro. O número 404 já sintetiza uma mensagem de erro;
  • A grande maioria das pessoas sabem o que significa o que é 404, mesmo que de maneira simplificada;

Demonstrar o erro é a melhor opção. Já é de conhecimento público que fugir dos problemas, não é a melhor alternativa (tanto na vida, quanto na programação). O problema simplesmente cresce, vira uma bola de neve e só vai gerar mais dores de cabeça. Tem até frases falando disso:

Não fuja de seus problemas nem se desespere. Encare-os de frente com coragem e determinação, pois se não resolvê-los no dia de hoje, certamente terá que fazê-lo no dia de amanhã porque eles continuarão existindo enquanto não forem resolvidos, prolongando o seu sofrimento.

Fonte: Pensador

Resumidamente, já falei sobre isso em outra resposta:

[...] De maneira sintetizada, explique o mínimo para seu usuário, mas de maneira clara e compreensível, e se possível faça algo que permita ao usuário saber que o problema não está sendo ignorado. Deixe-os tomar alguma ação, como enviar os logs ou enviar um relatório de erro. Alternativamente, deixe-os saber que a ação automática já foi tomada e que seu pessoal técnico foi notificado automaticamente de que esse erro ocorreu e está trabalhando nisso.[...]

Como deve ser o design da página de erro?

A página deve manter o design do site ou ter algo neutro? Deve ser bem limpa ou com o máximo de informação possível? Deve aproveitar para mais alguma coisa? Publicidade?

O trecho supracitado já cobre uma parte do questionamento:

[...] De maneira sintetizada, explique o mínimo para seu usuário, mas de maneira clara e compreensível, e se possível faça algo que permita ao usuário saber que o problema não está sendo ignorado. Deixe-os tomar alguma ação, como enviar os logs ou enviar um relatório de erro. Alternativamente, deixe-os saber que a ação automática já foi tomada e que seu pessoal técnico foi notificado automaticamente de que esse erro ocorreu e está trabalhando nisso.[...]

Mantenha o design no padrão do seu site e a mensagem de erro de maneira simples e compreensível. Alguns motivos para seguir essa ideia são:

O erro deve ser mostrado para quem vai resolver o problema. É o usuário? Não! Então não mostre pra ele o que ele não vai resolver. Mostre uma mensagem de erro mínima, completa e compreensível, que informe o porque e se ele pode fazer alguma coisa para colaborar.

  • Se você mudar muito o design da página de erro, seu usuário pode pensar que clicou em algum link indevido, e foi redirecionado para algum site de terceiros.

Tente manter a coesão entre as páginas de erro com o resto do seu site. Seja uma extensão consistente da personalidade do resto da aplicação. E por favor, sem publicidades quando está ocorrendo erro. Fazendo isso, o usuário poderia facilmente pensar: "Tem tempo para colocar anúncios, mas não resolve essa porcaria".

  • De maneira alternativa, tente entender que quando o usuário mais leigo, vê uma mensagem de erro, a primeira coisa que ele procura, quase sempre, é o botão fechar (é incrível). Você pode dar 2 linhas de mensagem, ou todo um stack trace, e mesmo assim, haverão usuários que não irão ler.

Quer um exemplo disso? Tenho certeza que nem metade das pessoas do próprio Stack Overflow em Português sabe de cabeça o que aparece escrito no modal que aparece quando você clica no botão Responder à sua pergunta (eu sei que você olhou agora para ver o que tinha escrito). Então, por essas e outras, pode ver que não há motivos para informar vários códigos "estranhos" e "inúmeras linhas de erro".

Vale a pena fazer um pedido de desculpa?

O erro pode ser do site ou do usuário que digitou algo errado, ou mesmo de quem colocou um link errado para ele, então pode ser de terceiros. Esse é um caso concreto para pedir desculpas ou não?

Peça desculpas. O usuário está acessando seu site, sua responsabilidade. Imagine a seguinte situação: Você vai na padaria e não tem pão, por qualquer motivo que seja, desde a máquina ter quebrado, acabou a energia, o padeiro quebrou a perna, não tinha mais fermento, ou não houve uma safra descente, e não houve maneiras de fazer farinha. O dono da padaria, vai dizer:

Me desculpe, mas aconteceu XYZ, e então blá, blá, blá...

Além de ser uma questão de educação (é bom e eu gosto, e acredito que você goste também), você estará mostrando que se importa com o usuário. Existe também um trecho da excelente resposta sobre o apropriado pedido de desculpa que diz:

[...] O fato é que a desculpa é um lubrificante social importante, cujo caráter na interação serve também como forma de indicar a real intenção do interlocutor (algo como "eu realmente não quis te machucar/incomodar de propósito"), e por isso é tradicionalmente utilizada para iniciar uma conversação considerando uma possível interrupção de qualquer introspecção/atividade do destinatário da mensagem [...]

Veja que quando você pede desculpas, você está "preparando a atmosfera" da interação, o que ainda possibilita, nesse caso, oferecer outros produtos ao seu cliente (assim como o dono da padaria faz). Se fosse o caso, ele diria algo como: "Não temos X hoje, mas que tal levar um saboroso Y e/ou Z. Também temos disponível A e B se quiser".

Concluindo

Depois dessas considerações, acredito que possa dar uma olhada também nessas páginas de erro 404, que exemplificam o que foi dito nesta resposta:

Perceba que todas, implementa quase tudo que foi dito. Possuem pedidos de desculpa, informações sintetizadas, caixa de pesquisa, e a convenção padrão de uso. Lógico que não existe uma página de erro UX perfeita. A lógica de cada página varia bastante com o seu público alvo e a filosofia dos desenvolvedores. Mas em linhas gerais elas seguem a sabedoria convencional e as "boas práticas".

1

Sobre o 404:

  • Bom, digamos que o código 404 é apenas um codigo de resposta do protocolo HTTP que notifica sistemas e API's sobre uma busca inválida dentro daquele sistema. (TL; DR: Endereço URL errado dentro daquele dominio). Existem vários outros códigos, e possuem o único intuito de ajudar o programador a tratar exceções sobre a aplicação.

Minha visão sobre as páginas:

A maioria dos sites aproveita este status code e exibem páginas com esse código de erro para seus clientes caso a URL acessada esteja incorreta.

  • Na minha visão é necessário que exista um texto breve e claro do possivel erro. Além disso não faça redirects e mantenha a estrutura do site, porquê é importante que o usuario saiba onde e o porquê do erro. (Deixar uma busca fácil ou mesmo criar um mecanismo que faça uma sugestão por palavras relacionadas aquela URL é uma solução válida também)

Exemplos:

  • usuario tentou acessar site.com/home mas acessou site.com/hoem

  • usuario tentou acessar uma página que não existe mais.

Notas:

É comum também, ver o uso de páginas de manutenção do site (caso o mesmo esteja fora do ar devido a algum erro, problema ou mesmo uma manutenção). Nesta página sim você deve explicar de maneira genérica sobre o problema e tentar redirecionar para a mesma requisição falha por várias e várias vezes.

protegida por Comunidade 22/04 às 4:14

Thank you for your interest in this question. Because it has attracted low-quality or spam answers that had to be removed, posting an answer now requires 10 reputation on this site (the association bonus does not count).

Would you like to answer one of these unanswered questions instead?

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.