5

Estou utilizando o Entity Framework para manipulação de dados. O projeto está dividido em 2, um contendo as entidades de domínio e a outra os mapeamentos (Fluent Api). Preciso de uma forma "limpa" e clara de validar as entidades sem poluir as entidades com DataAnnotations, sabendo que estou a utilizar o Fluent Api para configurá-las. Devo utilizar o DataAnnotations? Qual a melhor forma de validá-las?

  • Depende, cara... Se sua aplicação tem interface pra usuário, é melhor tu criar View Models e aplicar DataAnnotation nela... No domínio você aplica a regra de negócio e pra não arriscar, validação da integridade dos dados. – Wilson Santos 1/02/17 às 23:05
  • Atributos de DataAnnotation têm pouca utilidade em ViewModels, como ScaffoldColumn e ScaffoldTable, que são modificadores de banco. – Leonel Sanches da Silva 2/02/17 às 1:49
6

Preciso de uma forma "limpa" e clara de validar as entidades sem poluir as entidades com DataAnnotations, sabendo que estou a utilizar o Fluent Api para configurá-las.

O que você quer dizer com "poluir as entidades"?

A melhor forma de trabalhar com validação é pela decoração por atributos (pertencentes ao namespace System.ComponentModel.DataAnnotations). Com ela, o Model se torna uma representação completa de um registro em banco de dados, com suporte a validação e descrição de relacionamento com outras entidades.

Não há problema em utilizar a Fluent API para decorar os elementos de dados de cada entidade, mas, evidentemente, este trabalho fica maior pelos seguintes motivos:

  1. A designação de atributos não fica juntamente com a classe que representa a entidade. Ela pode ficar na inicialização do contexto do Entity Framework (evento OnModelCreating) ou em uma classe em separado (que herda EntityMappingConfiguration<T>);
  2. A declaração é mais verbosa e nem todos os modificadores possíveis estão na Fluent API, fazendo o programador ter que escrever código a mais para fazer um esforço equivalente, como, por exemplo, no uso do atributo Index com Fluent API.

Devo utilizar o DataAnnotations?

Sim.

Qual a melhor forma de validá-las?

Os atributos trabalham sozinhos. Você não precisa fazer nada.

Se quiser, você pode escrever seus próprios atributos de validação, herdando ValidationAttribute.

Ou ainda, implementar IValidatableObject no Model. Essa interface força o programador a implementar um método Validate com as regras de negócio envolvendo dados da própria entidade. Aqui não envolve exatamente o Entity Framework: está mais envolvido com as regras de negócio.

Desta forma, a validação é feita de forma nativa em duas etapas: uma no framework que você está trabalhando (como o ASP.NET MVC, por exemplo, ou o ASP.NET Data Controls) e outra a nível de banco de dados. O único trabalho que o programador tem é recolher as mensagens de exceção no momento de enviar as modificações do contexto. Esta pergunta tem uma resposta sobre como isso pode ser feito.

1

Se essa forma "clara" e "limpa" for uma maneira correta.

Se sua aplicação tem como fim a interface de usuário:

• Crie DTOs (View Models) e aplique os atributos Data Annotations nela.

Logo após isso, utilize o Assertion Concern Pattern para validar a integridade dos dados (se precisar de exemplo: https://github.com/VaughnVernon/IDDD_Samples_NET/blob/master/iddd_common/Domain.Model/AssertionConcern.cs).

• E pra validar regra de negócio, você pode utilizar o Specification Pattern (https://github.com/jnicolau/NSpecifications)

É uma forma segmentada e correta de validação.

EDIÇÃO: Vale salientar que o Assertion Concern Pattern e Specification Pattern devem estar e referenciar as entidades de domínio.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.