2

Peguei um exemplo de cadastro de pessoas com a seguinte estrutura: inserir a descrição da imagem aqui

Estou tentando fazer um SELECT na tblPessoa com JOIN com a intenção de que o select retorne os dados da tabela na qual o Id exista, segue select:

select tblPessoaJuridica.Nome as [NomePJ], tblPessoaFisica.Nome as [NomePF], tblPessoaProdutor.Nome as [NomeProdutor] 
from tblPessoa 
left join tblPessoaFisica on tblPessoaFisica.IdPessoaFisica = tblPessoa.idPessoa
left join tblPessoaJuridica on tblPessoaJuridica.IdPessoaJuridica = tblPessoa.idPessoa 
left join tblPessoaProdutor on tblPessoaProdutor.IdPessoaProdutor = tblPessoa.idPessoa
where idPessoa = 2547

Porem tenho lido que o left join é lento, exemplo:

Slow query in SQL Server with left join

Left Joins are what I want but they are very slow?

entre outros.

Qual seria a forma mais eficiente de substituir este left join ?

EDIT

Eu coloquei 'NOME' só para exemplo, a PJ tem Razão Social, a PF tem o Nome e o Produtor tem o nome da Fazenda/Sitio/Etc. Esse diagrama é um exemplo que peguei.

  • Que eu saiba não tem a tal forma eficiente para substituir o left join e retornar os mesmo registros. – Marconcilio Souza 31/01/17 às 14:09
1

Você pode utilizar a cláusula UNION que irá "concatenar" os resultados de querys que tenham as mesmas definições de colunas resultantes. Assim você pode montar um retorno das pessoas com seus devidos tipos.

UNION

Combina os resultados de duas ou mais consultas em um único conjunto de resultados, que inclui todas as linhas pertencentes a todas as consultas da união. A operação UNION é diferente de usar junções que combinam colunas de duas tabelas.

A seguir são apresentadas as regras básicas de combinação dos conjuntos de resultados de duas consultas usando UNION:

  • O número e a ordem das colunas devem ser iguais em todas as consultas.

  • Os tipos de dados devem ser compatíveis.

Abaixo como ficaria com o esquema que você determinou.

SELECT tpj.nome,
       'J' as tipo
  FROM tblPessoaJuridica tpj
  INNER JOIN tblPessoa tp ON tp.idPessoaJuridica = tpj.idPessoaFisica
UNION
SELECT tpf.nome,
       'F' as tipo
  FROM tblPessoaFisica tpf
  INNER JOIN tblPessoa tp ON tp.idPessoa = tpf.idPessoaFisica
UNION
SELECT tpp.nome,
       'P' as tipo
  FROM tblPessoaProdutor tpp
  INNER JOIN tblPessoa tp ON tp.idPessoa = tpp.idPessoaProdutor

Você pode usar o select acima de criar uma view que facilitará o reuso.

VIEW

Cria uma tabela virtual cujo conteúdo (colunas e linhas) é definido por uma consulta. Use esta instrução para criar uma exibição dos dados em uma ou mais tabelas no banco de dados.

0

Crie um ID para identificar o tipo de pessoa e na programação utilize este id para selecionar as informações.

Exemplo:

Meu IDPessoa é 555 e meu IDTipoPessoa é 2 (Pessoa fisica):

if(IDTipoPessoa == 1){

}else if(IDTipoPessoa == 2){

}else if(IDTipoPessoa == 3){

}else{
   //retorna erro tipo inválido
}

Sempre que possuir um novo tipo é só adicionar um else. Ou coloque faça o seguinte, coloque tudo em uma mesma tabela, seja ele Produto/Pessoa Física ou Juridica e o select fica assim:

     SELECT COALESCE(CNPJ,CPF,nomeProduto,'ERRO') as NOME FROM tblPessoa 
JOIN tblinformacoes on idPessoa = FKidPessoa

Acho que poderia ser assim, depende mais da sua regra de negócio. Abraço,

0

Não considerando a hipótese de reestruturar as suas tabelas, é bem provável que o LEFT JOIN seja a melhor alternativa afinal de contas.

Além disso, você só deveria estar se preocupando com o desempenho neste caso se você realmente tiver evidências de que isto esteja engargalando o seu sistema. Neste caso, uma possível solução seria a de copiar os dados em uma outra tabela de cache com uma estrutura desnormalizada para agilizar a consulta, ou então manter essa tabela ou partes dela em memória. Entretanto, essas coisas é algo que você só vai pensar em fazer se tiver uma real necessidade para tal.

Uma outra possibilidade é certificar-se que todas as três tabelas tenham registros para cada ID da tblPessoa, mesmo que preenchido com um monte de nulos e com isso trocar os LEFT JOINs por INNER JOINs. Entretanto, se você for fazer essa gambiarra, já seria melhor alterar a estrutura das tabelas.

-1
  • Primeiro suas tabelas estão erradas
  • Se nome é comum a todos, então deve estar na tabela pai
  • Campos comuns fica na tabela pai
  • Na tabela pai você deve definir um tipo, que represente, que tipo é cada pessoa
  • Sim pode ser lento, porque mapeia errado e não criam os índices corretos.
  • Outra forma de se fazer é com subconsulta em vez de left jon
  • 1
    Eu coloquei 'NOME' só para exemplo, a PJ tem Razão Social, a PF tem o Nome e o Produtor tem o nome da Fazenda/Sitio/Etc. Eu fiz um exemplo somente. Mas vou editar a pergunta e reforçar que o campo 'NOME' é só exemplo. – Robss70 26/01/17 às 22:46

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.