1

Como poderia ordenar os métodos das duas ultimas linhas de código comnetado, de modo que funcione nesse código:

# É criada a hash 'pontuações' a qual ira armazenar e ao mesmo tempo linkar os nomes as pontuações
pontuações = { }
arquivo = open("results.txt")
for linha in arquivo:
    (nome, pontuação) = linha.split()
    # A variável pontuações com a chave tendo como valor as variáveis do array 'pontuação' e tem como valor as variáveis do array 'nome'
    pontuações[pontuação] = nome
print("As pontuações mais altas são : ")
# Pode ser traduzido essa linha de código como 'para cada_pontuação(nova variável criada) em pontuações'retornar um array com as chaves do hash' '
for cada_pontuação in pontuações.keys():
    # Mostra os valores(os nomes neste caso) assosciados as chaves de 'pontuações' juntamente com 'pontuou' e mostra as chaves da variável 'cada_pontuação'
    print(pontuações[cada_pontuação] + '    pontuou ' + cada_pontuação)
'''
pontuações.keys(.sort(reverse = True))
print(pontuações)
'''
2

Não é questão de "usar dois métodos na mesma linha" - é só que o "sort" não retorna nenhum valor: ele ordena a lista internamente.

Mas o Python tem também a função built-in sorted- ela cria uma nova lista ordenada a partir de uma sequência, e retorna essa nova sequência - então pode ser usada como parâmetro para outra função:

print(sorted(pontuações))

Mas nunca deixe "não da pra fazer na mesma linha" atrapalhar sua programação - não é sobre por em menos linhas. No caso de Python, especificamente, a questão é "como deixar o programa mais legível para quem vier depois de mim poder continuar".

No caso do sort existe sorted que permite colocar tudo numa expressão só, mas se não houvesse, não há nenhum problema em se usar várias linhas de código para expressar uma operação.

-1

Se as keys de um dicionário forem números (float ou int), list(dict.keys()) retorna uma lista ordenada delas. Exemplo:

d=dict({5.1:"asd", 2.3:"bbjs", 4.0:"sdad", 3.6:"dsf"})

list(d.keys())

Out[54]: [2.3, 3.6, 4.0, 5.1]

Para obter uma lista ordenada na ordem inversa:

sorted(list(d.keys()), reverse=True)

Out[58]: [5.1, 4.0, 3.6, 2.3]

Adaptando o seu código:

# É criada a hash 'pontuações' a qual ira armazenar e ao mesmo tempo linkar os nomes as pontuações
pontuações = { }
arquivo = open("results.txt")
for linha in arquivo:
    (nome, pontuação) = linha.split()
    # A variável pontuações com a chave tendo como valor as variáveis do array 'pontuação' e tem como valor as variáveis do array 'nome'
    pontuações[float(pontuação)] = nome # provavelmente pontuação é uma string por ser parte de uma linha de texto, force-a a ser um float
print("As pontuações mais altas são : ")
# Pode ser traduzido essa linha de código como 'para cada_pontuação(nova variável criada) em pontuações'retornar um array com as chaves do hash' '
for cada_pontuação in pontuações.keys():
    # Mostra os valores(os nomes neste caso) assosciados as chaves de 'pontuações' juntamente com 'pontuou' e mostra as chaves da variável 'cada_pontuação'
    print(pontuações[cada_pontuação] + '    pontuou ' + cada_pontuação)

print( sorted(list(pontuações.keys()), reverse=True) )
  • 1
    "Se as keys de um dicionário forem números (float ou int), list(dict.keys()) retorna uma lista ordenada delas." Isso é falso. Pode ter vindo ordenado por sorte no seu exemplo, mas não é algo que o python faça, então você não pode contar com isso como sendo uma invariante. Se tentar outros exemplos vai perceber que isso não acontece. Além disso, a partir do python 3.6 .keys() retorna as chaves na mesma ordem que foram inseridas. – nosklo 10/10/18 às 18:05

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy