1

Recentemente percebi que existe um modo de reescrever o código nativo de certas funções em JavaScript. Por exemplo:

console.log(confirm);

function confirm() {
  var a = "oi";
  return a;
}

var a = confirm();
console.log(a);

console.log(confirm);
/*
function confirm() {
  var a = "oi";
  return a;
} 
*/
var a = confirm();
console.log(a);

Se perceber ao dar um console.log na função sem reescrevê-la aparece: function confirm() { [native code] }

Existe algum modo de descobrir qual o código nativo de funções JavaScript?

3

Em JavaScript puro provavelmente não, isso porque as funções nativas geralmente podem não estar escritas em JavaScript completamente, geralmente elas são "interfaces", que são usadas para acessar uma funcionalidade interna do navegador ou prover funcionalidades para um outro recurso em um nível acima.

Este Como customizar "Notification Web API" no Qt? é um exemplo aonde usei QtWebkit (uma API que usa o motor Webkit) e tive que reescreve-la via C++ (API do Qt na verdade) para poder customizar as notificações Desktop.

Um exemplo, ainda falando de Qt, o webkit é possivel escrever as suas próprias funções, com QWebFrame::addToJavaScriptWindowObject:

void Exemplo::setWebView( QWebView *view )
{
    QWebPage *page = view->page();
    frame = page->mainFrame();

    define();
    QObject::connect( frame, SIGNAL(javaScriptWindowObjectCleared()), this, SLOT(define()) );
}

void Exemplo::define()
{
    frame->addToJavaScriptWindowObject( QString("Exemplo"), this );
}

Claro que a pergunta nada tem haver com Qt, mas o que quero explicar é que desta maneira acima eu escrevi um objeto assim:

window.Exemplo.foo();

O qual me permitirá acessar funções da minha implementação em C++.

Ou seja não tem como visualizar o código nativo, pois provavelmente ele é apenas uma interface (na maior parte dos casos/navegadores), claro que pode haver alguma exceção, mas vai ser um ou outro.

Então realmente não há muito motivo para ler o código-fonte via JavaScript, isso porque "não existe" código JavaScript ali, essas funções nativas provavelmente só fazem a comunicação com a API do navegador/motor e isso dispara uma funcionalidade existente do navegador.


Agora se você quer apenas descobrir, independente de JavaScript, você terá que ler o código fonte do motor usado pelo navegador (webkit, Gecko, presto, blink, trident, etc) e dos navegadores também (chromium, firefox, msedge) em suas "versões" não compiladas, o que provavelmente são escritos em C ou C++

Blink

Blink é a fork do Webkit, usado pelo Chrome e também é usado em outros navegadores, como Opera, Vivaldi, etc.

Que estendem deste (linha 33):

Gecko

Gecko é o "motor" usado pelo Firefox o outros produtos da Mozilla, como Thunderbird, eu não estou certo deste ser o repositório apropriado, mas parece que o código que procura seja este:

2

Depende da implementação. Se ela tiver o código fonte disponível você consegue achar com algum esforço.

Se for o V8 que é usado pelo Chrome e um monte de produto, entre eles o Node.js, pode verificar no GitHub do V8. Só não me peça para achar para você :) Talvez alguém que familiaridade com essa base de código possa dizer onde está. Em uma buscar rápida não achei.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.