3

Eu estou refatorando uma estrutura de um site e passando para o microframework Silex.

Gostaria de saber se há alguma maneira de utilizar o ORM Eloquent do Laravel, para conectar com o banco de dados.

Eu li na documentação que tem como usar Doctrine, porém não gostei muito da ideia.

Então gostaria de saber se existe alguma biblioteca que possibilite eu usar o ORM do Laravel (Eloquent) no Silex?

2

Tem como usar sim, conforme o próprio repositório illuminate/database, na verdade é possivel usa-lo independente de qualquer coisa, ou seja poderá usar provavelmente em qualquer framework, as únicas dependências é instalar via composer e ter o php5.6+, ou seja isso funcionará tanto para Silex quanto para qualquer coisa equivalente.

Digite no terminal dentro do seu projeto composer require "illuminate/database", se for usar os eventos é necessário também o comando composer require "illuminate/events"

Ou configure o composer.json (5.4 é a versão mais atual antes da versão de desenvolvimento, pode ver outras versões):

"illuminate/database": "~5.4",
"illuminate/events": "~5.4"

E depois rode o composer update.

Adicione o autoload.php e chame em um PHP assim:

<?php

use Illuminate\Database\Capsule\Manager as Capsule;

require __DIR__ . '/vendor/autoload.php';

$capsule = new Capsule;

//Exemplo mysql
$capsule->addConnection([
    'driver'    => 'mysql',
    'host'      => 'localhost',
    'database'  => 'database',
    'username'  => 'root',
    'password'  => 'password',
    'charset'   => 'utf8',
    'collation' => 'utf8_unicode_ci',
    'prefix'    => '',
]);

// Define o dispatcher usado pelos models do Eloquent (opcional)
use Illuminate\Events\Dispatcher;
use Illuminate\Container\Container;
$capsule->setEventDispatcher(new Dispatcher(new Container));

// Faz essa instancia de Capsule ficar disponível globalmente usando metodos estaticos (opcional)
$capsule->setAsGlobal();

// Configura o Eloquent ORM... (opcional e desnecessário se você já usou setEventDispatcher())
$capsule->bootEloquent();

Essa parte acima você poderia colocar em um arquivo global o qual ficaria acessivel a todos, ou quando você chamar um namespace especifico, por exemplo \Model\foo\bar (falo disto depois).

Depois de incluir o arquivo acima, você pode usar:

  • QueryBuilder

    $users = Capsule::table('users')->where('votes', '>', 100)->get();
    
  • Schema Builder

    Capsule::schema()->create('users', function($table)
    {
        $table->increments('id');
        $table->string('email')->unique();
        $table->timestamps();
    });
    
  • Eloquent ORM (creio que seja este que lhe interessa):

    class User extends Illuminate\Database\Eloquent\Model {}
    
    $users = User::where('votes', '>', 1)->get();
    

Criando um namespace para usar os Models

Agora digamos que você não vai usar o ORM em todas páginas, realmente não há motivo para carregar tudo se não vai usar, então você pode querer organizar o seu projeto se baseando em um namespace, sugiro fazer algo como:

  1. Crie no composer.json um namespace para apontar para uma pasta aonde ficarão os models:

    ...
    "require": {
        "php": ">=5.6.4",
        "illuminate/database": "~5.4",
        "illuminate/events": "~5.4"
    },
    "autoload": {
        "psr-4": {
            "FooBarModel\\": "app/Models"
        }
    },
    ...
    

Esse caso é um exemplo, supondo que tenha uma pasta chamada ./app/Models dentro do projeto.

  1. Você pode criar um Model abstrato que será a base de tudo em ./app/Models/Model.php, assim evitará de incluir o Eloquent em chamadas que não vai usar o banco (claro que isso é só uma maneira de organizar)

    Neste caso você deve remover do arquivo global tudo o que citei antes deixando lá somente o require:

    <?php
    
    namespace FooBarModel;
    
    use \Illuminate\Database\Capsule\Manager as Capsule;
    use \Illuminate\Events\Dispatcher;
    use \Illuminate\Container\Container;
    
    $capsule = new Capsule;
    
    $capsule->addConnection([
        'driver'    => 'mysql',
        'host'      => 'localhost',
        'database'  => 'database',
        'username'  => 'root',
        'password'  => 'password',
        'charset'   => 'utf8',
        'collation' => 'utf8_unicode_ci',
        'prefix'    => '',
    ]);
    
    $capsule->setAsGlobal();
    
    $capsule->bootEloquent();
    
    //Cria a classe
    abstract class Model extends \Illuminate\Database\Eloquent\Model {}
    
  2. Então agora na mesma pasta você pode criar um Model chamado User (./app/Models/User.php):

    <?php
    
    namespace FooBarModel;
    
    class User extends Model {}
    

    Se estiver em uma sub-pasta (./app/Models/Admin/FooBar.php):

    <?php
    
    namespace FooBarModel\Admin;
    
    class FooBar extends \FooBarModel\Model {}
    
  3. Crie o tal global.php (ou qualquer coisa assim) que possua o require __DIR__ . '/vendor/autoload.php';, ou se tiver um boot.php ou no seu index.php da vida jogue lá, supondo:

    <?php
    
    require __DIR__ . '/vendor/autoload.php';
    
  4. Então para chamar um Model especifico, por fazer assim:

    <?php
    
    require __DIR__ . '/vendor/autoload.php';
    
    $user = new FooBarModel\User\User;
    
  5. Um exemplo com Silex pode ser assim:

    <?php
    
    use FooBarModel\User;
    use FooBarModel\Admin\FooBar;
    
    require_once __DIR__ . '/../vendor/autoload.php';
    
    $app = new Silex\Application();
    
    $app->get('/', function ()
    {
        return 'Home';
    });
    
    $app->get('/user', function ()
    {
        $user = new User;
        ....
    });
    
    $app->get('/user', function ()
    {
        $user = new FooBar;
        ....
    });
    
    $app->run();
    

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.