13

Ambos valem zero. Posso usar os 3 intercambiavelmente sempre?

12

Todos os 3 são literais constantes que valem 0, isto está correto.

0

0 é um valor numérico e pode ser usado sempre que precisa do número zero mesmo. Em alguns lugares ele acaba sendo usado para outras coisas. Onde se espera um resultado booleano o 0 é considerado falso, quanto que qualquer outro valor é considerado verdadeiro.

\0

Este é o caractere nulo. Os compiladores costumam definir uma macro chamada NUL com este valor, que pode inclusive ter mais que um byte.

Realmente não deixa de ser um 0 e ele geralmente pode ser usado onde se espera um zero. A barra é usada como escape para definir que deseja o byte de valor zero ali e não o caractere 0, que é algo bem diferente do valor zero (é o byte 48). Então essa forma só é usada dentro de um literal caractere ou string. Este caractere é o terminador de string. Isto é importante já que C não guarda o tamanho da string de forma padronizada.

No caso do char é possível usar apenas o 0 mesmo, desde que não use as aspas simples. Lembre-se que o tipo char é um tipo numérico como outro qualquer. Por acaso ele pode ser usado para imprimir caracteres, mas é apenas uma representação diferente. Computadores só entendem números, o resto é representação.

NULL

Este é apenas um #define com um valor zerado. De fato há algumas implementações que o valor é 0 mesmo. Mas é mais comum o valor (void *)0, deixando claro que na verdade este é um ponteiro para o endereço zero da memória, portanto um ponteiro nulo.

Um 0 não é tão intercambiável assim. Se tentar comparar um NULL, ou seja void * com 0 até funciona porque ele faz um cast automático. Mas se tentar comparar um NULL com um inteiro não vai acontecer o que espera. Na verdade é gerado um warning e é possível que o compilador nem deixe finalizar.

Um código demonstrando tudo isso:

#include <stdio.h>

int main(void) {
    int i = 0;
    char c = 0;
    char *s = "teste";
    void *p = NULL;
    printf("%d %c %s %p\n", i, c, s, p);
    if (!c) printf("i ok\n"); //verifica se não é zero
    if (!c) printf("c ok\n"); //verifica se não é um caractere nulo
    if (!s[5]) printf("s ok\n"); //verifica se o 6o. caractere é o terminador
    if (!p) printf("p ok\n"); //verifica se o ponteiro não é nulo
//  if (p == i) printf("p NULL ok\n"); //tipos incompatíveis sendo comparados
}

Veja funcionando no ideone. E no Coding Ground. Também coloquei no GitHub para referência futura.

8

Queria fazer uma adenda á resposta do @bigown.

O Standard C nao obriga que NULL seja definido com os bits todos a 0.

§7.20.3.2

...

2 The calloc function allocates space for an array of nmemb objects, each of whose size is size. The space is initialized to all bits zero.255)

...

255) Note that this need not be the same as the representation of floating-point zero or a null pointer constant.

Traducao:

§7.20.3.2

...

2 A funcao calloc aloca espaco para um array de nmemb objectos, cada um com tamanho size. O espaco é inicializado com bits a 0.255)

...

255) Note que esta nao tem que ser a mesma representacao do 0 em representacao flutuante, ou a constante de ponteiro nulo.

  • 2
    Muito bom complemento. Eu sempre espero por respostas assim ou mesmo completas para que eu possa aceitar. – Maniero 16/01/17 às 11:44
  • Muito bom mesmo. – Luiz Vieira 16/01/17 às 13:51

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.