6

Gostaria de saber se existe limite de URLs a serem recuperadas ou não, ele tem acesso a todo o histórico ?

4

O objeto de history contém os URLs visitados pelo usuário (dentro de uma janela do navegador). Ele faz parte do objeto window e é acessado através da propriedade window.history.

A propriedade length retorna o número de URLs na lista de histórico.

var num = window.history.length;

A propriedade current contém o URL completo da entrada atual do histórico.

var urlAtual = window.history.current

A propriedade next contém o URL completo do próximo elemento na lista histórico. É o mesmo que clicar em um botão Avançar.

var avancar = window.history.next

A propriedade previous contém o URL completo do elemento anterior na lista Histórico. É o mesmo que clicar em um botão Voltar.

var voltar = window.history.previous

Você pode usar um dos 3 métodos:

  • back(): Carrega o URL anterior na lista do histórico. window.history.back();

  • forward(): Carrega o próximo URL na lista de histórico. window.history.forward();

  • go(): Carrega um URL específico da lista de histórico. window.history.go(-1);

Uma observação sobre o go(), se você está em uma página e entra em uma outra página de cadastro, por exemplo, dentro dessa página de cadastro contém um botão voltar com um a propriedade onclick="javascript:history.go(-1);", quando clicar no botão você será redirecionado a última página acessada antes da página cadastro.

HTML5 introduziu os métodos history.pushState() e history.replaceState(), que permitem adicionar e modificar entradas do histórico, respectivamente. Esses métodos funcionam em conjunto com o evento window.onpopstate.

Suponha que http://mozilla.org/foo.html executa o seguinte JavaScript:

var stateObj = { foo: "bar" };
history.pushState(stateObj, "page 2", "bar.html");

Isso fará com que a barra de URL exiba http://mozilla.org/bar.html, mas não fará com que o navegador carregue bar.html ou mesmo verificar que bar.html existe.

pushState() possui três parâmetros: um state object (Sempre que o usuário navega para o novo estado, um evento popstate é disparado e propriedade state do evento contém uma cópia do objeto de estado da entrada de popstate), um title (Firefox atualmente ignora este parâmetro, embora possa usá-lo no futuro. Passar a string vazia aqui deve ser seguro contra futuras mudanças no método. Alternativamente, você poderia passar um título curto para o estado para o qual você está se movendo.) e (opcionalmente) um URL (O URL da nova entrada de histórico é dado por este parâmetro).

Obs: O objeto state pode ser qualquer coisa que possa ser serializado. Como o Firefox salva objetos de estado no disco do usuário para que possam ser restaurados após o usuário reiniciar o navegador, impomos um limite de tamanho de 640k caracteres na representação serializada de um objeto de estado. Se você passar um objeto de estado cuja representação serializada é maior do que isso para pushState(), o método lançará uma exceção. Se você precisar de mais espaço do que isso, você será encorajado a usar sessionStorage e/ou localStorage.

Além do primeiro script, suponha que http://mozilla.org/foo.html executa também este outro:

history.replaceState(stateObj, "page 3", "bar2.html");

Suponha agora que o usuário agora navega para http://www.microsoft.com e, em seguida, clica novamente. Neste ponto, a barra de URL exibirá http://mozilla.org/bar2.html. Se o usuário clicar novamente novamente, a barra de URL exibirá http://mozilla.org/foo.html e desviará totalmente bar.html.

O método history.replaceState() opera exatamente como history.pushState(), a diferença é que ele modifica a entrada de histórico atual em vez de criar uma nova. Observe que isso não impede a criação de uma nova entrada no histórico global do navegador. Esse método é útil quando você deseja atualizar o objeto de estado ou URL da entrada de histórico atual em resposta a alguma ação do usuário.

Fonte: W3C e MDN

Sobre a limitação, tem uma pergunta parecido no stackoverflow em inglês, falando que o window.history.length não passa de 50. Um dos comentários diz que isso pode muito bem ser um limite específico do navegador. Segundo essa resposta, se você precisar que ele persista entre as sessões e sobreviva a uma limpeza das informações do usuário (cache, localStorage, etc.), você pode adotar soluções diferentes. Na resposta, o autor sugere esse código:

window.onpopstate = function(event) {
    var count = parseInt(localStorage.getItem('history-changes-count'), 10);
    localStorage.setItem('history-changes-count', ++count);
};

Observe que onpopstate é invocado somente após uma ação do usuário, ele não funciona se você modificar o histórico programaticamente.

2

De acordo com a W3C o método history tem acesso a todo o histórico do browser.

Definition and Usage

The back() method loads the previous URL in the history list.


O método back() carrega a URL anterior do histórico.

This is the same as clicking the "Back button" in your browser, or history.go(-1).


Isso é o mesmo clicar no botão Voltar do Browser ou usar history.go(-1) - voltar uma página.

Note: This method will not work if the previous page does not exist in the history list.


Nota: Este método não funcionará se a página anterior não existir no histórico.

Função que "desabilita" o botão Voltar do navegador.

(function (global) {
    if(global === undefined)
    {
        throw new Error("window is undefined");
    }

    var _hash = "!";
    var noBackPlease = function () {
        global.location.href += "#";

        global.setTimeout(function () {
            global.location.href += "!";
        }, 50);
    };

    global.onhashchange = function () {
        if (global.location.hash !== _hash) {
            global.location.hash = _hash;
        }
    };

    global.onload = function () {

        noBackPlease();

        document.body.onkeydown = function (e) {
            var elm = e.target.nodeName.toLowerCase();
            if (e.which === 8 && (elm !== 'input' && elm  !== 'textarea')) {
                e.preventDefault();
            }

            e.stopPropagation();
        };

    };

})(this.window);

Esse código acima funciona, mas se o usuário clicar com o botão direito em cima do botão Voltar do browser e escolher um item do histórico a função não previne.

  • Obrigado pela atenção. Certo, mas o que é levado em consideração o momento em que abro o navegador e tenho acesso a partir dessa sessão, ou todo o histórico mesmo ? E existe uma forma de não permitir esse acesso pelo navegador ? – MagicHat 11/01/17 às 11:32
  • A função tem acesso ao histórico todo na sessão. Se você abrir o navegador que tem um botão com essa função, não irá voltar para lugar nenhum. Porque na sessão nova que você abriu, ainda não tem um histórico. – Diego Souza 11/01/17 às 11:34
  • Ufa, essa era minha dúvida... É na sessão só... – MagicHat 11/01/17 às 11:35

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.