0

Depois de muita leitura eu finalmente consegui fazer a Babel funcionar e, assim, transcompilar os scripts.

Antes de utilizar das, vamos chamar de classes da ES2015, após ler sobre melhores práticas eu tinha algo assim:

( function( Navigation, window, document, $, undefined ) {

    Navigation.menu = function() {

        ( '#menu' ).on( 'click wheel', function( e ) {

            // Do something with DOM

        });
    }

    Navigation.menu();

}( window.Navigation = window.Navigation || {}, window, document, window.jQuery ) );

Então, aos poucos, eu fui tentando fazer a implementação com a ES2015:

class Navigation {

    constructor( data ) {

        this.data = data;

        this.init();
    }
}

class Menu extends Navigation {

    init() {

        $( '#menu' ).on( 'click wheel', function( e ) {

            // Do something with DOM
        });
    }
}

Criei uma classe base com aquilo que é comum à cada tipo de navegação (menu, sidebar...) achando que assim que Objeto Menu fosse instanciado o construtor de Navigation chamaria o método init, inicializando o Evento.

Funciona, mas não como eu imaginei.

Dentro de Navigation.init() (Location na verdade, mas apenas para contextualizar um método abstrato), se eu tentar acessar as propriedades de Navigation:

console.log( this.data );

Funciona perfeitamente como esperado mas dentro de jQuery.on() eu recebo um undefined o.O

Eu imaginei que, talvez, o escopo de thispudesse estar sendo sobrescrito e depurei apenas ele e obtive o nó clicado (uma imagem).

E eu queria saber o porquê, é claro, mas também como consertar isso para integrar adequadamente, se for possível, mas preferivelmente sem ter que, por exemplo, injetar o escopo this em Navigation.init():

class Navigation {

    constructor( data ) {

        this.data = data;

        this.init( this );
    }
}

class Menu extends navigation {

    init( _this ) {

        // _this points to Navigation, inside or inside jQuery.on()
    }
}
2

Isso acontece pela forma como o jQuery funciona com os callback de eventos, ele faz com que o this seja o elemento que disparou o evento.

Como você está usando o Babel então fica bem simples resolver esse problema, é só você usar uma Arrow Function, que diferente de uma função, anônima ou não, ela não altera o contexto do this, ficaria assim

init() {
    $( '#menu' ).on( 'click wheel', ( e ) => {
         // agora aqui o this vai continuar sendo a sua classe
    });
}

Repare que tudo que mudou foi a remoção do keyword function e a adição da seta =>.

O Babel vai saber converter isso corretamente, no javascript final ele deve criar uma nova variável temporária automáticamente

O detalhe que fica ai é que uma coisa comum do jQuery é usar $(this) para manipular o elemento que disparou o evento, o que não vai mais funcionar, mas você ainda pode pegar o elemento que disparou o evento neste caso pelo e.target ou e.currentTarget, então poderia também fazer algo como $(e.target) para manipular o elemento com o jQuery.

No caso do e.target pode acontecer de não ser o mesmo elemento do this, isso pode acontecer quando o evento veio de um elemento filho do qual você adicionou o event handler, por exemplo

<div id="menu">
    <div>
        teste
    </div>  
</div>

Com este HTML se eu adicionar um handler para o click do $("#menu") o e.target vai me retornar o div interno, enquanto o this seria o div externo, neste caso usando o e.currentTarget ele retornaria o mesmo que o this.

A documentação não fala muito sobre a diferença entre o this e o e.currentTarget, mas pesquisando sobre isso encontrei explicações dizendo que no geral seriam os mesmos valores, a menos que fosse usado o $.proxy para alterar o contexto da função.

Inclusive devo acrescentar que o $.proxy também é uma alternativa para corrigir o seu problema, ficaria assim:

init() {
    $( '#menu' ).on( 'click wheel', $.proxy(function( e ) {
         // agora aqui o this vai continuar sendo a sua classe
    }, this));
}

Basicamente você passa a função e seu this atual, que representa a instância de sua classe, porém ainda acontece a mesma coisa que aconteceria usando uma Arrow Function, como o this foi modificado não tem como usar o $(this), seria necessário usar $(e.currentTarget) por exemplo, então acho a primeira forma mais simples, ficando com o código mais limpo.

Em ultimo caso, se você realmente quiser ou por algum motivo precisar usar $(this), então a alternativa é capturar o this em uma variável local

init() {
    let _this = this; //ou var _this = this;
    $( '#menu' ).on( 'click wheel', function( e ) {
         // agora aqui você pode usar o _this para acessar sua classe
         // e ainda pode usar o $(this) para manipular o elemento
    });
}
  • E passar a usar $( e.target ) ao invés de $( this ) é seguro, sem problemas de compatibilidade? – user5613506 10/01/17 às 14:22
  • @user5613506 eu diria que na maioria dos casos sim, mas a documentação cita que existem casos em que o this e o e.target podem não ser o mesmo elemento no caso de ter ocorrido a propagação do evento de algum elemento filho, mas olhando a documentação me parece ser possível usar também o e.currentTarget, vou incluir mais algumas informações na resposta – Leandro Godoy Rosa 10/01/17 às 15:51

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.