1

Estou tentando fazer um pequeno servidor para estudo usando fastCGI com C++ sem o uso de qualquer biblioteca. O meu problema é que via socket o NGINX até conecta mas não me passa informação alguma sobre a requisição, e se eu escrever algum callback ele gera erro 502.

OBS: Estou usando uma class Socket que criei. https://github.com/TigreFramework/Network

Eis meu código C++.

#include "Socket.h"
#include "thread"


using namespace Tigre;


int main(int argc, char *argv[], char** envp)  {
    try {
        Socket *s = new Socket("localhost", 9000, TCP);
        s->Bind(5);
        std::cout << "Esperando Cliente\n";
        Socket *cliente = s->Accept();
        //cliente->Write("\r\n");
        //cliente->Write("Bem vindo ao servidor!");
        std::cout << "Esperando Mensagem do Cliente\n";

        int i = 0;
        while(i < 100) {
            std::cout << "'"<< cliente->Read() << "'" << "\n";
            i++;
        }
    }catch (SocketException &e){
        std:cerr << e.what();
    }
}

Configuração do NGINX:

worker_processes  1;

events {
    worker_connections  1024;
}

http {
include       mime.types;
default_type  application/octet-stream;

sendfile        on;

keepalive_timeout  65;


server {
    listen       80;
    server_name  localhost;

    location / {
            root           share/nginx/html;

            fastcgi_param REQUEST_METHOD $request_method;
            fastcgi_param SCRIPT_FILENAME $document_root$fastcgi_script_name;
           fastcgi_param  GATEWAY_INTERFACE  CGI/1.1;
            fastcgi_param  SERVER_SOFTWARE    nginx;
            fastcgi_param  QUERY_STRING       $query_string;
            fastcgi_param  REQUEST_METHOD     $request_method;
            fastcgi_param  CONTENT_TYPE       $content_type;
            fastcgi_param  CONTENT_LENGTH     $content_length;
            fastcgi_param  SCRIPT_FILENAME    $document_root$fastcgi_script_name;
            fastcgi_param  SCRIPT_NAME        $fastcgi_script_name;
            fastcgi_param  REQUEST_URI        $request_uri;
            fastcgi_param  DOCUMENT_URI       $document_uri;
            fastcgi_param  DOCUMENT_ROOT      $document_root;
            fastcgi_param  SERVER_PROTOCOL    $server_protocol;
            fastcgi_param  REMOTE_ADDR        $remote_addr;
            fastcgi_param  REMOTE_PORT        $remote_port;
            fastcgi_param  SERVER_ADDR        $server_addr;
            fastcgi_param  SERVER_PORT        $server_port;
            fastcgi_param  SERVER_NAME        $server_name;
            fastcgi_pass  127.0.0.1:9000;
    }
}

}

EDIT1: Fiz uma alteração na linha std::cout << "'"<< cliente->Read() << "'" << "\n"; para verificar se chegava alguma valor em branco, e realmente chega como podem ver abaixo. OBS2 O erro só ocorre quando o Nginx gera o erro 502 e retorna para o browser.

Console:

Esperando Cliente
Esperando Mensagem do Cliente
''
'Sem conexão com o Socket.
Process finished with exit code 0
  • em sua classe Socket o comando "socket_ = socket(AF_INET, SOCK_STREAM, 6);" é estranho, normalmente no lugar do "6" usa-se "0"; talvez até funcione, mas é estranho; agora, para depurar sua aplicação sugiro um analisador de rede tipo tcpdump ou wireshark – zentrunix 9/01/17 às 2:12
  • Fiz a correção de "6" para "0", mas o resultado foi o mesmo. O engraçado que se eu uso o telnet para se conectar funciona perfeitamente, e se eu abrir via browser direto na porta 9000 eu recebo todo o cabeçalho web. – Pedro Soares 9/01/17 às 2:16
  • O Socket *cliente = s->Accept(); não deveria estar dentro de um loop? – Guilherme Nascimento 9/01/17 às 3:11
  • Sim, mas como fica travado dentro do std::cout << cliente->Read() << "\n"; nunca chegaria a esperar um novo cliente, a não ser que eu adicione cada novo cliente em uma nova thread. – Pedro Soares 9/01/17 às 3:32
  • @PedroSoares só uma observação: se quiser atender vários clientes sem threads precisa do loop e conexão não bloqueante. Uma state machine é um jeito bom de gerenciar isso. Se tiver nova conexão você armazena em uma lista, e vai atendendo cada uma delas alternadamente (sempre checando por novas conexões também, e retirando conexões encerradas da lista em seguida). – Bacco 9/01/17 às 6:44

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.