5

Talvez porque eu tenha uma experiência bem maior com PHP eu nunca fui muito fã de JavaScript.

Sempre achei a sintaxe da linguagem confusa e complicada e muitas vezes recorri a jQuery pra fazer coisas simples que muitos fariam com os pés nas costas.

Porém, nos últimos dias eu estava buscando um meio simples e elegante de pelo menos simular o básico de OOP que se tem com PHP no JavaScript, principal, mas não exclusivamente, herança.

Foi quando sem querer eu tropecei no ES2015 e a sintaxe por ele proposta me agradou bastante porque era bem o que eu queria, algo simples e direto e com um maior poder de Orientação a Objetos.

Mas, como sempre com relação às minhas aventuras com JavaScript, havia um porém: A ES2015 não é bem suportada pelos navegadores. Até mesmo o Chrome parece precisar que uma certa uma opção experimental esteja ativada pra que esses recursos funcionem.

Então, de novo, eu tropecei em algo chamado Babel, que inclusive tem um editor online bacana que transcompila automaticamente.

O problema é que eu não tenho a menor idéia de sequer como começar a usar ele porque eu nunca usei o tal do NodeJS, que eu ouvia falar mas nunca dei importância por não gostar de JavaScript, e que, pelo visto, é um dos requerimentos.

Juro que tentei pesquisar algo mais palpável pra quem é completamente alienado à linguagem, mas cada artigo que eu lia era mais técnico que o outro, mencionando ainda mais coisas que eu nunca usei como um tal de Grunt, Gulp, Karma ou pior, sempre focado em ambiente Linux o que é e sempre foi bem dificil pra mim e, no final, nenhum artigo soube deixar claro o quê exatamente fazer.

Eu sei que isso foge bastante dos padrões da comunidade, mas eu resolvi arriscar porque lá atrás, quando o SOPT começou, era bastante comum dúvidas tontas como essa receberem respostas completas e bem redigidas (muitas vezes respondidas pelos próprios autores a fim de alavancar pontuação - o que eu acho errado) a título de agregação de conteúdo.

Eu meio que prevejo uma chuva de votos negativos, principalmente por pessoas que não gostam de ler e até mesmo o encerramento da questão como sendo muito ampla (apesar de não ser), mas se for possível um direcionamento seria extremamente útil pra mim e talvez para outros que ficam receosos em dar esse primeiro passo publicamente.

  • 2
    Legal! Mas qual é exatamente sua dúvida? Quanto ao uso do Babel? Por onde começar? Vantagens? Desvantagens? Uso do Node.js? – Lucas Costa 4/01/17 às 13:50
  • 1
    Principalmente por onde começar, desde a instalação do produto e aquilo que ele precisar. Caso se faça jus um adendo sobre vantagens e desvantagens, ótimo, seria bem vindo. Se for necessário aprender alguma coisa sobre o nodeJS pra poder usar o Babel, também seria interessante ter como informação. – user5613506 4/01/17 às 14:06
  • 1
    Dúvida interessante, também gostaria de saber mais – Bruno Augusto 4/01/17 às 14:12
  • Só uma coisa: a sintaxe de classes do ES2015 não te dá mais "poder de OO". Ela é basicamente açúcar sintático. Não é um bom caminho tentar replicar em JS o que você faz no PHP. Cada linguagem tem o seu estilo. – bfavaretto 4/01/17 às 16:16
  • Quando eu disse mais poder de OO foi mais no sentido de aproximar àquilo que eu tenho com PHP, já que a sintaxe e algumas funcionalidades são bem parecidas. – user5613506 5/01/17 às 12:05
3

Vou tentar dar apontadores. Coisas a ler e conceitos gerais.

Para testar JavaScript do futuro podes usar o jsFiddle com a linguagem "babel" (exemplo aqui) ou codepen (exemplo aqui), e há outros como o editor que referiste diretamente no Babel.

Para criar um projeto precisas de tomar algumas decisões em relação a tecnologias. O JavaScript desenvolve-se muito rápido agora, tecnologias relativamente recentes como o Gulp e o Grunt são noticias de ontem e menos usadas hoje.

Hoje em dia fala-se em fadiga de desenvolvimento, e refere-se exatamente ao teu problema. Para fazer um "hello world" é preciso instalar muita coisa que nunca se ouviu falar...

Sugestão de passos para criares um projeto a funcionar:

O Node.js é JavaScript no servidor. Podes ler mais aqui. Com ele vem o NPM que é um repositório de pacotes/plugins/programas. O Babel têm vários plugins, irás precisar de alguns.

As ultimas versões do Node já correm ES6, por isso podes escrever e testar código ES6 com ele.

O package.json é o ficheiro de configuração da aplicação onde guardas informações de dependências, para que tudo possa ser re-instalado noutra máquina com um simples npm install.

Para instalar plugins usa npm install nomeDoPlugin se juntares -s ele é gravado no package.json. Podes ler mais sobre isso aqui.

Para exportar módulos e assim teres o código separado em ficheiros diferentes podes ler aqui.

Para ler sobre versionamento no package.json podes ler aqui.

  • instala o Github

Isto não é essencial, mas ajuda muito pois podes instalar projetos de exemplo com facilidade. Se não quiseres instalar podes sempre ir à página de um projeto e fazer download do .zip.

  • Lê sobre transpiladores: babel, webpack, browserify, entre outros

O webpack e browserify convertem e copiam código para ser consumido. Durante o processo podem correr o babel internamente, mas também podes ter o babel a correr sozinho. Dei um exemplo numa outra resposta sobre isso.

  • Lê sobre como importar plugins para dentro do código.

Respondi sobre isso aqui, mas basicamente nos ficheiros que vão ser transpilados para ES5 (para serem usados no browser) podes fazer:

var plugin = require('plugin'); // neste caso é uma bliblioteca que tens instalada
var plugin = require('./plugin'); // neste caso é um ficheiro de nome `plugin.js` na mesma diretoria que será importado
  • testar uma aplicação

Sugiro instalares um "boilerplate" que é um projeto "chave na mão". Há muitos no Github, encontrei este que parece útil: https://github.com/developit/express-es6-rest-api

Esse projeto usa ES6, Express (que é uma biblioteca para fincionalidade de "servidor").

E depois?

Lê as sugestões / links que sugeri. Depois disso, quando surgirem dúvidas coloca aqui no site, isoladas, uma a uma em cada pergunta e vamos ajudar a resolver.

Boa sorte!

  • Então se eu instalar o NodeJS "apenas" pra rodar o Babel não tem problema, certo? Não vou precisar de um servidor que tenha suporte ao NodeJS pra rodar a aplicação depois de pronta – user5613506 5/01/17 às 12:03
  • @user5613506 exato, podes usar o Node só como compilador de ficheiros .js que depois copias para o teu projeto. Tambem podes ter uma página HTML estática para os testar dentro do projeto Node sem precisares de ter um servidor a correr. – Sergio 5/01/17 às 12:12

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.