1

Tenho um servidor virtual com sistema operacional Linux-Debian, que o mesmo é configurado como servidor Web Nginx e banco de dados Firebird. Possuo um script que realiza uma rotina de reinicialização do Firebird e o executo quando ocorre algum travamento. Meu script, que fica localizado em: '/scripts/restart_firebird.sh' consigo executá-lo normalmente por SSH. Surgiu a necessidade de colocar o script para rodar através de uma solicitação através de um script em PHP. O comando utilizado é:

$output = shell_exec("/scripts/restart_firebird.sh");
echo $output;

Ao executar, recebo a mensagem:

Stopping Firebird 2.5 superclassic server...failed.

Verifiquei nos arquivos de log do firebird localizados em '/var/log' mas não está sendo registrado este erro.

Conteúdo do script sh:

service firebird2.5-superclassic restart

  • Deve ser algum problema com as permissões do usuário do nginx ao tentar executar o script. Para ter certeza, tente logar com o usuário do seu nginx no servidor e executar o script. – Celso Marigo Jr 30/12/16 às 19:25
  • @CelsoMarigoJr, o usuário do nginx é o 'www-data'. Tentei executar o script pelo SSH com este usuário e a mensagem de erro que mostra é: service: not found. Como eu poderia dar permissão à este usuário? – Carlos Andrade 30/12/16 às 19:34
1

A forma mais simples de executar um script da forma que você precisa é utilizando o visudo. Mas veja esta é apenas uma forma, sugiro que você entenda melhor o funcionamento das permissões no Linux, e o uso do visudo de forma incorreta pode causar problemas de segurança no seu servidor.

$visudo

Seria como abaixo, irá permitir a execução sem pedir senha:

www-data ALL = NOPASSWD: /scripts/restart_firebird.sh
  • No Debian, qual seria o comando similar que tenha o mesmo efeito? Pois visudo ou sudo são comandos desconhecidos. – Carlos Andrade 30/12/16 às 19:59
  • Realizando mais umas tentativas, descobri que o caso é mais sério. Na verdade o usuário www-data pode executar o script sh. O que ele está sem permissão é de manipular serviços em si. Eu teria que adicionar o www-data ao grupo root? – Carlos Andrade 30/12/16 às 20:28
  • Como eu disse antes entenda bem como funcionam as permissões de execução do linux. Não é seguro você colocar o www-data no grupo do root. – Celso Marigo Jr 2/01/17 às 12:46
  • Compreendido. Vejo que a solução seria executar o comando informando o usuário root. Pesquisando, encontrei o seguinte comando: su -c "comando" -s /bin/sh root. Só que a senha do usuário root é solicitada. É possível acrescentar a senha na linha de comando? – Carlos Andrade 3/01/17 às 2:25
  • 1
    realmente você tinha razão, todo o problema estava relacionado a permissões do usuário "www-data". Tive que fazer umas alterações... Primeiro instalei e configurei o "sudo" e modifique o comando para: sudo -H -u www-data bash -c '/etc/init.d/firebird2.5-superclassic restart'. Pois com "service firebird2.5-superclassic restart" não estava reconhecendo. – Carlos Andrade 3/01/17 às 23:55

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.