1

Pesquisando um pouco sobre a performance de videos para stream, achei uma solução que me cabe bem, que seria usar um script PHP para mandar o vídeo em partes para o player, e tal método não me forcaria a usar protocolos como RTSP ou WebSocket, mas ai fica a dúvida:

  • Eu teria alguma vantagem ou desvantagem por carregar os vídeos dessa forma?
  • Os protocolos padronizados para esse tipo de uso são mais recomendados?

  • São explicações um pouco grandes para serem dadas em resposta por aqui, mas se alguém pude me indicar bons pontos, e tutoriais a respeito desse tipo de exibição em páginas, já seria de grande ajuda.

Atualização: Segue abaixo o código PHP para fazer a stream; Link para o tutorial: http://codesamplez.com/programming/php-html5-video-streaming-tutorial

class VideoStream
{
    private $path = "";
    private $stream = "";
    private $buffer = 102400;
    private $start  = -1;
    private $end    = -1;
    private $size   = 0;

    function __construct($filePath) 
    {
        $this->path = $filePath;
    }

    /**
     * Open stream
     */
    private function open()
    {
        if (!($this->stream = fopen($this->path, 'rb'))) {
            die('Could not open stream for reading');
        }

    }

    /**
     * Set proper header to serve the video content
     */
    private function setHeader()
    {
        ob_get_clean();
        header("Content-Type: video/mp4");
        header("Cache-Control: max-age=604800, public");
        header("Expires: ".gmdate('D, d M Y H:i:s', time()+604800) . ' GMT');
        header("Last-Modified: ".gmdate('D, d M Y H:i:s', @filemtime($this->path)) . ' GMT' );
        $this->start = 0;
        $this->size  = filesize($this->path);
        $this->end   = $this->size - 1;
        header("Accept-Ranges: 0-".$this->end);

        if (isset($_SERVER['HTTP_RANGE'])) {

            $c_start = $this->start;
            $c_end = $this->end;

            list(, $range) = explode('=', $_SERVER['HTTP_RANGE'], 2);
            if (strpos($range, ',') !== false) {
                header('HTTP/1.1 416 Requested Range Not Satisfiable');
                header("Content-Range: bytes $this->start-$this->end/$this->size");
                exit;
            }
            if ($range == '-') {
                $c_start = $this->size - substr($range, 1);
            }else{
                $range = explode('-', $range);
                $c_start = $range[0];

                $c_end = (isset($range[1]) && is_numeric($range[1])) ? $range[1] : $c_end;
            }
            $c_end = ($c_end > $this->end) ? $this->end : $c_end;
            if ($c_start > $c_end || $c_start > $this->size - 1 || $c_end >= $this->size) {
                header('HTTP/1.1 416 Requested Range Not Satisfiable');
                header("Content-Range: bytes $this->start-$this->end/$this->size");
                exit;
            }
            $this->start = $c_start;
            $this->end = $c_end;
            $length = $this->end - $this->start + 1;
            fseek($this->stream, $this->start);
            header('HTTP/1.1 206 Partial Content');
            header("Content-Length: ".$length);
            header("Content-Range: bytes $this->start-$this->end/".$this->size);
        }
        else
        {
            header("Content-Length: ".$this->size);
        }  

    }

    /**
     * close curretly opened stream
     */
    private function end()
    {
        fclose($this->stream);
        exit;
    }

    /**
     * perform the streaming of calculated range
     */
    private function stream()
    {
        $i = $this->start;
        set_time_limit(0);
        while(!feof($this->stream) && $i <= $this->end) {
            $bytesToRead = $this->buffer;
            if(($i+$bytesToRead) > $this->end) {
                $bytesToRead = $this->end - $i + 1;
            }
            $data = fread($this->stream, $bytesToRead);
            echo $data;
            flush();
            $i += $bytesToRead;
        }
    }

    /**
     * Start streaming video content
     */
    function start()
    {
        $this->open();
        $this->setHeader();
        $this->stream();
        $this->end();
    }
}

/*chamo a classe*/
    $filePath = "caminho-para-o-video.mp4";
    $stream = new VideoStream($filePath);
    $stream->start();
2
+50

HTTP Header Range (Download de arquivos por partes)

O PHP permite não só para vídeos, mas para qualquer tipo de download, montar um script de gerenciamento de entrega de partes de arquivos. É dessa maneira que site como Mega ou outros especializados em Download, gerenciam a banda utilizada, velocidade e qualquer outra limitação que o serviço tiver para usuários de conta free.

Um dos principais problemas do PHP quando utilizado para stream, websocket ou qualquer coisa do gênero é que ele é péssimo para gerenciar memória, o PHP precisa morrer uma hora. Não é nada saudavel para o servidor deixar um script do PHP rodando por séculos. Este deve ser o maior problema ao utilizar esse meio que está querendo.

Volto a reafirmar, o PHP não é nem de longe uma linguagem ideal pra se implementar stream, websocket ou qualquer coisa do gênero. Dá para implementar? Claro, mas o resultado não será muito satisfatório quando colocar em ambiente de produção.

Pelo que vi não existe um cabeçalho HTTP para limitar o tamanho de um range, então teria que recorrer a implementações em JavaScript ou Flash para isso. Caso contrário não terá muito controle, o que pode ser um problema imenso, pois enquanto o vídeo estiver carregando, o script do PHP estará sendo executado.

O que pode fazer é tentar separar em várias requisições solicitando partes diferentes do arquivo.

Utilizar essa maneira de entrega do arquivo por partes pode ser uma solução interessante, porem precisa tomar cuidado com a quantidade de memória que o seu script irá utilizar ou a quantidade threads usadas.

Para exemplificar, você fez seu sistema e ele entrega uma porcentagem do arquivo a cada requisição, vamos supor, de 10 em 10%.

Se você tiver um arquivo de tamanho médio, a entrega pode não gerar nenhum problema, o tempo de download será bom, e não haverá muitos requests consecutivos para o servidor.

Se você tiver um arquivo pequeno, a entrega pode começar a gerar problemas com um número maior de usuário utilizando, pois como as partes entregues do arquivo é muito pequena, a resposta será muito rápida e a necessidade de uma nova parte do arquivo surgirá tão rápido quanto. Sendo assim, o número de requisições consecutivas pode aumentar demais, e se tiver vários usuários solicitando o mesmo arquivo, serão várias threads criadas e como consequência um uso de processamento muito auto.

Se você tiver um arquivo muito grande, o PHP irá demorar a executar toda a entrega da requisição, e o PHP não foi feito para processar scripts durante muito tempo, o PHP precisa morrer uma hora.

Controlando o tamanho dos ranges

Eu não encontrei nada sobre como controlar o buffer do player em HTML5, mas com certeza é possível, já que o YouTube faz isso, porem não acredito muito que ele trabalhe utilizando o PHP como serviço de stream, mas um sistema específico para isso.

Entretanto se quiser arriscar, algumas possíveis soluções:

Mas resolvendo esse problema com o limite do tamanho dos ranges, com testes e mais testes você poderá chegar a uma melhor solução do tamanho máximo ideal.

Para definir um tamanho de range eu sugiro utilizar um tamanho máximo fixo ou uma tabela range.

Tamanho máximo fixo

Definir um tamanho máximo para o range entregue é como dizer que a cada requisição entregará por exemplo 100Kb. então todas as requisições entregaram no máximo 100 Kb. Mas por que "no máximo"? Quando chegar no final do arquivo e faltar menos de 100 kb para entregar, então o valor do range tem que ser menor, por isso no máximo.

No caso da entrega de vídeo, o bom uso do range pode ser uma sacada interessante por lhe permite definir coisas do tipo, o vídeo sempre estará carregado X segundos a frente.

A vantagem é que vai ser um valor sempre constante e talvez diminua a complexidade do código.

A desvantagem é que se um arquivo for menor do que o range definido será carregado completamente, e se for maior, talvez a quantidade terá requisições demais.

Tabela range

Utilizar uma tabela de ranges de bytes de entrega pode ser interessante pois você irá definir ranges de acordo com o tamanho do arquivo que está sendo entregue. Isto é, para um arquivo pequeno é um range, para o médio é outro e para um gigante um terceiro range.

Por exemplo:

Arquivo                    | Tamanho        | range máximo
pequeno 01                 | 10 bytes       | 100 kb
pequeno 02                 | 50 kb          | 100 kb
pequeno 03                 | 200kb          | 100 kb
médio 04                   | 1 Mb           | 200 kb
gigante                    | 1 Gb           | 1 Mb

Referências

  • Realmente fiquei interessado nessa ideia de limitar os ranges, problema é que não tenho a minima ideia de como o fazer, atualmente rodando os vídeos por php tenho a impressão de que eles começam a carregar mais rápido do que acessando o arquivo diretamente – Leo Letto 15/12/16 às 11:49

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.