4

Qual a diferença entre declarar uma variável qualquer (nesse caso number) antes da função main()?

int number = 0;

int main() {
    printf(" The number is %d\n", number);
    return (0);
}

e depois dela.

int main() {
    int number = 0;
    printf(" The number is %d\n", number);
    return(0);
}

Até então eu estava fazendo os exercícios de um livro sempre declarando as variáveis dentro da função main, mas vi agora em outro livro variáveis sendo declaradas antes.

  • Alguma das respostas resolveu sua dúvida? Acha que pode aceitar uma delas? Veja o tour como fazer isso, se ainda não o fez. Você ajudaria a comunidade identificando qual foi a melhor solução para você. Pode aceitar apenas uma delas. Mas pode votar em qualquer pergunta ou resposta que achar útil no site todo. – Maniero 13/12/16 às 9:53
5
int number = 0;

int main() {
    printf(" The number is %d\n", number);
    return (0);
}

Aqui number é uma variável global. Ela tem tempo de vida por toda aplicação e visibilidade, escopo dentro de todo o arquivo onde ela foi declarada, sendo que eventualmente ela pode ser declarada para ser incluída e acessada externamente a este arquivo, o que é pior ainda.

Isto torna o código menos legível e dificulta a manutenção. Variáveis devem ser declaradas o mais próximo possível de onde ela será necessária, deve ter o menor escopo e tempo de vida possível para economizar memória da pilha ou geral e para evitar que algo seja feito com ela inadvertidamente.

A variável ficará em uma área estática da memória e o acesso concorrente a ela será problemático.

int main() {
    int number = 0;
    printf(" The number is %d\n", number);
    return(0);
}

Aqui number é uma variável local que só existirá na pilha por um curto período de tempo (durante a execução da função) e não pode ser acessada fora da função.

É mais fácil acompanhar seu estado porque ela não pode ser modificada em outros pontos da aplicação. Imagine como é difícil depurar algo que pode ter seu estado alterado em vários pontos.

Na verdade as variáveis deveriam ter o escopo até menos sempre que possível. É comum vermos em C programadores declarando todas variáveis no começo da função. Isto até era necessário no começo e tem muito exemplo assim. Mas o correto é declarar no menor escopo possível. Se tem um bloco de código e a variável ficará só dentro dele, declare ali dentro, não deixe a variável em escopo da função toda. Na verdade mesmo que não posso usar um escopo menor tem serventia declarar a variável só quando for usada mesmo, o código fica mais legível. Só não fica mais do que evitar uma variável desnecessária para o algoritmo.

Eu vejo programadores iniciantes criando variável global para não ter que passar as variáveis locais como argumentos para outras funções. Essencialmente sempre é um erro fazer isto. Em aplicações bem escritas podemos dizer que nunca precisamos de variáveis globais (ainda que nunca seja um exagero).

Claro que em exemplos simples assim parecem que não faz diferença, e neste não faz mesmo, mas acostume-se fazer do melhor jeito, em aplicações mais complexas é importantíssimo ter organização do código e diminuir a superfície onde pode ocorrer problemas.

  • Pois é, depende do foco do assunto. Em programação competitiva, os códigos são pra lá de horríveis comparando com códigos que seguem a engenharia de software. Mas isso é porque em maratonas o foco é o algoritmo e não o código. – Mário Feroldi 28/11/18 às 12:30
3

Não é antes ou depois, mas sim fora ou dentro do escopo da função. Fora do escopo de um função elas são chamadas de variáveis globais e são acessíveis por todas as funções do projeto. Dentro de uma função são chamadas de variáveis locais e são acessíveis apenas à função onde ela está declarada. Por motivos de segurança procure sempre declarar as variáveis dentro de uma função e quando precisar dela em outra função passe-a por parâmetro.

  • 1
    Segurança não é a motivação para variáveis locais. O problema é que variáveis globais contribuem para o estado do programa a todo momento. Quanto menos estado você tem em mente quando avalia um pedaço de código (para procurar a causa de um bug, por exemplo), mais fácil e rápido fica para raciocinar sobre aquele pedaço. – Pablo Almeida 8/12/16 às 2:23

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.