5

Em Javascript, é possível utilizar/usar uma função antes da sua declaração.

MyFunc();
function MyFunc() {
  return console.log('blah!');
}

Porém, quando se trata de funções anônimas e closures, não é possível fazer como o exemplo acima:

var MyFunc;

MyFunc();

MyFunc = function () {
  return console.log('Nada de Blah!');
};

Apesar de saber que funciona assim, nunca soube o porquê.

Por que isso acontece?

1 Resposta 1

3

Conforme respondi sobre PHP a compilação é feita em dois passos. Ao contrário da função normal que é uma declaração, a função anônima faz parte do algoritmo e não é analisada no primeiro passo, por isso não pode ser considerada no primeiro passo, durante a análise das declarações. No segundo passo já está tarde, só será considerado os símbolos gerados no primeiro passo, ou o que pode ser interpretado até aquele ponto do código no segundo passo.

Mas tem um complicador. Por ser uma linguagem dinâmica e o valor da variável pode até mesmo deixar de ser uma função, não tem como ele garantir que terá a função ali, a verificação só pode ser feita no momento de sua execução. É um problema semelhante ao include relatado na pergunta do PHP.

Se a linguagem fosse tipada MyVar teria que ter a assinatura da função, aí o código da pergunta funcionaria, não importa onde a "variável" fosse declarada. Note que estou falando até da declaração, nem precisa ser a definição.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.