3

Quando eu uso echo var_dump($location); eu obtenho isto:

object(stdClass)#1226 (2) { ["type"]=> string(5) "Point" ["coordinates"]=> array(2) { [0]=> float(44.0928438) [1]=> float(-70.20876942) } }

Eu tentei obter os numeros floats((44.0928438, -70.20876942)), com o seguinte código:

$lat = $location["type"]["coordinates"][0];
$long = $location["type"]["coordinates"][1];

Mas quando eu corro o meu ficheiro php, dá-me o seguinte erro não porque:

Fatal error: Cannot use object of type stdClass as array in /Applications/XAMPP/xamppfiles/htdocs/aw014/ExternalWebServiceAdapter/Adapters/TwitterAdapter.class.php on line 62

5
  • Adicionalmente às respostas mais elaboradas, um var_dump() seguido de um echo não só é errado como desnecessária, haja vista que var_dump() já envia output para o browser. ^_^ 24/05/2014 às 13:35
  • Acho que o var_dump foi só pra mostrar o conteúdo do objeto como forma de debugging, não deve ser para exibir dado para o browser...
    – Wakim
    24/05/2014 às 15:38
  • Coloque a $location no seu código ! se puder queria ver? Porque imagino se for uma classe tem que usar -> !!! mas, antes preciso ver o $location
    – user6026
    24/05/2014 às 16:32
  • @Wakim, sim, sim, mas eu sou ranzinza, fazer o quê? :p 25/05/2014 às 0:43
  • @BrunoAugusto, entendido, sem problemas hehe
    – Wakim
    25/05/2014 às 0:50

1 Resposta 1

2

Ocorre que a sintaxe de colchetes até certo tempo atrás era uma exclusividade dos arrays.

Porém, pouco a pouco (relativamente falando) os Objetos foram sendo aprimorados. Primeiro eles puderam ser iterados tal qual um array normal. A consequência natural disso seria os objetos que representam um array também poderem adotar a sintaxe de colchetes.

Essa habilidade se dá por fazer um objeto implementar a interface ArrayAccess (e seus métodos). Ironicamente, parece que a classe stdClass não recebeu essa implementação e, por isso, o Fatal Error.

Para solucionar o problema você tem duas opções:

  1. Mapear esse Objeto stdClass num array:

    function map( $param ) {
    
        if( is_object( $param ) ) {
            $param = get_object_vars( $param );
        }
    
        if( is_array( $param ) ) {
            return array_map( __FUNCTION__, $param );
        }
    
        return $param;
    }
    

    É possível também forçar o cast desse objeto para array:

    $data = (array) $original;
    

    Mas isso não é recursivo. No seu caso não seria um problema pois você tem um único objeto stdClass, mas a função acima ainda vale como referência pois vai convertendo para array tantos stdClass quantos ela encontrar, hierarquicamente falando.

  2. Procurar alternativas para o resultado não vir numa stdClass

    Pelo conteúdo das entradas desse objeto é notável que está havendo o consumo de uma API de GeoTargeting ou, pelo menos, um fetching dos dados do banco de dados usando objetos como fetching style

    No caso de uma API, normalmente os dados são trafegados em JSON que é um formato "universal". Para trabalhar com JSON com PHP você usa json_decode() com a intenção de produzir um array.

    Para o PHP, suas intenções quase sempre não valem nada. Por isso que, por padrão, json_decode() devolve os dados numa stdClass.

    No entanto, é simples de contornar isso. Basta passar o segundo argumento json_decode() como TRUE:

    $data = jsondecode( $original, TRUE );
    

    Caso os dados estejam sofrendo influência de um fetching style verifique a documentação da forma como você lê o recurso da consulta definindo que não sejam usados objetos.

    Na PDO, por exemplo, por padrão, um recurso é devolvido em arrays, tanto indexados quanto associativos (PDO::FETCH_BOTH), mas é bastante comum de ser alterado para PDO::FETCH_ASSOC ou, no caso que talvez possa ser o seu, PDO::FETCH_OBJ

2
  • Obrigado resolveu a minha questão
    – Rochinha
    26/05/2014 às 2:14
  • Mas qual foi o cenário que eu acertei? O do JSON ou o do banco de dados? 26/05/2014 às 12:49

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.