1

Tenho duas tabelas, vendas e vendaProduto por conta do volume de informações nessas tabelas as operações de leitura/escrita ficam lentas. Preciso criar uma procedure que armazene esses dados (das tabelas venda e vendaProduto), de um determinado período, em tabelas de backup (bkpVenda e bkpVendaProduto). Sendo que o período irá ser informado pelo usuário. Como eu devo fazer essa procedure?

create table venda (
ven_ID   int not null identity (1,1) constraint PKVenda primary key,
cli_ID   int not null,
fun_ID   int not null, 
ven_Data date not null,
constraint fkVenCli foreign key (cli_ID) references cliente(cli_ID),
constraint fkVenFun foreign key (fun_ID) references funcionario(fun_ID))

;

create table vendaProduto (
vpr_ID          int identity (1,1) constraint PKVendaProduto primary key,
ven_ID          int not null,
liv_ID          int not null, 
vpr_Quantidade  int,
vpr_ValorUnit   decimal(15,2),
constraint fkItvVen foreign key (ven_ID) references venda(ven_ID),
constraint fkItvliv foreign key (liv_ID) references livro(liv_ID))

;

2
  • Felipe, os dados que forem copiados para as respectivas tabelas de backup devem ser apagados da tabela original? Se sim, terá que reprogramar o aplicativo para consultar tanto os dados ativos quanto os arquivados.
    – José Diz
    24/11/16 às 18:22
  • Felipe, qual o número aproximado de linhas nas tabelas "venda" e "vendaProduto"?
    – José Diz
    24/11/16 às 18:49
1

Você pode fazer da seguinte forma:

if object_id('realizar_backup', 'P') is null
begin
  exec('create procedure realizar_backup as');
end;
go

alter procedure realizar_backup @data_inicio datetime,
                                @data_fim    datetime
as
begin
  set nocount on;

  insert into bkpVenda(ven_ID,
                       cli_ID,
                       fun_ID, 
                       ven_Data)
  select v.ven_ID,
         v.cli_ID,
         v.fun_ID, 
         v.ven_Data
    from venda with(readpast) v
   where v.ven_Data between data_inicio and data_fim;

  insert into bkpVendaProduto(vpr_ID,
                              ven_ID,
                              liv_ID 
                              vpr_Quantidade,
                              vpr_ValorUnit)
  select vp.vpr_ID,
         vp.ven_ID,
         vp.liv_ID 
         vp.vpr_Quantidade,
         vp.vpr_ValorUnit
    from venda with(readpast) v
         inner join vendaProduto with(readpast) vp on vp.ven_ID = v.ven_ID
   where v.ven_Data between data_inicio and data_fim;
end;
go

Porém eu te aconselho a gravar em tabelas de log no momento em que as transações são feitas (insert, update, delete) e depois só consultar por datas. Mas se for só pra salvar essa procedure resolve seu problema.

1

Antes de modificar a estrutura do banco de dados, e o respectivo impacto nos aplicativos, sugiro análise do que está ocasionando a lentidão. Podem ser estatísticas defasadas, alguma consulta que necessita ser otimizada, índices fragmentados ou ausentes etc etc. Em suma, as tarefas típicas de administração de banco de dados.

Após a análise, talvez seja indicada a criação de índices adicionais. Por exemplo, se houver elevado número de consultas na tabela "venda" por período, então é provável que a criação de índice pela coluna ven_Data otimize essas consultas. É claro que, além da coluna ven_Data, é necessário avaliar colunas de cobertura que devam constar nesse índice.

Na tabela vendaProduto me parece que deve ser reavaliado o que comporá o índice clustered. A coluna vpr_ID, como chave do índice clustered, me parece inútil. Ela até poderia ser mantida como chave primária, mas em um índice nonclustered. Ou, melhor ainda, bastaria declarar essa coluna como unique.

Dentre as várias chaves candidatas da tabela "vendaProduto", talvez a coluna ven_ID seja a ideal para ser escolhida como chave do índice clustered. Pode ser uma chave simples, aceitando duplicidades, ou então uma chave composta (ven_ID + vpr_ID), exclusiva (sem repetições).

A sugestão é que, antes de pensar em modificar a estrutura do banco de dados, encontre os gargalos atuais.

Com relação ao espaço físico ocupado, analise quanto ocupa cada coluna. Somente como exemplo, a coluna Quantidade da tabela "vendaProduto" está declarada como int. Ou seja, ocupa 4 bytes e aceita valores de até 2 milhões e pouco. Será que algum livro teve mais de 32 mil exemplares vendidos, em uma mesma transação? Se a quantidade de cada item vendido for menor do que 32 mil unidades, pode declarar a coluna como smallint, que então a coluna ocupará metade do espaço (2 bytes).

O mesmo raciocício para a coluna fun_ID, na tabela "venda", que também está declarada como int. Existem mais de 32 mil funcionários nessa livraria?! Claro que não! Essa coluna poderia ser declarada como smallint (até cerca de 32 mil funcionários) ou mesmo tinyint (até 255 funcionários).

Na tabela "venda" consta a data da venda mas não consta o horário. Se for necessário registrar também o horário da venda, avalie o uso do tipo smalldatetime. O tipo date ocupa 3 bytes e o smalldatetime ocupa 4 bytes.

São detalhes que, ao final, fazem a diferença na performance.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.