5

Estou iniciando no estudo dessa arquitetura e me deparei com esse termo : routing.

edit

Preciso de algum framework para desenvolver com base nessa arquitetura ?

  • 2
    Eu sei que é outra tecnologia, mas isso já não responde? Funciona igual. pt.stackoverflow.com/q/162142/101 – Maniero 17/11/16 às 18:06
  • Sei muito pouco a respeito para afirmar se responde, a primeira vista tentar entender algo pela 1º vez em uma outra linguagem já dificulta um pouco para mim, eventualmente se alguém conseguir postar algo no contexto do php, para mim seria mais fácil entender... – MagicHat 17/11/16 às 18:09
  • Só uma nota: Routing ou rotas não está ligado ao MVC, é apenas um funcionalidade de alguns frameworks que combinam duas coisas diferentes, para resumir o MVC não é uma tecnologia, ele seria um "método de organização do projeto" (Padrão de projeto ou do inglês design pattern). – Guilherme Nascimento 17/11/16 às 18:45
8

"Routing" traduzindo é "Roteamento".

Pelo o que eu entendo de MVC, o termo Routing está relacionado ao controle/definção de rotas de uma aplicação.

Essas rotas geralmente são utilizadas para definir uma ação que será executada quando determinada url for acessada.

Exemplo: redirecionamentos, resposta em json ou html.

Exemplo em Frameworks

É muito comum a utilização de rotas em frameworks PHP que utilizam o padrão MVC.

Vou dar um exemplo de definição de rotas no framework chamado Laravel.

Exemplo:

Route::get('/', 'HomeController@getIndex');

Route::get('/about', 'HomeController@getAbout');

Basicamente, na declaração acima, você está definindo duas rotas. Cada uma efetua uma ação diferente, para cada path diferente (path é a parte da url que fica depois da /).

Ou seja, quando alguém acessar a url meusite.com.br o método getIndex de HomeController será invocado. Porém, se acessar meusite.com.br/about, será invocado getAbout.

Ainda em relação ao termo Routing, não poderia deixar de citar que os frameworks Symfony e Laravel utilizam esse termo Routing internamente em seus namespaces.

Esses frameworks são separados por várias bibliotecas. E em uma destas, existe uma chamada de Routing. Isso porque os desenvolvedores desses dois frameworks tiveram a ideia de criar toda a estrutura de roteamento separado em uma biblioteca específica.

É importante citar que as funcionalidades atribuídas ao roteamento das bibliotecas citadas acima vão além de uma definição de uma ação para cada url. No sistemas de roteamento desses frameworks, outras responsabilidades são atribuidas a essa biblioteca. São elas:

  • Definição de filtros. Uma rota só poderá ser acessada de acordo com uma condição. Por exemplo, um usuário autenticado pode acessar uma rota a, mas um não autenticado não pode.

  • Coleção de rotas. Uma classe responsável por registrar todas as informações das rotas.

  • Tratamento de erros. Caso a url acessada represente uma rota não definida, uma ação padrão deverá ser chamada.

  • Verificação do verbo da requisição. Nesse caso, trata-se de saber se a rota aceita requisições do tipo POST, GET, PUT, PATCH, DELETE, etc. É útil fazer essa verificação para aplicações Restful.

Bibliotecas de roteamento

Biblioteca de Routing do Symfony e Laravel

As bibliotecas citadas acima encontram-se atualmente no Github. Se quiser dar uma olhada para saber como foi feita a organização das mesmas, dê uma olhada nelas:

Biblioteca Routes do PHPLegends

A biblioteca PHPLegends/Routes possui uma forma bem simples de você criar um sistema de rotas, sem dependência de um framework.

Exemplo (similar ao exemplo anterior):

include __DIR__ . '/vendor/autoload.php';

$router = new \PHPLegends\Routes\Router;

$router->get('/', function () {
    return 'Hello World';
});

$router->get('/about', function () {
    return 'About me!';
});

$page = isset($_GET['page']) ? $_GET['page'] : '/';

$dispatcher = new \PHPLegends\Routes\Dispatcher($page, $_SERVER['REQUEST_METHOD']);

echo $router->dispatch($dispatcher);

Nota: Eu contribuo com o desenvolvimento dessa última biblioteca citada.

  • Não mano esquece Asp.net, é php.... – MagicHat 17/11/16 às 18:20
  • Tem de usar framework ? – MagicHat 17/11/16 às 18:21
  • Tem como colocar um exemplo do uso em php sem framework ? – MagicHat 17/11/16 às 18:29
  • @MagicHat to resolvendo um BO de Mysql. Vou melhorar pra vocÊ – Wallace Maxters 17/11/16 às 18:34
  • De boa man...sem pressa... – MagicHat 17/11/16 às 18:36
8

Não é necessário frameworks para criar nada, você só precisará de um framework se não dispor de tempo ou achar que o framework é "bom" e lhe atende, frameworks foram criados por pessoas assim como nós, mas geralmente são mantidos por comunidades maiores (2 ou mais pessoas).

Resumindo em qualquer linguagem é possível fazer qualquer coisa que outro framework tenha feito.

Agora o ponto mais importante, routing ou rotas não estão ligados ao MVC, é apenas um funcionalidade de alguns frameworks que combinam duas coisas diferentes, para resumir o MVC não é uma tecnologia, ele é "método de organização do projeto" (Padrão de projeto ou do inglês design pattern).

As rotas se referem as URLs e as vezes dominios que são repassados em forma de váriavel para o PHP, um exemplo bastante simples e sem framework usando o Apache seria isto isto (a maioria dos servidores é Apache):

  1. Crie um arquivo chamado .htaccess na pasta do teu projeto (na mesma pasta do teu index.php) com o seguinte conteúdo:

    RewriteEngine On
    
    RewriteCond %{SCRIPT_FILENAME} !-f
    RewriteCond %{SCRIPT_FILENAME} !-d
    RewriteRule ^(.*)$ index.php?uri_path=$1
    
  2. Na mesma pasta, no index.php faça isto:

    <?php
    
    $uri_path = empty($_GET['uri_path']) ? null : $_GET['uri_path'];
    
    $rotas = array(
       '/'         => 'pages/home.php', //Este será a index se acessado http://localhost/projeto/
       '/sobre'    => 'pages/about.php',
       '/carrinho' => 'pages/cart.php',
       '/admin'    => 'pages/admin/home.php', //Pagina para o seu "dashboard"
       '/perfil'   => 'outro/foo/bar/script_de_perfil.php'
    );
    
    $paginaAtual = empty($rotas[$uri_path]) ? null : $rotas[$uri_path];
    
    if ($paginaAtual) {
        //Chama a página
        include $paginaAtual;
    } else {
        include 'error/404.php';
    }
    

Isto é um exemplo bem simples como já citei, para passar argumentos como http://localhost/projeto/perfil-{id} e pegar o id seria necessário preg_match, mas ae seria outra historia.

Não existe um padrão para as fazer as rotas, você pode criar uma padrão próprio, usar algo semelhante ao dos frameworks conhecidos

  • 1
    Orra fico legal essa explicação... Consegui captar...Vlw man... – MagicHat 17/11/16 às 19:50
  • Apesar de a pergunta ter sido especificamente sobre MVC, foi importante citar que é possível criar uma organização de rotas, sem precisar de frameworks, biblioteca e afins. +1 – Wallace Maxters 18/11/16 às 12:21
  • @WallaceMaxters mas eu falei de MVC, isto não é tecnologia e não está ligado as rotas, o que acontece é que frameworks usam o design pattner MVC para organizar o projeto e transferem as rotas para acesso a um ou mais Controllers, mas no final que define se é MVC mesmo é o desenvolvedor, você pode usar Laravel e ainda sim não estar fazendo MVC :) – Guilherme Nascimento 18/11/16 às 13:12
  • Ah, é verdade, que vacilo! – Wallace Maxters 18/11/16 às 13:13
0

É, a grosso modo, as urls que vamos usar para o acessos a nosso sistema. Por exemplo, se eu quero criar uma view que me permite cadastrar um usuário eu preciso definir uma rota tanto para chegar nesta view quanto para passar para outra view ao finalizar o cadastro. O routing, nos permite gerenciar como nossa aplicação vai interagir, seja para passar de uma view para outra seja para passar funções do controller.

  • Pode dar um exemplo de como seria feito esse routing, algum código... – MagicHat 17/11/16 às 18:15

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.