1

Alguém sabe qual é o algorítimo de validação usado por esee site?

http://sqa.fyicenter.com/Online_Test_Tools/MAC_Address_Format_Validator.php

Procurei bastante pela internet porém não consegui encontrar, no site até diz como é feito porém não estou com muito tempo para estudar.. então gostaria de saber se alguém tem um pronto já..

Obs: lembrando que é a validação do Mac Address como existência, não apenas o formato.

Preferencia de linguagens: Javascript ou PHP

  • 1
    Nem PHP e nem Javascript tem como acessar equipamentos remotamente para detectar os endereços de MAC, nem mesmo do usuário que esta acessando a página. O unico endereço que poderia pegar seriam dos equipamentos ligados ao servidor aonde o PHP está hospedado, e isso usando o comando arp combinado com funções como exec() do PHP. – Guilherme Nascimento 17/11/16 às 17:04
  • 1
    Com php você pode, com a API da mikrotik, mas dai você teria que ter acesso a CCR. – Mauro Alexandre 17/11/16 às 17:06
  • 2
    Só é possivel validar o formato, como disse para checar se é real teria que fazer um acesso remoto e isto não é possível e qualquer argumento de qualquer um afirmando que é possível será provavelmente uma solução não funcional ou extremante limitada. – Guilherme Nascimento 17/11/16 às 17:07
  • 1
    Para validar uma entrada, somente o formato, tem muita coisa pronta e simples, uma delas é por regex: stackoverflow.com/questions/4260467/… – BrTkCa 17/11/16 às 17:09
  • 2
    Não tem como validar se é real. Só tem como validar se é de "marca conhecida", pq nem todos os fabricantes respeitam isso (e uns se passam por outros, principalmente no mercado de "segunda linha"). Praticamente quaisquer 6 bytes descritos em hexa são válidos. – Bacco 17/11/16 às 18:24

2 Respostas 2

6

Não é possível detectar se o endereço de MAC é real, primeiro você precisa entender o que é um endereço de MAC, conforme wiki:

O Endereço MAC (Media Access Control) é um endereço físico associado à interface de comunicação, que conecta um dispositivo à rede. O MAC é um endereço “único”, não havendo duas portas com a mesma numeração, é usado para controle de acesso em redes de computadores. Sua identificação é gravada em hardware, isto é, na memória ROM da placa de rede de equipamentos como desktops, notebooks, roteadores, smartphones, tablets, impressoras de rede, etc.

Então entenda que:

  • O endereço físico só pode ser observado em LAN
  • Não será publico (ou propagado para internet)
  • Ele estará disponível através do mapeamento por ARP
  • Você poderá conseguir tornar os dados públicos, mas isto será do equipamento especifico que você configurou e "forçou/disponibilizou"

Note que até mesmo obter ele via uma linguagem rodando em um "nível mais baixo" e em LAN foi um pouco complicado para mim (É possivel determinar o endereço de hardware do roteador?)

Fui obrigado a usar comandos como (sistema operacional Windows):

  • Pegar todos endereços conectados na mesma rede e "visíveis":

    arp -a
    

    Saída:

    Interface: 192.168.2.54 --- 0xe
      Endereço IP           Endereço físico       Tipo
      192.168.2.1           b8-38-61-5d-84-28     dinâmico
      192.168.2.2           48-f8-b3-bc-45-d1     dinâmico
      192.168.2.4           c0-4a-00-87-aa-d6     dinâmico
      192.168.2.150         88-51-fb-22-31-9a     dinâmico
      192.168.2.255         ff-ff-ff-ff-ff-ff     estático
      224.0.0.2             01-00-5e-00-00-02     estático
      224.0.0.252           01-00-5e-00-00-fc     estático
      239.255.255.250       01-00-5e-7f-ff-fa     estático
      255.255.255.255       ff-ff-ff-ff-ff-ff     estático
    
  • Pegar endereço de um gateway ou ip especificado:

    arp -a 129.168.0.1
    

    Saída:

    Interface: 192.168.2.54 --- 0xe
      Endereço IP           Endereço físico       Tipo
      192.168.2.1           b8-38-61-5d-84-28     dinâmico
    
  • Pegar dados com ipconfig:

    ipconfig /all
    

    Saída:

    Configuração de IP do Windows

     Nome do host. . . . . . . . . . . . . . . . : guilherme-PC
     Sufixo DNS primário . . . . . . . . . . . . :
     Tipo de nó. . . . . . . . . . . . . . . . . : híbrido
     Roteamento de IP ativado. . . . . . . . . . : não
     Proxy WINS ativado. . . . . . . . . . . . . : não
     Lista de pesquisa de sufixo DNS . . . . . . : home
    

    Adaptador de Rede sem Fio Conexão de Rede sem Fio:

     Sufixo DNS específico de conexão. . . . . . : router5d8428.com
     Descrição . . . . . . . . . . . . . . . . . : Intel(R) WiFi Link 1000 BGN
     Endereço Físico . . . . . . . . . . . . . . : 00-26-C7-D8-E8-08
     DHCP Habilitado . . . . . . . . . . . . . . : Sim
     Configuração Automática Habilitada. . . . . : Sim
     Endereço IPv6 de link local . . . . . . . . : fe80::34d0:d738:4aab:83cf%14(Preferencial)
     Endereço IPv4. . . . . . . .  . . . . . . . : 192.168.2.54(Preferencial)
     Máscara de Sub-rede . . . . . . . . . . . . : 255.255.255.0
     Concessão Obtida. . . . . . . . . . . . . . : quinta-feira, 17 de novembro de 2016 15:41:07
     Concessão Expira. . . . . . . . . . . . . . : domingo, 20 de novembro de 2016 03:57:36
     Gateway Padrão. . . . . . . . . . . . . . . : 192.168.2.1
     Servidor DHCP . . . . . . . . . . . . . . . : 192.168.2.1
     IAID de DHCPv6. . . . . . . . . . . . . . . : 184559303
     DUID de Cliente DHCPv6. . . . . . . . . . . : 00-01-00-01-1F-8D-3F-74-3C-4A-92-4E-40-CC
     Servidores DNS. . . . . . . . . . . . . . . : fd37:267c:7d7a:1:204:dfff:fe8c:e72d
                                                   192.168.2.1
     NetBIOS em Tcpip. . . . . . . . . . . . . . : Habilitado
     Lista de pesquisa de sufixos DNS específicos da conexão: home
    

Como é formato?

Conforme o wiki:

A Imagem abaixo apresenta uma versão simplificada do quadro utilizado em redes locais Ethernet, conhecido como quadro Ethernet. O primeiro endereço identifica o destinatário da mensagem, ou seja, o receptor. O segundo endereço identifica o remetente, ou seja, o transmissor. Cada endereço é formado por seis bytes, permitindo teoricamente 2⁴⁸ endereços. Por exemplo, o número 00-0C-6E-3C-D1-6D representa um endereço Ethernet no formato hexadecimal.

Você pode então validar por PHP ou JavaScript apenas o formato, usando uma assim:

^([0-9A-Fa-f]{2}[:-]){5}([0-9A-Fa-f]{2})$

Um exemplo em PHP seria:

<?php
$mac_address = empty($_GET['mac_address']) ? '' : $_GET['mac_address'];

if (preg_match('#^([0-9A-Fa-f]{2}[:-]){5}([0-9A-Fa-f]{2})$#', $mac_address) > 0) {
     echo 'Validou!';
} else {
     echo 'Não Validou!';
}

Em JavaScript:

<input placeholder="Digite seu endereço de MAC" type="text" id="mac_address" name="mac_address">
<button id="validar">Evniar</button>

<script>
function validaEnderecoFisico(endereco) {
    return /^([0-9A-Fa-f]{2}[:-]){5}([0-9A-Fa-f]{2})$/.test(endereco);
}

var input = document.getElementById("mac_address");
var btn   = document.getElementById("validar");

btn.onclick = function() {
    if (validaEnderecoFisico(input.value)) {
        alert("Validou");
    } else {
        alert("Não validou");
        return false;
    }
};
</script>

No entanto

No entanto o @Bacco me apontou um serviço que pode ajudar a fazer isto o http://macvendorlookup.com, eles possuem uma API REST que pode lhe trazer ajudar a checar:

Por exemplo, acesse (troque pelo endereço de Mac desejado): http://www.macvendorlookup.com/api/v2/00-23-AB-7B-58-99

Ainda sim antes de usar tenha a consciência que como o @Bacco disse:

Não tem como validar se é real. Só tem como validar se é de "marca conhecida", pq nem todos os fabricantes respeitam isso (e uns se passam por outros, principalmente no mercado de "segunda linha"). Praticamente quaisquer 6 bytes descritos em hexa são válidos.

Alguns podem tentar se passar por outros.

Todavia um exemplo simples de uso da API com PHP seria:

<?php 
$enderecoMac = 'DIGITE SEU ENDEREÇO DE MAC';
$url = 'http://www.macvendorlookup.com/api/v2/' . urlencode($enderecoMac);

$ch = curl_init();
curl_setopt($ch, CURLOPT_URL, $url);
curl_setopt($ch, CURLOPT_FOLLOWLOCATION, true);
curl_setopt($ch, CURLOPT_CONNECTTIMEOUT, 30);
curl_setopt($ch, CURLOPT_TIMEOUT, 30);
curl_setopt($ch, CURLOPT_RETURNTRANSFER, 1);
$data = curl_exec($ch);

$curl_err = curl_errno($ch);

if ($curl_err != 0) {
    $result = array( 'error' => 'Erro ao usar o CURL: ' . $curl_err );
} else {
    $httpCode = curl_getinfo($ch, CURLINFO_HTTP_CODE);

    if ($httpCode != 200) {
        $result = array( 'error' => 'Erro ao baixar: ' . $httpCode );
    } else {
        $result = json_decode($data);
        $data = null;
    }
}

curl_close($ch);

var_dump($result);
1

Bom, de acordo com o site que você colocou o padrão do MAC pode ser:

  • 6 grupos de 2 hexadecimais separados por hífen (-), Ex. 01-23-45-67-89-ab

  • 6 grupos de 2 hexadecimais separados por dois pontos (:), Ex. 01:23:45:67:89:ab

  • 3 grupos de 4 hexadecimais separados por ponto (.), Ex. 0123.4567.89ab

Tendo em vista esse padrão podemos fazer um regex para validar todos os casos, começando pelos 2 primeiros que são praticamente iguais, só mudando o separador:

( ([0-9a-fA-F]{2}[:-]){5} ([0-9a-fA-F]{2}) )

Dentro dos colchetes eu defino valores de hexadecimais válidos, seriam eles de 0 até 9 e de A até F (maiúsculo e minúsculo), logo após eu defino a quantidade que eu espero desses valores que no caso é {2}, em seguida eu tenho que definir o separador que pode ser dois pontos ou hífen [:-], e logo após eu defino a quantidade de vezes que isso será repetido, que no caso é o número total dos grupos-1** e depois eu coloco o grupo de hexadecimais novamente, só que dessa vez sem o separador.

** O motivo de colocar o total de grupos (que no caso é 6) menos 1 é para que o final seja aceito sem o separador, por esse motivo eu repito o conjunto no final.

Agora vamos para o último padrão:

( ([0-9a-fA-F]{4}\.){2} ([0-9a-fA-F]{4}) )

O conjunto de hexadecimais é exatamente igual os primeiros padrões, só mudando o número de repetições para {4}, e em seguida eu defino um novo separador (que no caso é ponto) e repito tudo isso pelo número total de grupos - 1, e adiciono o grupo novamente sem o separador no final.

Aqui em baixo está um exemplo do script funcionando:

document.querySelector('#mac').addEventListener('keyup', function() {
  
  var status = this.value.match(/^((([0-9a-fA-F]{2}[:-]){5}([0-9a-fA-F]{2}))|(([0-9a-fA-F]{4}\.){2}([0-9a-fA-F]{4})))$/);

  document.querySelector('#result').innerHTML = status ? 'Válido' : 'Inválido';
});
<div>
  <label>Digite o MAC:</label>  
  <input type="text" id="mac">
</div>

<div id="result"> </div>

OBS.: ^ é igual ao inicio do regex, $ é igual ao final do regex, e o | é igual ao OU lógico.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.