6

Quando coloco:

return n * fatqua(n-1) 

o programa retorna o resultado esperado que é 24.

Porém quando coloco:

return n * fatqua(--1) 

o resultado do programa é 0. Não estou conseguindo entender a lógica dessa operação.

Segue o código:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>

int fatqua(int n){

    printf("\n numero : %d",n);
    system("Pause");
    if(n>0)
    {
        return n * fatqua(n-1) ;
    }
    return 1;
}

int main(){
    int n, resul=0;

    printf("Digite um numero: ");
    scanf("%d",&n);

    resul= fatqua(n);
    printf("\n\n Fatorial e igual a: %d",resul);

}
  • 1
    --1 não faz sentido, pra que fazer isso? – Maniero 2/11/16 às 16:32
  • 3
    @bigown eu acho que ele quis dizer --n – Genos 2/11/16 às 16:40
  • 4
    Se você quer dizer --n, isso ocorre porque o decremento de n vai acontecer antes da multiplicação. Portanto quando n for 1 você vai multiplicar o resultado final por 0. – bfavaretto 2/11/16 às 16:54
  • @bfavaretto tu respondeu 2s antes de mim :| – Genos 2/11/16 às 16:56
  • @Genos Se quiser postar uma resposta mais detalhada abaixo, fique à vontade ;). Eu parei por aqui. – bfavaretto 2/11/16 às 16:56
5

Assumindo que você queria o parâmetro --1:

Isso gera um erro de compilação:

fat2.c:10:27: error: lvalue required as decrement operand
         return n * fatqua(--1) ;

Apenas para deixar claro, lvalue é o mesmo que locator value. Isto quer dizer que a função espera receber um valor endereçável, e não uma constante.

Assumindo que você queria o parâmetro --n:

Bom, aqui temos algo interessante e a sua pergunta já foi feita no stackoverflow. Temos neste link e neste outro algumas respostas úteis.

Ressalto aqui alguns pontos importantes:

  • Usar --n causará o decremento antes que a instrução seja executada. Devido ao pré-decremento, a expressão avaliada será (n-1) * fatqua(n-1);
  • A multiplicação é comutativa (A * B = B * A), e isto a torna perigosa na hora de avaliar esta expressão. A ordem de avaliação dos argumentos é indefinida neste caso. Por isso é uma boa prática não usar duas vezes na mesma expressão uma variável que você está incrementando ou decrementando.
  • Se gostaria muito de usar --n para resolver o fatorial, execute o código abaixo:

    #include <stdio.h>
    unsigned int fatqua(unsigned int n){
        printf("\nnumero : %d", n);
        if (n < 2)
            return 1;
        return fatqua(--n) * (n+1);
    }
    void main() {
        unsigned int n, resul = 0;
        printf("Digite um numero: ");
        scanf("%d", &n);
        resul = fatqua(n);
        printf("\n\n Fatorial de %d eh igual a: %d\n", n, resul);
    }
    

Note que fica horrível e muito menos legível que a primeira forma (com (n-1) no parâmetro da chamada recursiva). Além disso, um detalhe seria utilizar unsigned int também, já que não existe fatorial de número negativo. Ressalto mais uma vez, pelas razões citadas, que você deve utilizar

return n * fatqua(n-1);
1

Como já comentado, provavelmente a intenção original seria chamar como parâmetro --n. De qualquer modo, isso é perigoso e estraga a operação, pois pela ordem de precedência de operadores em C, o decremento é feito antes da multiplicação propriamente dita, gerando uma recursão da forma

n-1 * n-2 * ... * 2 * 1 * 0 * 1

Onde cada termo é -1 do que deveria ser (observe que o último 1 é o caso base da recursão, explicitado em return 1).

Numa nota extra, seria ainda mais perigoso ainda fazer algo do tipo fatqua(n--), pois nesse caso a chamada recursiva ocorre antes do decremento de n. Isso geraria infinitas recursões e, consequentemente, estouro de pilha.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.