3

Eu estou tentando imprimir o ponteiro de string abaixo, e se coloco " %s " + char* t[]; dá erro, já se coloco %c ele imprime a letra " i " não sei porque.

Quero aprender e não ctrl + c e ctrl + v)

Também apareceu:

[Warning] multi-character character constant [-Wmultichar] )

#include <stdio.h>
#include <locale.h>
#include <stdlib.h>
#include <string.h>

void limpa () {
    fflush(stdin);
}

int main () { setlocale(LC_ALL,"Portuguese");

    int inteiro = 1, *i;

    float flutua = 1.0; float* f;

    char texto[20] = "Hello"; char* t; // tentei char* t[] e não deu certo

    i = &inteiro; *i = 2;

    f = &flutua; *f = 2.0;

    limpa();

    t = texto; *t = 'Oi';

    printf("\nOs valores são %i, %.2f, %c.\n",*i,*f,*t); /* coloquei %s e travou o programa
    tipo quandoa gente usa a função abort(); */

    return 0;
}
5

Tem várias coisas esquisitas nesse código, ele não faz nada útil, me parece que não serve nem para aprendizado. Eu consertei os problemas, mas não quiser que agora é um código bom para entender alguma coisa. O maior problema é que a string que está com aspas simples que só deve ser usada para um caractere, por isso houve o warning indicando que o caractere estava com mais de um caractere. O correto é o uso de aspas duplas para string.

Coloquei alguns comentários.

#include <stdio.h>
#include <locale.h>
#include <stdlib.h>
#include <string.h>

void limpa () {
    fflush(stdin); //isso não serve pra nada aqui
}

int main() {
    setlocale(LC_ALL,"Portuguese"); //nesse código isso é dispensável
    int inteiro = 1, *i;
    float flutua = 1.0;
    float* f;
    char texto[20] = "Hello";
    char t[3]; //deveria declarar e atribuir junto
    i = &inteiro; *i = 2; //isso não faz sentido
    f = &flutua; *f = 2.0; //idem
    limpa();
    strcpy(t, texto); strcpy(t, "Oi"); //para copiar uma string para outra tem que usar strcpy()
    printf("Os valores são %i, %.2f, %s.\n", *i, *f, t); //variável que já é ponteiro passa direto
}

Veja funcionando no ideone e no CodingGround.

Provavelmente será útil ler:

  • Essas partes " inúteis " são de outro código que eu fiz nesse mesmo arquivo, e sim, ele não faz nada porém é pra mim aprender passagens e tals, muito obrigado por responder e vou ler todos artigos que me indicou agora ! – Luis Souza 23/10/16 às 17:24
3
  • char *t; ponteiro tipo char, aponta para um lugar na memória.

  • t = texto; isso significa que o t recebe o primeiro índice texto[0] da mesma maneira t vai até o '\0' (caractere de término)

  • *t = 'oi'; isso vai dar um erro, o compilador usa o ' para char e " para array de char. Lembre que a variável t tem texto[0]. Isso quer dizer que é o mesmo que fazer texto[0] = "Oi"; Isso é erro porque texto[0] só recebe um valor. O certo seria t = 'O';

  • printf("\nOs valores são %i, %.2f, %c.\n",*i,*f,*t); Vamos separar o que é t e *t. Só t sem os asterisco informar para publicar o endereço que é texto o mesmo que dizer printf("%s", texto);. O segundo com asterisco é informar que para mostra apenas o que está contido na variável texto[0] (esse é o motivo que mostra a primeira variável).


Esse código resolvido seria

t = texto; *t = 'i';`
printf("\nOs valores são %i, %.2f, %s.\n",*i,*f,t);`


Como você poderia escrever oi na variável t?

Primeiro que texto[20] tem 20 posições começando do índice 0 até 19 Os endereços seria algo mais ou menos dessa maneira

texto[0] = 485201314;
texto[1] = 485201315;
texto[2] = 485201316;
texto[3] = 485201317;
texto[4] = 485201318;
.
.
.
texto[19] = 485201332;

Repare no padrão de acréscimo dos array. Isso então nos chega a pensar que só seria fazer isso *t = 'O'; *(t + 1) = 'i'; Entendeu o funcionamento? Se pedir para imprimir o Oi acima será imprimido Oillo Porque O printf irá imprimir até o \0.

Então vamos pensar:

texto tem essa frase: Hello\0 o último é o caractere de término de um array

texto[0] = 'H';  
texto[1] = 'e'; 
texto[2] = 'l';  
texto[3] = 'l';   
texto[4] = 'o';   
texto[5] = '\0';

Você mudou o primeiro endereço para O e o segundo para i o resto continuou até o \0 por isso saiu Oillo

Você também poderia andar pelo array através do t++, mas isso iria perder o valor texto[0]. Para solução poderia usar dois valores assim

char *t;
char *comeco_array;

t = texto;
comeco_array = texto;

O t seria para mudar (t++) valores e comeco_array seria para imprimir desde o texto[0].

Com printf("%s", t); o t irá imprimir de onde ele está para frente, se colocar t++ ele vai imprimir assim: ello porque ele começa aonde o t está no momento.

Fui claro?

  • 2
    Rodgger, formatei sua resposta para facilitar a legibilidade. Se não gostou de alguma alteração, pode editar novamente, ou reverter para edição anterior pelo histórico, neste link: pt.stackoverflow.com/posts/160697/revisions – Bacco 23/10/16 às 5:07
  • 1
    Editei pelo celular. Dá um desconto. :-) – Rodgger Bruno 23/10/16 às 5:26
  • 2
    Avisei mais pra você saber como reverter caso não tenha gostado do resultado :) – Bacco 23/10/16 às 5:32

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.