7

Eu estava fazendo uma pesquisa sobre as opções para TransactionScope e encontrei as seguintes configurações:

Required
Uma transação é necessária para o escopo. Se já existir, ele usa uma transação de ambiente. Caso contrário, ele cria uma nova transação antes de inserir o escopo. Esse é o valor padrão.

RequiresNew
Uma nova transação é sempre criada para o escopo.

Suppress
O contexto de transação de ambiente será suprimido ao criar o escopo. Todas as operações dentro do escopo são realizadas sem um contexto de transação de ambiente.


Em que contexto cada um melhor se aplica?

Se a opção Suppress faz com que as operações dentro do escope não sejam realizadas em uma transação, então pra que declarar uma transação? Qual a utilidade dessa opção?

3

Começando pela sua pergunta final, Suppress, por si só, não tem grande utilidade:

using(TransactionScope ambiente = new TransactionScope())
{
    using(TransactionScope suprimida = new TransactionScope(TransactionScopeOption.Suppress))        
    {
        // erros aqui não cancelam a transação `ambiente` 
    }
}

Ou seja, uma única transacção suprimida dentro de uma outra transacção fará com que erros dentro da transacção suprimida não abortem a transacção ambiente (considera-se que uma transacção é ambiente quando é a raiz, ou a primeira, de todas as transacções de uma ligação), o que significa que a transacção ambiente é completada com sucesso.

No entanto, considere o seguinte caso:

using(TransactionScope ambiente = new TransactionScope())
{
    using(TransactionScope requer = new TransactionScope(TransactionScopeOption.Required))        
    {
        // erros aqui CANCELAM a transacção `ambiente` 
    }

    using(TransactionScope suprimida = new TransactionScope(TransactionScopeOption.Suppress))        
    {
        // erros aqui NÃO cancelam a transacção `ambiente` 
    }
}

Neste caso, considere que tem dois pedaços distintos de código, um vital para a sua aplicação (e.g, salvar os dados de um cliente) e um outro pedaço de código não vital (escrever um log para a base dados).

No caso demonstrado, mesmo que a escrita do log falhe, os dados do cliente estão salvaguardados porque o código responsável por os salvar encontra-se dentro de uma transacção associada à transacção ambiente e ambas serão completadas no fim do bloco ambiente.

Por sua vez, a escrita dos logs, ainda que dentro do bloco ambiente, está dentro de um bloco cuja transacção foi suprimida, o que significa, que caso falhe, os erros não iram provocar um retrocesso da transacção ambiente.

Por fim, a terceira opção, RequireNew indica que, mesmo que exista uma transacção ambiente, o código dentro do seu bloco deve ser completado e guardado independentemente da transacção ambiente.

using(TransactionScope ambiente = new TransactionScope())
{
    using(TransactionScope requer = new TransactionScope(TransactionScopeOption.Required))        
    {
        // erros aqui CANCELAM a transacção `ambiente` 
    }

    using(TransactionScope requerNova = new TransactionScope(TransactionScopeOption.RequiresNew))        
    {
        // erros aqui NÃO CANCELAM a transacção `ambiente` 
        // mas CANCELAM a transacção `requerNova` 
    }

    using(TransactionScope suprimida = new TransactionScope(TransactionScopeOption.Suppress))        
    {
        // erros aqui NÃO cancelam a transacção `ambiente` 
    }
}

(resposta baseada neste artigo)

  • 1
    Sua resposta é perfeita @Omni , muito obrigado! Só um pequeno detalhe para o bloco requerNova, no exemplo dado acabou ficando como Required ao invés de RequiresNew. – Jedaias Rodrigues 16/08/17 às 13:47
  • 1
    @JedaiasRodrigues obrigado pela correção :) malvado do copy-paste – Omni 16/08/17 às 13:56
4

No artigo sobre Transações do Israel Aéce, diz:

Se o método suportar transação e ela estiver criada, automaticamente, qualquer recurso transacional que você acesse dentro desta operação, automaticamente será alistado (auto-enlistment) e, com isso, toda e qualquer manipulação será gerenciada pela transação. Isso quer dizer que não há necessidade de escrevermos código para criar a transação, pois o WCF já garante isso; independentemente da transação criada pelo WCF, você pode perfeitamente, dentro do método, criar um bloco transacional através da classe TransactionScope, que um dos seus construtores aceita uma das opções especificadas no enumerador TransactionScopeOption, que permite "interagir" com o ambiente transacionado existente. Os possíveis valores são:

  • Required: Uma transação é requerida. Caso a transação exista, o processo fará parte dela; do contrário, uma nova transação será criada.

  • RequiredNew: Uma nova transação é requerida. Independentemente se existe ou não uma transação, sempre será criada uma nova.

  • Suppress: Não é necessário uma transação. Independentemente se existe ou não uma transação, a tarefa não será envolvida em um ambiente transacionado.

Se o escopo é instanciado com Required uma transação de ambiente estiver presente, o escopo une a transação. Se, por outro lado, não há nenhuma transação de ambiente, o escopo cria uma nova transação e se tornar o escopo raiz. Este é o valor padrão. Quando Required é usado, o código dentro do escopo não precisa ter um comportamento diferente seja a raiz ou apenas associando a transação de ambiente. Ele deve operar identicamente em ambos os casos.

Se o escopo é instanciado com RequiresNew, é sempre o escopo raiz. Ele inicia uma nova transação, e sua transação se torna a nova transação ambiente dentro do escopo.

Se o escopo é instanciado com Suppress, ele nunca faz parte de uma transação, independentemente de se uma transação de ambiente está presente. Um escopo instanciado com esse valor sempre ter null como sua transação de ambiente.

As opções acima são resumidas na tabela:

 TransactionScopeOption |   Transação de ambiente   |    Escopo faz parte
------------------------|---------------------------|------------------------------
    Required            |           Não             |   Nova transação (será a raiz)
    Requires New        |           Não             |   Nova transação (será a raiz)
    Suppress            |           Não             |   Nenhuma transação
    Required            |           Sim             |   Transação de ambiente
    Requires New        |           Sim             |   Nova transação (será a raiz)
    Suppress            |           Sim             |   Nenhuma transação

É interessante saber quando usar Required ou RequiresNew, nessa resposta do stackoverflow em inglês mostra isso. Traduzi para deixar a resposta mais completa.

Para saber quando usar Required ou RequiresNew, tomando com base o exemplo, depende do que você quer que aconteça se outro método chama ProcessRequest dentro de outra operação:

public void SomeOtherMethod() {
    using (TransactionScope ts = new TrasansctionScope()) {
        // Another DB action
        ProcessRequest();
        // Yet another DB action
    }
}

Se você quiser o ProcessRequest para utilizar a operação criada pelo SomeOtherMethod, use TransactionScope.Required. Este é o padrão (e ainda cria uma transação quando você chama ele sem ter criado um outro escopo da transação até a pilha de chamadas). Se quiser forçar esse método para usar sempre sua própria transação (novo), use TransactionScope.RequiresNew.

Referências:

  • 1
    Se você quer ProcessRequest para utilizar a operação criado pela SomeOtherMethod, use TransactionScope.Required e Se você quer que ele para forçar esse método para usar sempre sua própria transação (novo).. Essa explicação ficou confusa. @taisbevalle – rubStackOverflow 18/10/16 às 19:01
  • 1
    @rubStackOverflow, melhorei. – Taisbevalle 18/10/16 às 19:12

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.