5

Em linguagens com o C#, por exemplo, é possível utilizar a sobrecarga do construtor da forma apresentada abaixo:

    public class Teste{
        public Teste(bool a, int b, string c){ }
        public Teste(bool a, int b){ }
        public Teste(bool a){ }
    }

Depois de algum tempo procurando eu consegui realizar a sobrecarga de construtor em TypeScript dessa forma:

export class Telefone {
    constructor(a: boolean);
    constructor(a: boolean, b: number);
    constructor(a: boolean, b: number, c: string);
    constructor(public a?: boolean, public b?: number, c?: string){ }
}

Existe outra forma para realizar isso? Essa maneira acima não resolve sobrecargas como essa:

public Teste(bool a){}
public Teste(int b){}
5

TypeScript não resolveu esse problema que já havia no JS. Até tem como solucionar isso, mas deve ter alguma coisa que dificulte, talvez manter a interoperabilidade com código JS puro.

Tem que resolver do jeito que sempre fez:

class Classe {
    constructor(obj: any) {
        if (obj instanceof Array) {
            //faz algo
        } else {
            //faz outra coisa
        }
    }
}

Veja no Playground do TypeScript.

Ou ainda:

class Classe {
    constructor(obj: boolean | number) {
        if (typeof obj === "boolean") {
            //faz algo
        } else {
            //faz outra coisa
        }
    }
}

Veja no Playground do TypeScript.

O normal do overload do TypeScript é apenas facilitar a chamada de um construtor com construções ligeiramente diferente, por isso que só o último pode ter uma implementação. Todos os outros obrigatoriamente precisam chamar o construtor único.

4

Isso é impossível, porque quando o código for compilado para JavaScript vão existir duas funções com exatamente a mesma assinatura. Uma vez que JavaScript não suporta tipagem.

Você sempre precisa ter em mente que o código TypeScript vai compilar pra JavaScript. A única forma que o JavaScript tem de diferenciar sobrecargas é pela quantidade de parâmetros.

Minha dica pra você, é trocar o primeiro parâmetro para any (qualquer coisa) e validar dentro do corpo do construtor, não é uma forma ótima de se trabalhar, mas é o que a linguagem vai oferecer.

constructor(arg: any) {
    if (obj instanceof bool) {

    } else if(obj instanceof number) {
        //faz outra coisa
    }
}
3

Olá, talvez deixar um construtor com tipo any não seja tão elegante, já que o tsc nos oferece a possibilidade utilizar Generics.

Pare essa situação que você citou funcionaria, embora ainda esta limitado a apenas um argumento.

public Teste(bool a){}

public Teste(int b){}

Ex:

export class Teste<T> {    
  constructor(obj: T){
  }
}

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.