26

O Java possui vários wrapper's que nos ajudam (Integer, Double, BigDecimal), e também nos dá a possibilidade de usar tipos primitivos (int, float, char).

Um professor disse à minha turma de faculdade que Java não deveria ter suporte a tipos primitivos de dados, tanto que a partir do Java 9 ficarão obsoletos (O professor disse, não sei se é verdade). Isso é fato? Por que não devo usar tipos primitivos nem mesmo em um laço de repetição?

  • 2
    Estranho, o que sempre ouço falar é que os primitivos, quando estes atendem a ocasião, são melhores para ser usados do que classes wrappers. Vou aguardar um esclarecimento sobre isso também. Boa pergunta +1 – user28595 11/10/16 às 14:25
  • @diegofm sim já vi muitas discussões sobre o assunto, mas nunca ouvi uma explicação sobre se devo ou não usar, isso me deixa muito em dúvida. – Felipe Paetzold 11/10/16 às 14:27
  • Você editou a pergunta e complicou minha resposta, mas vou dar uma atualizada. – Maniero 11/10/16 às 17:35
  • Editei apenas a explicação o contexto e a pergunta está idêntica. – Felipe Paetzold 11/10/16 às 17:38
  • 1
    Um ano se passou, o Java 9 foi lançado, e os tipos primitivos estão aí firmes e fortes. :) – Victor Stafusa 14/10/17 às 4:49
24

Ele pode ter a opinião que quiser. Ele falou por que? Sempre tente entender o porquê, mais do que entender o que. Se ele discorda do que todo mundo faz ele deveria justificar. Algumas pessoas podem achar que é otimização prematura. Mas acho muito academicismo achar isso.

  • Os chamados tipos primitivos possuem melhor performance. Os tipos não primitivos são referências, possuem indireção no acesso. A diferença de performance é enorme. Faça um teste de laço com os dois.

  • Possuem uma semântica esperada pela maioria das pessoas de que seu valor possui identidade e nem sempre fazem o que as pessoas estão acostumadas. Uma cópia não cria nova identidade.

    Integer x = 1000;
    Integer y = 1000;
    x == y //dá falso já que as identidades são diferentes apesar dos valores serem iguais
    
  • Os tipos "não primitivos" alocam espaço no heap e coloca pressão no coletor de lixo. Os primitivos alocam o stack e o gerenciamento é simples e rápido. Inclusive desperdiçam muita memória por causa do overhead natural que objetos possuem.

  • Os tipos primitivos não terão problemas de NullPointerException.

  • No casos específico do Java a sintaxe dos tipos primitivos é mais conveniente do que os tipos não primitivos. Os tipos primitivos não precisam usar equals(), por exemplo.

Tem outros problemas em não usar tipos primitivos que não estou lembrando. Provavelmente o uso de não primitivos dificultam a resolução de escolha de overload de métodos.

Então é ideal sim, sempre que possível. Inclusive C# possui uma forma de criar tipos por valor próprios - que são os primitivos - e Java tem proposta para ter o mesmo nas próximas duas versões, de tão útil que é. E vai dar confusão quando isto acontecer, porque o termo ficará ambíguo dentro do que Java sempre usou e algumas das coisas que eu disse aqui nem serão 100% verdadeiras mais, não mudará o fato, mas a definição.

Use a forma encaixotada apenas quando houver um motivo para isso.

Algumas pessoas gostam de pensar de forma linear, outras são mais pragmáticas e escolhem a melhor ferramenta para o trabalho.

Se ele deu ou der uma justificativa posta aqui pra gente.

Descontinuação

Isso não tem o menor cabimento. Não sei se está expressando algo diferente do que ele realmente disse, mas se isso ocorresse praticamente 100% dos códigos escritos em Java parariam de funcionar. E sinceramente, uma afirmação dessas coloca em cheque a credibilidade da pessoa.

Não só não existe a proposta de descontinuar esse recurso da linguagem, como cogitar isso seria um completo absurdo. Ao contrário, conforme eu já disse eles devem ser ampliados em versão futura (estava previsto no Java 10, mas mudou tudo no esquema de versões) e você poderá criar seus próprios tipos por valor que são os tipos primitivos. Veja a proposta oficial.

Veja mais em O que é considerado primitivo em uma linguagem de programação?.

  • Obrigado pela resposta, vou procurá-lo e perguntar uma justificativa. – Felipe Paetzold 11/10/16 às 14:50
  • Acredito que ele tenha se confundido com o termo depreciar, é um excelente professor e entende muito bem, talvez não estivesse em um bom dia :/ – Felipe Paetzold 11/10/16 às 17:46
  • Ou você pode ter entendido um pouco diferente do que ele falou? :) – Maniero 11/10/16 às 17:47
  • Não o termo usado foi depreciado. – Felipe Paetzold 11/10/16 às 17:47
  • 1
    @pmargreff até entendo, mas isso inviabilizaria todas as aplicações, exceto um Hello World :) – Maniero 13/10/16 às 2:24
17

As características novas que serão adicionadas ao Java 9 são:

  • Jshell - Um interpretador de comandos Java.
  • Javadoc com HTML 5 e busca utilizando jQuery.
  • Simplificação da compilação cruzada (cross-compiling) para versões mais antigas no compilador.
  • Anotação @Deprecated melhorada.
  • Melhorias no controle de processos do sistema operacional (por exemplo: suporte a kill).
  • StackWalker para inspecionar a pilha de execução.
  • Fábricas de coleções imutáveis.
  • Cliente HTTP2 com websocket.
  • Nova modularização com a introdução do conceito de módulos acima do de pacotes.
  • Melhorias no locking.
  • Arquivos de propriedades UTF-8.
  • Implementação do protocolo de transporte DTLS.
  • Unicode 7 e 8, incluindo suporte a vários novos emojis. 😂
  • Descontinuação das Applets.
  • Logging unificado da JVM.
  • Suporte a imagens TIFF já incluído por padrão.
  • Compilação ahead-of-time.
  • Strings compactas. No Java 9, as Strings usam internamente um array de byte (primitivos), ao invés de um array de char.
  • Método privados em interfaces.
  • Várias outras mudanças mais internas e obscuras.

Veja aqui a lista completa de features.

Em nenhum momento, ninguém falou sobre a possibilidade de se remover os tipos primitivos.

Inclusive, veja aqui no código-fonte da classe Integer, do Java 9, na linha 1101 que a classe Integer é implementada por meio de um objeto que contém um campo final do tipo int. Isso é assim desde os primórdios do Java quando ela ainda era chamada de Oak e não mudou até agora.

Além disso, se int estivesse descontinuado, então porque que o método int parseInt(String) não foi descontinuado também? A resposta é porque int não está descontinuado coisa nenhuma.

O que foi descontinuado sim foi o construtor de Integer que recebe um int como parâmetro. O motivo é que usar tal construtor é uma má prática de programação. O recomendável é usar o método Integer.valueOf(int). Casos análogos nas demais classes empacotadoras também ocorrem.

Há sim uma coisa interna na JVM onde ela consegue otimizar e simplificar alguns casos em que classes empacotadoras são usadas e transformá-las para uso de tipos primitivos. Com isso, a diferença entre a utilização de classes empacotadoras e primitivos diminui. Mas partir disso para dizer que os tipos primitivos ficarão obsoletos é bobagem.

11

Uma outra razão importante que deve ser levada em consideração ao utilizar ou não os boxed types (Integer, Float, etc), também conhecidos por Wrappers, é que suas classes são imutáveis (assim como a classe String). Isso significa que será instanciando um novo objeto para qualquer alteração de conteúdo que a variável sofrer (exceto para inteiros na faixa -128 a 127, ver final da resposta). Assim, se você fizer isso:

Integer i = 0;    
i++;

Então um novo objeto do tipo Integer será instanciado (quando você fizer i++), da mesma forma que ocorre com qualquer String quando você muda o conteúdo da variável. Portanto, o código acima é muito mais lento do que fazer o mesmo com um tipo primitivo.

Uma outra maneira de ver este problema da imutabilidade aplicada nesse contexto:

Execute o código abaixo:

    long start = System.currentTimeMillis();
    for (int i = 0; i < 1000000000; i++) ;
    long end = System.currentTimeMillis();
    System.out.println(end - start);

Depois execute esse:

    long start = System.currentTimeMillis();
    for (Integer i = 0; i < 1000000000; i++) ;
    long end = System.currentTimeMillis();
    System.out.println(end - start);

Note que a diferença de tempo é abismal.

Os boxed types não foram introduzidos para substituir os tipos primitivos, eles foram introduzidos como um mecanismo para facilitar que tipos primitivos sejam passados como parâmetro onde se espera sua classe correspondente. Um exemplo clássico é quando precisa-se adicionar um int em uma Collection de Integer.

@VictorStafusa fez uma observação importante. Caso o inteiro esteja na faixa entre -128 a 127, então uma nova instância não será criada, pois o Java faz cache para instâncias Integer nesse intervalo. Ver essa reposta: https://pt.stackoverflow.com/a/3381/3084

  • "Isso significa que será instanciando um novo objeto para qualquer alteração de conteúdo que a variável sofrer." - Isso é uma meia-verdade. O java mantém uma cache para instâncias de Integer que por padrão vai dos números de -128 até 127. Veja mais nessa resposta: pt.stackoverflow.com/a/3381/132 – Victor Stafusa 8/11/16 às 20:23
  • Obrigado @VictorStafusa! Já atualizei a minha resposta. – cantoni 8/11/16 às 22:05
  • Excelente resposta! – karanalpe 2/02/18 às 13:43

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.