4

Comprei um domínio e preciso configurar junto a minha aplicação que está em Heroku. Como fazer isso?

3 Respostas 3

2

Para configurar o domínio da sua aplicação, é diretamente nas configurações da aplicação e acessando a seção "Domains". Olhando a documentação (custom-domains). Ele garante que requests feitos para o endereço customizado e que aponta para o endereço da sua aplicação no heroku (xxxxxx.herokuapp.com) sejam atendidos.

Você terá que configurar um CNAME ou ADDRESS (CNAME é mais confiável já que o seu domínio heroku nunca muda, o IP pode mudar dependendo da política do Heroku) do domínio que você quer para xxxxxx.herokuapp.com no seu provedor de DNS.

Acabei de fazer um teste: nas opções de "Domain" coloque apenas o endereço sem www, por exemplo: nome_do_domino.com. No seu provedor de DNS crie um registro de CNAME de nome_do_domino.com apontando para nome_da_aplicacao.herokuapp.com. Em pouco tempo o endereço fica acessível.

  • Opa, beleza @Wakim... vou testar aqui! Obrigado. – Jefferson Alison 16/05/14 às 12:45
  • 1
    O problema do registro.br é não ter suporte de asterisco no CNAME *.bar.com.br, outra alternativa é usando IP fixo no A porém com Heroku, o IP fixo é mais complicado ainda, inicialmente só oferece pelo endereço. Como fica? – Adriano Resende 11/04/17 às 19:00
0

O problema é que o "naked domain" (xxx.com.br) não pode ser um CNAME. O que pode ser feito é 1) Criar um CNAME de www.xxx.com.br para nome_da_aplicacao.herokuapp.com 2) Colocar uma entrada A apontando para 174.129.25.170

Esse IP é de um serviço que redireciona domínios sem www para www.dominio , mais detalhes nesta URL:

http://wwwizer.com/naked-domain-redirect

0

Enquanto utilizar o método nome-do-app.herokuapp.com funciona, o ACM (Gerenciador de Certificados Automáticos) do Heroku irá falhar e você não irá conseguir utilizar seu domínio com uma sessão HTTPS, apenas HTTP. Para que o ACM não falhe, você precisará usar o DNS target.

Como eu demorei pra achar uma solução e essa pergunta foi uma das que surgiram quando eu pesquisei no Google, decidi postar o que aprendi para poder ajudar quem está perdido. Além disso, as respostas dadas anteriormente não resolvem completamente o problema em 2020.

Aqui vou tentar ser o mais completo possível fazendo um passo a passo, mas a resposta direta para a pergunta está no Passo 4. Se o local que você comprou o domínio tem suporte para records tipo ANAME ou ALIAS, pode pular os passos 1 e 2.

Passo 0: eu preciso do PointDNS?

Depende. Você pode sim usar o próprio servidor DNS que o caso ele forneça suporte para records de tipo ANAME/ALIAS, pois o Heroku exige isso para domínios root. Sem isso, apesar de você poder usar o www (ex.: https://www.meu-dominio.com), não poderá usar o root do seu domínio (ex.: https://meu-dominio.com). Atualmente muitas pessoas não digitam mais o www no início e, apesar de alguns navegadores modernos colocarem o prefixo automaticamente, você corre o risco do seu visitante digitar e não conseguir acessar seu site.

Se só quiser registrar o www e não quiser utilizar o PointDNS, pule para o passo 3.

Passo 1: habilitando o add-on do PointDNS

Para configurar corretamente o ACM juntamente com o PointDNS você precisa adicionar esse add-on em pelo menos um dos seus apps. Note que, não necessariamente você precisa configurar o PointDNS para o app que ele está conectado e pode direcionar subdomínios para outros apps. Como experiência pessoal, eu tenho o add-on no meu app de produção e também uso-o para configurar o domínio de staging.

Para configurar:

  • Pela UI: Entre na aba Resources; na parte de add-ons, pesquise por PointDNS no campo de busca e selecione o resultado que tiver o plano Developer.
  • Pelo CLI: digite o comando: heroku addons:create pointdns:developer.

Este plano é gratuito e permite 10 records com 10.000 redirecionamentos mensais (mais que o suficiente para um projeto pessoal).

Passo 2: modificando os nameservers do local de registro

Se você ainda não fez isso, sem problemas, façamos agora.

Antes de entrar na sua conta de onde registrou seu domínio, veja a lista de Nameservers no app do PointDNS (você precisará estar logado) e escolha os 3 que possuírem melhor localização (no momento que escrevo eles recomendam 3). Adicione esses 3 escolhidos na lista de records com tipo NS.

Agora entrando na sua conta, procure as configurações e siga os passos (baseado no registro.br):

  1. Clique no domínio da lista que deseja editar.
  2. Na seção de DNS, clique em Alterar Servidores DNS.
  3. Coloque 1 master e 2 slaves com os 3 nameservers que você escolheu no PointDNS.
  4. Salve tudo e, importante, aguarde por pelo menos 2 horas para que essas mudanças se propaguem.

Passo 3: adicionando um domínio no Heroku

Caso você já não tenha feito isso antes, esse sim você precisará adicionar no app que irá utilizar no Heroku. Para adicionar, utilize:

  • Pela UI: Entre na aba Settings; na parte de domains, clique em Add domain. Digite seu domínio e clique em next. Copie o DNS target que aparecerá, você precisará dele depois.
  • Pelo CLI: digite o comando: heroku domains:add www.example-domain.com. Depois, digite o comando heroku domains e copie o DNS target que aparecerá, você precisará dele depois.

Obs. 1: O DNS target será algo no formato papagaio-brasileiro-13fqwefrr4r.herokudns.com ou algo parecido que termine em .herokudns.com

Obs. 2: Lembre-se que meu-dominio.com e www.meu-dominio.com são 2 records diferentes e, caso queira abranger ambas as grafias dos usuários, você precisará registrar ambos.

Passo 4: adicionando os DNS targets no PointDNS (válido para qualquer outro serviço de DNS)

Se você tiver usando o PointDNS e já tiver passado pelo passo 3, provavelmente ao acessar a interface você já verá alguns records escritos automaticamente. Apesar deles serem válidos para acessar o site, não irão funcionar com o ACM (Gerenciador Automático de Certificados). Para isso você deve utilizar os DNS targets que eu falei que iria precisar no passo 2.

  1. Para acessar o Dashboard do PointDNS, vá na UI do Heroku, na aba Resources e clique no add-on do PointDNS.
  2. No Dashboard do PointDNS, clique no lápis para editar o record e adicione o respectivo DNS target no campo target/data, substituindo o que tiver lá.
  3. Você pode adicionar novos records para outros apps caso deseje utilizar outro subdomínio do mesmo domínio. Para isso clique em Add record, selecione o tipo correto, coloque o subdomínio e o respectivo DNS target no campo target/data.
  4. Uma vez que todas as modificações forem feitas, aguarde por pelo menos 2 horas para que essas mudanças se propaguem.

Obs: Para domínio root (ou seja, sem o www. na frente, somente meu-dominio.com) você precisa obrigatoriamente usar o tipo ALIAS ao configurar o record. NÃO UTILIZE O TIPO CNAME PARA DOMÍNIOS ROOT. Para todos os outros records que possuam subdomínio (www, staging, etc), utilize o tipo CNAME.

Passo 5: ufa... acabou!

Somente aguarde por pelo menos 2 horas para que essas mudanças se propaguem. Parece besta, mas eu mesmo errei muito nessa parte. Quando as mudanças estiverem concluídas, o ACM irá automaticamente validar os certificados SSL e você não precisará se preocupar mais com isso.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.