3

Quando fui codificar o caractere 'ç' para o formato da query (onde ficam os parâmetros) do URL, obtive:

%C3%A7

% especifica um byte hexadecimal, mas por que quase todos caracteres (incluindo 'ç') devem ser especificados por 2 bytes hexadecimais?

E como %C3%A7 poderia representar o caractere 'ç'? 'ç' não poderia ser especificado com apenas esse byte %E7 (231)?

Para clarificar: a intenção é saber como o caractere 'ç' é codificado, como ele se torna %C3%A7.

7

O RFC 3986 não especifica qual codificação deve ser usada para caracteres non-ASCII.

A codificação de URL envolve um par de hexadecimais, o que equivale a 8 bits. Seria possível representar os caracteres non-ASCII todos dentro desse contexto. No entanto, o que tornou inviável é que muitos idiomas possui seu próprio padrão para representar os seus respectivos caracteres em 8-bit. Além do mais, em idiomas como o chinês, muitos caracteres não cabem em 8-bits.

Por isso adotada a especificação RFC 3629, a qual propôs padronizar os caracteres non-ASCII com a codificação UTF-8.

É importante entender que dentro do grupo non-ASCII existem os caracteres reservados e não reservados.

Na tabela dos caracteres não reservados, temos

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 - _ .~

Esses são os reservados:

! * ' ( ) ; : @ & = + $ , / ? % # [ ]

Note que ~ não é reservado, no entanto, ele pode ser codificado. Porém, a recomendação é que não o codifique.

O que acontece no exemplo que postou do cedilha ç?
Obviamente, como o ç não é ASCII, é tratado como UTF8 conforme a recomendação RFC 3629, acima mencionado.

Isso em si já explica o motivo de estar codificado em UTF-8, representando 2 pares hexadecimais.

O "ç" é codificado em UTF-8 com 2 bytes C3 (hex) e A7 (hex), sendo representados nesse formato "%c3" e "%a7" respectivamente. O escopo %HH%HH. O par A7 é o que identifica como UTF-8.

Os browsers apenas imprimem a forma decodificada. E muitos protocolos transmitem UTF-8 sem precisar formatar para o escopo %HH, seja de 1 ou 2 pares.

*byte != bit
*url encoded != html entities

Por curiosidade, os browsers suportam na URL os caracteres multibyte há alguns anos.

inserir a descrição da imagem aqui inserir a descrição da imagem aqui

5

Esta string %C3%A7 é a codificação UTF-8 do caracter 'ç' para uso em URLs.

Referência:
http://www.w3schools.com/tags/ref_urlencode.asp
https://en.wikipedia.org/wiki/UTF-8

Outra página interessante:
http://www.fileformat.info/info/unicode/char/00e7/index.htm

Ferramentas online:
http://www.url-encode-decode.com/
http://meyerweb.com/eric/tools/dencoder/

Definição oficial.
https://tools.ietf.org/html/rfc3629

Transformação de E7 em C3A7

E7: 11 100111
    ^^ ^^^^^^

110x xxxx | 10xx xxxx
1100 0011 | 1010 0111 --> C3A7
       ^^     ^^ ^^^^
  • As referências ainda não respondem à pergunta, agora atualizei a pergunta para forçar a diferença entre a codificação do UTF-8 e a codificação dos URLs. – Hydroper 7/10/16 às 14:07
  • 1
    E7 é o codepoint Unicode do caracter 'ç'. A codificação UTF-16 é 00E7. A codificação UTF-8 é C3A7. – zentrunix 7/10/16 às 17:02
  • Infelizmente ainda não consegui entender como o UTF-8 faz com que 'ç' se torne C3A7, não há explicação. Novamente, como C3-A7 pode representar o caractere 'ç' se seu código é 0xe7? – Hydroper 7/10/16 às 17:11

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.