8

No Java tenho por costume por criar atributos privados e criar os métodos getters e setters, por conta do encapsulamento. Não consegui entender direito como isto funciona no C#.

  • O que exatamente você não entendeu, poderia posta uma parte com exemplo disso? – Marconcilio Souza 5/10/16 às 12:48
8

Em C# o que você chama de atributo é tratado como campo, já que atributo é outra coisa na linguagem (algo semelhante a anotação do Java).

Embora possa fazer exatamente igual no C#, não é idiomático. C# possui um açúcar sintático que facilita o seu uso. No fundo o que está sendo feito internamente é criar um campo e um par (até pode ser só um) de métodos (get e set). O que muda é na chamada.

Ao invés de chamar um

x + objeto.getValor()
objeto.setValor(10)

usa-se

x + objeto.Valor
objeto.Valor = 10

A declaração disso seria algo assim:

public int Valor { get; set; }

Que é o mesmo que escrever:

private int valor;
public int {
    get { return valor; }
    set { valor = value; }
}

Note que value é uma palavra-chave contextual, ela é o parâmetro que recebe o valor a ser setado. Essa sintaxe mais longa só é usada quando precisa criar uma lógica específica diferente da padrão.

Esse código em Java seria algo assim:

private int valor;
public int getValor() {
    return valor;
}
public void setValor(int value) {
     valor = value;
}

Obviamente que assim como o Java, é possível colocar qualquer lógica ali dentro. Se entender que no fundo aquilo é um método fica fácil compreender o seu uso.

É possível indicar que o set seja privado e pode colocar um valor inicial (C# 6 para cima). Este exemplo cria uma propriedade que não pode ser mudada externamente:

public int Valor { get; private set; } = 10;

Ou pode ser toda imutável:

public int Valor { get; } = 10;

Idealmente nesse caso a inicialização deveria ser em um construtor. Da maneira feita aí uma propriedade estática e somente leitura seria melhor, já que o valor não é parametrizável e nunca muda. Mas isso é assunto para a construção.

As propriedades podem ser inicializadas na construção até mesmo onde não existe um construtor. Mas pode haver diferenças semânticas nisso.

Já respondi sobre o assunto em diversas perguntas:

  • 1
    O exemplo de propriedade imutável não acaba realmente criando uma propriedade imutável. O correto para criar uma propriedade deste estilo no C# 6 para cima seria: public int Valor { get; } = 10;. Eles chamam isso de property read-only (super intuitivo). – Gabriel Katakura 5/10/16 às 13:01
  • @GabrielKatakura tens razão, na correria, pensei em uma coisa e fiz outra, já mudei. – Maniero 5/10/16 às 13:04
  • @bigown então quando eu declaro, por exemplo: public int Numero { get; set; } Esta propriedade é privada e os métodos get e set públicos? O que define uma propriedade pública então? – elvex 5/10/16 às 13:06
  • @elvex O campo é privado, e os métodos (que não parecem métodos) são públicos, portanto essa é uma propriedade pública. Essa é uma propriedade pública, o que alias faz pouco ou nenhum sentido criar uma propriedade privada, ainda que possa fazer. Talvez tenha um problema de terminologia aí. Se está falando de campo público pode fazer também se quiser, igual ao Java. Sugiro ler os links colocados para pegar mais detalhes. – Maniero 5/10/16 às 13:47
  • 1
    @elvex Propriedades no C# são somente um açúcar sintático para o uso de get/set de uma maneira mais elegante, permitindo usar uma sintaxe mais amigável. E as propriedades possuem por padrão uma auto-implementação, caso você não especifique como o get/set deve funcionar, ele mesmo cria um campo privado e trabalha de maneira simples com ele. Você pode ver aqui (stackoverflow.com/questions/23102639/…) como uma propriedade auto-implementada acaba virando um código C# equivalente com uso de métodos e campos. – Gabriel Katakura 5/10/16 às 14:26
4

O C# simplifica parte disso pra você, embora, em baixo dos panos, seja exatamente a mesma coisa.

Você definir um modificador de acesso para o atributo (no C#, chamamos de propriedade) no geral

public string Nome { get; set; }

Nome terá seu getter e setter públicos.

Você pode também, definir separadamente

public string Nome { get; private set; }

Neste caso, Nome terá o setter privado e getter público.

  • Ok, já mudei e vou excluir os comentários que não acredito ser válido agora. – Virgilio Novic 5/10/16 às 14:19

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.