1

Estou tentando maximizar a verossimilhança da distribuição logística com uma estrutura de regressão. O código é:

cov1 <- rep(1,115)
cov2 <- rnorm(115,0,1)
e    <- rlogis(115, 0,1)

yy <- 1*cov1 + 0*cov2 + 2*e
n  <- 115

logL <- function(par, x1, x2, y, n){
    b1 <- par[1]
    b2 <- par[2]
    l  <- -(sum(y) - n*(b1*x1+b2*x2) - 2* (sum(log(1+exp(y-(b1*x1+b2*x2))))))
    return(l)
}

optim(c(1,0), logL, method="BFGS", x1=cov1, x2=cov2, y=yy, n=115)$par

Retorna o seguinte erro:

Error in optim(start, logL, method = "BFGS", x1 = cov1, x2 = cov2, y = yy,  : 
função alvo em optim retorna um objeto de comprimento 115 ao invés de 1

Não consigo encontrar o que está errado.

  • 1
    A tua função logL está mal definida. Ela retorna n valores quando, na realidade, deveria retornar apenas um. Verifique exatamente qual é a função a ser minimizada e implemente-a no R. – Marcus Nunes 17/09/16 às 19:59
3

Na regressão logística a função à ser maximizada é a seguinte:

inserir a descrição da imagem aqui

Se você for implementá-la no R, ela ficaria assim (a optim minimiza, por isso o - na frente).

logL <- function(par, x1, x2, y, n){
  b1 <- par[1]
  b2 <- par[2]
  l  <- -sum(y*(x1*b1 + x2*b2) - n*log(1 + exp(x1*b1 + x2*b2)))
  return(l)
}

No entanto, o seu exemplo parece ter algo estranho... Regressão logística serve para dados discretos e não para números contínuos. (Sua variável yy é contínua). Além disso, o n não é o tamanho da amostra, e sim o n da binomial que você está estimando para cada indivíduo.

Eu faria um exemplo da seguinte forma:

> set.seed(1)
> cov1 <- runif(100)
> cov2 <- runif(100)
> 
> yy <- rbinom(n = 100, prob = (cov1 + cov2)/2, size = 1)
> 
> glm(yy ~ 0 + cov1 + cov2, family = "binomial")

Call:  glm(formula = yy ~ 0 + cov1 + cov2, family = "binomial")

Coefficients:
  cov1    cov2  
0.2138  0.1638  

Degrees of Freedom: 100 Total (i.e. Null);  98 Residual
Null Deviance:      138.6 
Residual Deviance: 137.6    AIC: 141.6
> optim(par = c(1,1), fn = logL, x1 = cov1, x2 = cov2, y = yy, n = 1)
$par
[1] 0.2132318 0.1643093

$value
[1] 68.77538

$counts
function gradient 
      55       NA 

$convergence
[1] 0

$message
NULL

Veja que neste caso, o cálculo usando a função glm do R, é igual à versão usando o optim.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.