1

Preciso igualar uma matriz que está retornando de uma função a uma matriz na função principal. Meu objetivo com isso é poder passar essa mesma matriz como parâmetro para outras funções sem precisar ficar chamando a função na hora de enviar a matriz.

Exemplo:

// função para retirar os espaços digitados
int retira_espaco(int tamanho, char vetor[], int t, char retorno []){ 
    int i = 0;
    int contador = 0;
    for (i=0; i<tamanho && vetor[i] != 0; i++){ //Nesse 'for' tem que se verificar se  vetor[i] !=0 pois o fgets sempre adiciona um 0 binario no final do que foi digitado
        if (isdigit(vetor[i]) || vetor[i] == 'i' || vetor[i] == 'p'
       || vetor[i] == '+' || vetor[i] == '-' || vetor[i] == '*'
       || vetor[i] == '/' || vetor[i] == '^' || vetor[i] == '='){
            retorno[contador++] = vetor[i];
        }
    }
    retorno[contador] = '\0';
    return (retorno);
}

Na hora de enviar os parâmetros para essa primeira função tenho que fazer da seguinte forma:

int main(){    
    printf("%s\n", retira_espaco(tamanho, vetor, tamanho, retorno));
}

Quero então igualar uma matriz na função principal a matriz que retorna do retira_espaço, como proceder?

  • 2
    Olá. Bem vindo ao SOPT. Se não fez ainda, faça o tour e leia Como perguntar. Não entendi a sua dúvida. O que significa "igualar uma matriz"? Igualar a que? Também não entendi o que a sua função deveria fazer (o retorno de um valor inteiro com o índice de onde supostamente há um + ou um -, que não é uma matriz, não tem nada a ver com o que o nome da função diz que ela faz). – Luiz Vieira 12/09/16 às 0:22
  • Perdão,amigo, inseri uma função diferente e não tinha percebido, agora concertei. O que eu quero igualar é a matriz retorno com uma matriz na função principal. Normalmente para igualar matrizes se usa for ( i = 0; i<10; i++){ matriz[i] = retorno[i]; } só que como não sei como fazer isso quando a matriz retorno, como no caso, está vindo de uma função. – Miguel Goffredo 12/09/16 às 0:45
  • Eu retirei o voto pra fechar. Mas ainda assim, não está totalmente claro. Vc quer comparar o conteúdo de retorno, após a chamada de retira_espaco, com alguma outra matriz, é isso? Esse exemplo que você postou não compara, e sim atribui. O = único é diferente do == duplo de comparação. – Luiz Vieira 12/09/16 às 0:53
  • Exato, porque assim eu consigo utilizar a matriz retorno dentro da função principal sem precisar ficar chamando ela toda hora. – Miguel Goffredo 12/09/16 às 0:54
  • @Miguel Goffredo, o que você quer eu já entendi. Basicamente, quer alterar a matriz (vetor por ter tamanho 1 em umas das dimensões) que passou para a função. Quer que a matriz que passou seja alterada para ter o novo conteúdo retornado. Editei sua pergunta para melhorar o texto, deixar com o visual mais convidativo, arrumar erros e adicionar "tags" que serão pertinentes. Já estou para responder a ti. – José 12/09/16 às 1:39
2

O que você está querendo fazer é atribuir o array retorno que foi preenchido pela função retira_espaco para um outro array, mas isto é desnecessário, porque os arrays são passados por "referência" quando são usados como parâmetros de funções. Isto é, o array retorno dentro da função retira_espaco é o mesmo array de fora da função que foi passado como parâmetro.

Exemplificando

char x[100], y[100];

// ...outros comandos

// o array "retorno" dentro de retira_espaco na verdade e' o array y aqui de fora
retira_espaco(100, x, 100, y);

printf("%s", y);

Agora, sua função retira_espaco está erradamente declarada como int retira_espaco, deveria ser void retira_espaco. Além disso não está usando o 3º parâmetro t, e aquele comando final return (retorno) é desnecessário e na verdade errado, só faria sentido se o tipo da função fosse char *.

Além disso, seu exemplo printf("%s\n", retira_espaco(tamanho, vetor, tamanho, retorno));está errado, pois o formato %s é para strings (char*), e você declarou a função retira_espaco como int.

2

Vejamos...

A melhor forma de lidar com seu problema é usar a idéia de passagem por referência dos argumentos. E isso cai naquela nuvem negra de ponteiros - mas que é fácil depois que domina!

Se quiser ler sobre ponteiros, eu indico este material da USP. É curto, conciso e fácil de entender. Também indico esta pergunta do Stack Overflow em inglês se dominar o idioma.

Solucionando o problema

Tomando como verdade o código que você forneceu e deixando-o enxuto para o propósito de exemplificação, o que poderia ser feito é o seguinte:

#include <stdio.h>
#include <string.h>
#include <ctype.h>

void retira_espaco( char * vetor ){

  int i, j, tamanho;

  tamanho = strlen( vetor );

  for ( i = 0; ( i < tamanho ) && ( vetor[i] != 0 ); i++ ){

    if( isdigit( vetor[i] ) || vetor[i] == 'i' || vetor[i] == 'p' || vetor[i] == '+' || vetor[i] == '-' || vetor[i] == '*' || vetor[i] == '/' || vetor[i] == '^' || vetor[i] == '=') {

      /* Movimenta para posteriores posições para dentro, eliminando caracteres desejados */
      for( j = i; j < (tamanho - 1); j++ ) vetor[j] = vetor[j+1];
      vetor[ tamanho - 1 ] = '\0';

      /* Por conta do movimento acima, precisa-se checar a posição atual novamente */
      --i;

    }

  }

}

int main( void ){

  char vetor[] = "abcdef+=efghijklmnopq/xyz";

  retira_espaco( vetor );

  printf( "Resultado: %s\n", vetor );

  return( 0 );

}

O resultado obtido é satisfatório:

Resultado: abcdefefghjklmnoqxyz

Explicando

Se você cria um ponteiro - imagino que saiba o que é um ponteiro ou que leu o artigo recomendado - como parâmetro para a função (exemplo: char * vetor), você poderá passar sua matriz vetor como referência para a função - ou seja, não passasse o valor e sim o endereço de memória do mesmo. Isso significa que poderá modificar o conteúdo da matriz original.

O que aqui foi feito é simples:

  • criou-se a função que modifica a matriz: void retira_espaco( char * vetor ){...}

  • passou-se, por referência, uma matriz pré-determinada para ser modificada: retira_espaco( vetor );

  • verificou-se se a modificação ocorreu: printf( "Resultado: %s\n", vetor );

Note que vetores passamos por referência por padrão. Se fosse um vetor alocado, usaríamos o operador & para referênciar. Exemplo:

  • a função ficaria: void retira_espaco( char ** vetor ){...}
  • a declaração da matriz em main() ficaria: char **vetor = malloc(...);
  • a passagem por referência ficaria: retira_espaco( &vetor );

Desta forma, poder-se-ia não só manter os valores bem como também modificar o tamanho de memória alocada. Com alocação dinâmica de memória, ao invés de preencher com '\0', se obteria uma matriz de tamanho apropriado e com menor consumo de memória. Porém, é um pouco mais trabalhoso e foge ao escopo de apresentação do tema.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.