24

Qual a diferença entre unir tabelas por JOIN ou por WHERE? Exemplos:

SELECT * FROM clientes c JOIN enderecos e ON c.id = e.id_cliente;

SELECT * FROM clientes c, enderecos e WHERE c.id = e.id_cliente;

Isso é apenas uma questão de melhor organização do código ou se possui alguma diferença em relação ao desempenho também da consulta?

  • 6
    2 considerações: Primeiro, não use somente join, use inner join, fica mais visivel. Segundo, sempre use a forma com inner join, pois além de ser mais legivel, você pode precisar colocar um left join depois e fica mais fácil e rápido de entender. Sobre sua pergunta não existe nenhum diferença. – Tiedt Tech 7/05/14 às 13:40
  • relacionada – rray 7/05/14 às 13:44
  • Exceti pelo comentário do @marlon.tiedt, nenhuma resposta foi satisfatória quanto a parte da "melhor organização". Uma query com várias tabelas usando apenas o WHERE é quase impossível de ler. – utluiz 7/05/14 às 14:43
  • Já eu prefiro usar apenas JOIN ao invés de INNER JOIN. Isso porque organizo meu código com identação à direita da primeira palavra de cada linha. – Tiago César Oliveira 7/05/14 às 16:28
  • @marlon.tiedt Não entendi o que você falou sobre left joins – Gabe 7/05/14 às 17:26
17

Não há diferença, algebricamente as consultas são idênticas e terão a mesma performance.

Sua consulta abaixo esta escrita no padrão ANSI 89

SELECT * FROM clientes c, enderecos e WHERE c.id = e.id_cliente;

A mesma consulta escrita no padrão ANSI 92

SELECT * FROM clientes c JOIN enderecos e ON c.id = e.id_cliente;

Pessoalmente eu prefiro usar o padrão ANSI 92, por algumas razões:

  • Mais legível, com os critérios de união separadas da cláusula WHERE, pois não se sabe a primeira vista se condições na clásula WHERE são filtros ou junções.
  • Menos provável que perca critérios de união, na primeira consulta se não especificarmos o critério na cláusula WHERE o resultado será o produto cartesiano entre as tabelas clientes,enderecos
  • Evolução, se o padrão ANSI 92 especifica operadores de junções específicas, por que não usá-los?
  • Flexibilidade, uma junção na cláusula WHERE que tenha um efeito de INNER JOIN e posteriormente precise ser alterado para OUTER pode ser bem mais complicado
6

Fazem exactamente a mesma coisa, são iguais tanto a nível de performance como o resultado obtido, apenas diferem na sintaxe.

Se quiser validar o que escrevi acima, utilize o comando EXPLAIN:

EXPLAIN SELECT * FROM clientes c JOIN enderecos e ON c.id = e.id_cliente;
EXPLAIN SELECT * FROM clientes c, enderecos e WHERE c.id = e.id_cliente;

Veja que o mecanismo de indexação usado para obter os resultados são os mesmos.

  • 3
    A melhor forma de mostrar a diferença. – Maniero 7/05/14 às 15:19
6

Em relação a performance, ambos se equalizam. No entanto, note:

SELECT * FROM clientes c, enderecos e

Esquecemos da cláusula WHERE fazendo a ligação das chaves das tabelas. O resultado é um produto cartesiano. Utilizar JOIN impede a ocorrência de tais casos.

  • 2
    O correto seria produto cartesiano. – utluiz 7/05/14 às 14:41
  • Válido, corrigido :-) – Tiago César Oliveira 7/05/14 às 16:24
  • A propósito, dei updote porque foi a única resposta que falou do problema em se esquecer do where. – utluiz 7/05/14 às 16:26
  • Pois é, não entendo esse lance de downvotes sem explicação. Não vejo nada errado com minha resposta. – Tiago César Oliveira 7/05/14 às 16:27
1

Não há qualquer diferença a não ser pelo código em si. Em relação a desempenho também não tem qualquer diferença.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.